Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Casulo do amor


És a borboleta,
borboleta da minha vida.

Voas,
vais voando,
procuras-me e
voltas sempre a mim,
que te espero
nesta ansiedade
aqui
no casulo do amor,
onde criamos
esta felicidade
de um amor sem fim:
 Butterfly e eu…
José Manuel Brazão

terça-feira, 23 de agosto de 2016

JOÃO rosas amarelas

Rosas amarelas (nunca estaremos sós)!

São as rosas que gostas:
rosas amarelas!
Belas
como o teu olhar,
o teu sorriso.
Belas
como os teus gestos,
as tuas atitudes.
Belas
como o teu amor!
Vejo rosas,
rosas amarelas,
ao meu redor.
O seu aroma
é o teu perfume.
Perfume que não me deixa
e, tu que não me abandonas!


José Manuel Brazão

domingo, 21 de agosto de 2016

BOM DIA FUTURO!

Já tanto vivi
e fiz tão pouco
para aquilo que sonhei;
mas pacientemente
viverei
dia após dia
cumprindo para o que vim,
semeando tudo de bom que existe em mim
e serenando pelo Amor que dei
e todo aquele que recebi!

Diante da Vida
bom dia esperança
bom dia futuro!

José Manuel Brazão

Vou, vou por aí...


Vou,
Vou por aí…

na busca do amor,
distante
e próximo!

Por vezes
na minha mão,
Outras
voa sem norte,
na procura
do que não encontra!

O amor
está sempre,
onde deve estar:
no coração de cada um…

José Manuel Brazão

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Bendita dor

Foi belo
o amor que te dei
e os momentos vividos,
que não se repetem,
apenas ficam
na memória do tempo!

Foi belo
aquele amanhecer
que gerou dentro de ti,
a paixão, o amor
nunca antes vivido
e que voou
pelo mar imenso
e nos juntou
num sentir
forte,
muito forte,
que parecia eterno!

Um eterno
enquanto durou…

Até anoitecer…

Ficam marcas
desta paixão,
deste amor original,
distante
que uniu corações
que só nós entendemos
e o destino...

José Manuel Brazão

sábado, 13 de agosto de 2016

Palavras sorrindo


Quando te leio
ou ouço,
sinto
as palavras sorrindo!

Palavras envoltas
em generosidade,
que só tu sabes…

Conforto-me
com a tua imagem,
sempre atenta
no meu bem estar!

Nada pedimos,
apenas
laços de amor
nesta felicidade,
vestida de amizade,
neste caminho
de encanto,
muito encanto!

Palavras,
palavras sorrindo
e sentimo-las…

José Manuel Brazão

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Nuvem de amor


















Hoje sinto-me voando
por aí...
percorro sítios
-numa nuvem de amor-
Onde haja vida real
para evitar
que me mostrem
um outro Mundo
que seria o ideal,
mas para os “donos”
não convém
e assim tudo continua:
“quanto pior...melhor”!


Com esta nuvem de amor
vi o bastante
para juntar outras nuvens
e encher o Céu
de estrelas cintilantes
a iluminar-nos com amor!


Hoje voei eu,
Amanhã voarão muitos...!


José Manuel Brazão



Um Poeta da Vida


Um homem
com erros humanos,
mas sincero, honesto,
incompreendido,
por ser o que é,
negando
a imagem cómoda,
a vida “fácil”,
sempre
na busca
de ser quem é,
na busca
do bem,
dos momentos certos,
dos momentos felizes,
se os teve!

Um poeta,
poeta da vida,
em dias
nem sempre bem vividos,
criando
textos de encanto,
de amor, reflexões,
lavando a alma
dos que o lêem,
tendo como reacções,
o carinho, o conforto,
a amizade,
um bem haja,
e até o amor fraterno,
neste mundo da Poesia!



José Manuel Brazão

sábado, 6 de agosto de 2016

Não te vejo, não te ouço!


Não te vejo
nas palavras
e nos sorrisos!

Vestiste o silêncio,
partiste o coração
e o amor
por onde anda?

Não te ouço
a voz do coração;
mas existe o amor?

luto,
por seres o ontem,
que o hoje esqueci
e o amanhã será:
já te vejo
e já te ouço…!

José Manuel Brazão

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Um pedaço meu


Longa vida,
entregando-me aos outros.
Uns entenderam-me.
Outros ignoraram-me!

Longa vida,
com alegrias:
o caminho era esse.
Com tristezas:
erros que não entendi.

Tenho tempo para os corrigir,
pedir o meu perdão
e perdoar aos que erram comigo.

Em cada pessoa vejo um amigo,
e depois …
As desilusões, os desencontros,
a angústia invadindo meu corpo,
palpitando o meu coração.

Renasce a esperança,
creio e vou por diante.

Há sempre um pedaço meu,
com verdade e amor,
compaixão e tolerância,
um sorriso vibrando Luz!

José Manuel Brazão