Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Nosso amor não se explica

Não me deixas ficar mais assim...
Ansioso como estou
por te ter,
com o teu coração
explodindo desejo,
pelos meus versos
escorrendo amor
que percorrem
todos os pedaços
do teu corpo
da tua alma,
enfim …
com a tua vontade
de me querer agora,
Dou-te tudo …
o amor …
este amor louco,
que me provocas
com a tua sede de me beber!

Dou-te tudo …
o que me pedires,
até me sentir dentro de ti!



osé Manuel Brazão

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Ajuda-me a ser feliz!


Não vivo sem ti
na vida e no sonho,
sinto um vazio em mim
e basta a tua imagem
a tua voz  o teu carinho
e meu coração sorri
para o teu que guarda
minha alma para todo o sempre!
Amor, ajuda-me...
a ser feliz!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Habituei-me ao silêncio


Este meu silêncio faz parte de mim
como uma vontade legítima;
um grito de alma que ecoará
por terras e mares!

Fomos queridos,
amados e bajulados,
acreditei com boa fé!
Habituei-me ao silêncio
da ausência, da omissão,
da mente confusa,
do labirinto da mentira!

Apenas resta
uma vida iludida
e depois desiludida,
guardando no peito
lição de vida sobre o fingimento
estado de alma para cada dia
 “amor” com sabores
e humores diferentes
conforme o desejo
para aquele dia!

Ilusões...
na Vida lições,
que nos ensinam,
mas fortalecem
a nossa forma de viver
com cabeça e mãos limpas!

José Manuel Brazão

Zé meu amigo, lindo demais seu grito de silêncio que vem lá de dentro e sua alma ecoa. Mas não guarde no peito, reflita e joga para fora a lição. A vida é linda e sei que cada uma das desilusões você aprendeu e fortaleceu como vc disse sua forma de viver.
Beijos da Beki

esse silêncio tem falado alto na minha vida amigo poeta...entendo perfeitamente sua poesia
abraço de paz Nina

Tua poesia diz tanto meu amigo....e tão fortemente!! Cada verso é de muita emoção!
Sabe meu amigo, fiquei muito comovida com este poema tão intenso e lindo!
Beijo
Bea



LU um Anjo na Terra

Mulher de muita força
que não pára…
corres na Vida
para cuidar de tudo e de todos:
Tuas Filhas e teus Netos
e até de mim!

És minha protetora
cuidando de mim
com muito carinho,
que me serena
e me deixa confiante!

Teu companheiro
e meu Irmão
neste Universo,
sorri tranquilo
e muito iluminado,
P´pelo amor e força que te envia!

Sinto-te muito,
admiro-te com carinho
e acompanho-te sempre!

José Manuel Brazão


Para ti LU  Maria Luisa Brazão

https://www.youtube.com/watch?v=hWijW4_sKlM&t=26s


terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Os Poemas que escvrevi para ti Poeta


Foram tantos
e tantos poemas,
poemas de amor
que te escrevi!

Tu e eu
nascemos para a Poesia,
para encantar os outros,
alimentando as suas almas!

Quantas vezes
sofríamos nas nossas Vidas
e a inspiração,
superava tudo isso!

Os poemas que te escrevi,
sentidos pela voz do coração,
derramaram amor,
muito amor,
que te comoveram
e davam forças
para sair de ti
Um outro poema,
suave,
expressivo,
emocionante,
iluminando
quem o lesse!

Dos poemas que te escrevi,
ficam os sentimentos,
nas palavras
que o Poeta não renega
e guarda em seu coração!

José Manuel Brazão

domingo, 27 de janeiro de 2019

Anjo da madrugada

Este anjo
acompanha a minha vida,
neste longo Caminho,
sempre com o mesmo fervor
e amor.
Olho para trás
e vejo só
boas recordações,
em palpitantes corações.
És um anjo da madrugada,
atento ao dia e à noite.
Para ti não há tempo!
A tua disponibilidade
e felicidade,
é para dar uma palavra,
tomar uma atitude,
fazer um afecto.
Que melhor nome este,
se já és uma aurora para nós,
um sol nascente para o Fernando,
o nosso Rich …

José Manuel Brazão

Para a minha grande Amiga Aurora Rich no dia que completamos 49 anos de pura e grande Amizade!



sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

No resto da minha vida

Já pouco me resta...
Já muito levaram de mim
por casos da Vida...
partidas para além do azul
de filho, pais, irmãos,
gente querida, muito amada,
além dos amores da minha Vida,
vividos com intensidade
e a ansiada felicidade!

Guardo o que pude guardar
neste coração sensível,
que é o meu cofre,
porque tudo vivido
em horas tristes e alegres,
são as minhas joias!
Riqueza assim não há igual...
Nem tudo levaram:
existe a minha Poesia,
escrevendo sempre
pelo menos os primeiros
dos meus últimos poemas!

Não peço nada à Vida,
apenas aquilo que seja  merecedor,
um pouco de carinho e de amor!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

A luz do luar


Noites de luar
clamam paixões,
umas sentidas,
outras vividas.
As noites de luar
parecem iluminadas,
intensas,
dramatizadas.
Paixão
é apenas paixão.
Quando acaba o luar,
tudo acaba.
Onde pára a paixão?
À espera de outro luar
para criar ilusões
e desilusões.
Eu queria ser Luar
para inspirar amor,
em vez de paixão …

José Manuel Brazão

domingo, 20 de janeiro de 2019

Rosas vermelhas

Visto-te
de rosas vermelhas
para sentires o seu aroma,
o nosso perfume!

Visto-te
de rosas vermelhas
quando pensares
na minha voz,
nas minhas palavras...

Visto-te
de rosas vermelhas
quando não me vires,
mas pressentires.

Visto-te
de rosas vermelhas
enquanto houver amor
na memória do tempo!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Vento da minha terra

Todas as manhãs
o vento da minha terra
vai ao teu encontro
e junto ao mar da tua cidade,
esperas que toque teu corpo
ardente, saudoso,
desejoso,
acariciando tua pele,
passando pelos teus lábios
e de tua boca
roubando teus beijos
e já com saudades
amanhã aguardas ansiosa
novos ventos da minha terra;
voltarei sempre!

José Manuel Brazão