**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Nesta doce prisão

Voaste por aí
num desejo de libertação
do teu querer e sentir,
mas tanto procuraste
e não encontraste
o melhor para ti
ocupando o teu coração!


Agora de asas partidas
já não sabes como voltar
para o cativeiro do amor
onde te espero
nesta doce prisão!
Vem, vem até mim
neste céu gradeado!


José Manuel Brazão


Luciah López  
As pessoas sentem a necessidade 'voar' - adquirem asas, voam... Enão sabem onde ir e nem o que fazer. As escolhas feitas sem muito refletir chegam a ser desastrosas. Mas quando ainda há tempo para voltar... Belo poema. abçs,



Nos momentos de amor por vezes ficamos cegos, irracionais querendo ver se para além do bom existe o óptimo. Aí vem a insegurança e o óptimo é um "bluff"!
 Por isso em Portugal dizemos: mais vale um pássaro na mão que dois a voar! 
José Manuel Brazão


Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.