**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Ate um dia

Até um dia
não sei  quando será,
mas sei que amanhecerá
em nossas vidas
para receber alegria
e findará a fantasia!

E nesse até um dia
diante de nós a realidade
com a esperança
dum acordar promissor
para continuar este amor,
grande amor pela Vida!



José Manuel Brazão

sábado, 31 de março de 2018

1.ABRIL2010 VASCO jamais vou esquecer-te

Homem determinado,
corajoso no seu silêncio,
com alegria pela vida
que te apanhou
numa curva perigosa!

Vasco
homem de vida,
gentil,
caprichoso,
mas generoso!

Neste tempo,
muitos te choram
e eu aqui
com a saudade
de quem parte…!


José Manuel Brazão

terça-feira, 27 de março de 2018

O teu sorriso e meu

Sorrio
para o teu sorriso!

Encantas-me
quando apareces
e sem uma palavra,
entendo-te
pelo teu sorriso!

Sorrir
é saudável,
é carinho, afecto,
amor …

Teu sorriso é meu!

José Manuel Brazão

terça-feira, 20 de março de 2018

Flor do nosso jardim

Como  é bela a Vida,
que nos permite viver,
sentir e amar
essa flor que cresce entre nós
cada vez mais viçosa,
graciosa,
recebendo esse Sol
e doando a Luz,
que nos aquece o coração
e ilumina o nosso amor!

Flor do nosso jardim,
jardim do nosso encanto,
banhado pelo lago da paixão!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 14 de março de 2018

Primaveras passadas

Primaveras passadas
com flores e amor,
neste jardim do meu encanto,
que é a Vida por mim vivida,
não olhando para trás
com saudosismo,
mas caminhando
com a ansiedade
desse futuro que me espera!

Primaveras passadas
com alegrias e tristezas necessárias
ao meu viver autêntico
e que fez de mim quem sou!
Um homem que ama a Vida
e todos os que passem
pela sua existência na Terra!

Primaveras passadas
com pensamento constante
de Paz, Harmonia e Amor!

José Manuel Brazão



https://www.youtube.com/watch?v=hLZvTQ9u54E


domingo, 11 de março de 2018

Por te amar tanto

Noites agitadas que passo
com tua imagem presente.
Relembro a tua vida,
a nossa vida:
que já não é como antes;
acompanhavas-me,
escutavas-me,
parecias feliz!
O tempo avançou,
nuns dias pareces triste,
atormentada,
noutros, pareces serena,
como se tudo estivesse bem!

Por te amar tanto
minhas noites são agitadas,
não descanso
por te ver assim,
por estares longe de mim,
por não ver teus olhos:
que me escondem
o que te vai na Alma!

Por te amar tanto,
meus braços estão abertos,
para conforto do teu corpo
e do teu amor!

José Manuel Brazão


sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Sintonias do coração



Ao longo deste tempo,
sinto necessidade
da tua companhia:
de ver a tua alegria,
de ouvir as tuas palavras,
de sentir o teu carinho.

Existem momentos
que não esquecemos
e entramos num silêncio
cúmplice
que só nós entendemos
e guardamos em nós
e ninguém nos separará;
este abraço
no teu e meu coração,
ficará em nós!

José Manuel Brazão

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Esse teu amor

Como sofres,
por esse amor…

Um dia radioso,
como mereces,
ou um dia
para continuar a esperança,
de um amor ainda para viver,
mas para ser ardente,
caloroso, vibrante,
de braços abertos,
sorrindo
como grande amante
do teu destino,
na busca desse amor
eu estou aqui
te esperando!

José Manuel Brazão

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Minhas lágrimas

Não sei quantas já derramei,
nesta minha Vida
de Homem e Poeta,
mas todas foram sentidas
por alegria ou tristeza!

Lavaram minha Alma,
aqueceram meu coração,
enriqueceram o amor em mim!

Por muitos chorei
sentindo os seus sofrimentos,
as suas horas de desespero,
angústia, melancolia
e mais chorei
quando me sentia
impotente para ajudar!

Aí ficaram retidas
no meu amor em silêncio,
nesse silêncio interior,
que eleva a minha Alma!

José Manuel Brazão



sábado, 27 de janeiro de 2018

Serei assim até ao fim!

Nesta caminhada,
aprendi o bastante,
para nesta vida constante,
me entregar!

Errei.
muitas vezes
por imaturidade,
ignorância,
rebeldia,
mas nunca por saber tudo !

Procurei
compreensão,
tolerância, compaixão!
Pouco recebi…

Virei
a página da vida,
que me enganava,
me torturava,
sem saber o porquê?

Mudei
sinto-me bem comigo
e com os outros!.
Cada porta fechada,
agora está aberta!
Respiro
como nunca respirei!
Dou um sorriso
e recebo muitos!
Dou amor
recebo muito;
com carinho,
afecto, beijo,
sorriso e respeito!

Encontrei
o equilíbrio, a lucidez,
para me entregar
aos outros
que amam
ou que de mim precisam!
Dou
sem nada pedir!

José Manuel Brazão