**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017


Mãe com três letras apenas
e a dimensão
de amor,
carinho e dedicação
que tens nesta Vida!


como Mãe e Pai
constrois o rumo
dos teus Filhos
que além do nome
lhe chamo futuro!

Sofro contigo
as horas de angústia
e ansiedade
na tua busca
do seu rumo
da sua felicidade
até à vitória final!

José Manuel Brazão

Para ti minha querida e linda Sobrinha Paula Brazão

https://www.youtube.com/watch?v=WkJ12GfPaeY

domingo, 10 de dezembro de 2017

Flor do Poema

Todos os dias te contemplo
em minhas mãos, te acaricio
como a flor do meu poema
uma flor mulher
que invade minha alma e instintos,
e vejo despida em poema!

Sinto o teu desejo
reflectido em meus versos,
pulsando esse coração
entre as tuas pétalas,
pétalas de amor,
que deixa o poeta em dor
por sentir o teu aroma
e não sentir o teu corpo...
apenas a essência...

José Manuel Brazão

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Para ti (Meus Filhos)



Aprendi com teus irmãos,
como é difícil a missão de pai!

Procurei
e procuro todos os dias,
aperfeiçoar a minha missão:
ser bom pai
e não só, pai bom!

Compreendo as tuas fraquezas,
a tua ansiedade.
Procuras o teu caminho,
na busca da felicidade!

Procura;
não desistas!

Para mim
és uma esperança;
minha esperança
e Luz do meu caminho
que me resta…

José Manuel Brazão



domingo, 3 de dezembro de 2017

Um Poeta da Vida

Um homem
com erros humanos,
mas sincero, honesto,
incompreendido,
por ser o que é,
negando
a imagem cómoda,
a vida “fácil”,
sempre
na busca
de ser quem é,
na busca
do bem,
dos momentos certos,
dos momentos felizes!

Um poeta,
poeta da vida,
em dias
nem sempre bem vividos,
criando
textos de encanto,
de amor, reflexões,
lavando
o corpo e alma
dos que o lêem,
tendo como reacções,
o carinho, o conforto,
a amizade,
um bem haja,
e até o amor fraterno,
neste mundo da Poesia!

José Manuel Brazão


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

O Amor e o Destino


Deus e eu
sabemos quanto a amei!

Vivi
por ela e por eles
(meus filhos),
mas a Vida
assim não quis!

Pensei em Amor
muito amor,
mas não soube dar
ou não souberam receber!

Porquê?

Passo os dias
e as noites
nesta labuta com a minha mente!

Entrego-me
sem pedir nada,
apenas momentos,
que me sosseguem!

Uma vida percorrida,
com poucas alegrias,
algumas tristezas
com o isolamento
necessario e apenas
o Sol para me iluminar
e o amor incondicional
para me confortar!

José Manuel Brazão


Um poema para a minha ex-Mulher Isabel, Amiga e Mãe dos meus Filhos João, Pedro e Paulo * 



https://www.youtube.com/watch?v=c8_laksNZc8

domingo, 19 de novembro de 2017

Neste momento em mim

Neste momento
tanto que desejava
estar perto de ti!


Sinto
um vazio na alma
por te saber longe,
entristecida,
sofrida
e por precisares
do meu carinho
e do meu amor!


Sinto
neste momento
que seremos ajudados
Por Ele
que nos acolhe
e abençoa pelo eterno
este puro amor!


Neste momento
sou tão feliz contigo,
alimento minha alma em ti;
preciso mais de teu carinho
que de teu corpo!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Só nós entendemos

Pensas em mim
e sentes
que me entendes!

Teu olhar,
carinho, ternura,
guardo no meu coração!

Dia em que não falemos,
não é dia!

Na nossa vida,
existe apenas Luz,
muita Luz!

Quando não dormes,
eu acordo.
Quando estás triste,
sinto tristeza!
Quando estás alegre,
sinto muita alegria!

Dou-te tudo o que desejas;
viveres em paz,
receberes compreensão,
carinho, afecto
e não te sentires só,
no teu mundo de sonhos
de te dares aos outros!

E afinal, quando antes
parecíamos viver alheios,
hoje vivemos momentos felizes
e temos tudo a ver um com o outro,
porque me entendes
e em nós existe um amor puro,
como a água que corre na nascente!

José Manuel Brazão




















segunda-feira, 6 de novembro de 2017

VASCO jamais vou esquecer-te

Homem determinado,
corajoso no seu silêncio,
com alegria pela vida
que te apanhou
numa curva perigosa!

Vasco
homem de vida,
gentil,
caprichoso,
mas generoso!

Neste tempo,
muitos te choram
e eu aqui
com a saudade
de quem parte…!


José Manuel Brazão


LU enquanto eu puder  terei o pensamento também em ti, tuas Filhas e teus Netos!


https://www.youtube.com/watch?v=CmK-uaYFBJc



sábado, 4 de novembro de 2017

Na casa dos neus Pais


Desde miúdo que me lembro de ver na porta de entrada da casa dos meus Pais um azulejo com a seguinte inscrição:

“ Tem minha casa um brasão
d’entre todos o mais nobre;
receber sem distinção
tanto o rico como o pobre. “

Portanto desde sempre fui educado e me habituei a encarar a Vida em que todos somos iguais e todos somos diferentes.

Desde miúdo que me “cheirou” a Poesia na casa dos meus Pais.

A casa já não é nossa, o azulejo sem paradeiro, mas os princípios de vida mantêm-se!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Amor dos amores

Amores
que entraram
e ficaram em mim
como se fossem eternos!

Vivi cada um
me dando de corpo e alma
esquecendo a vida,
a minha vida,
sonhando
e vivendo esses amores,
como se fossem os únicos,
os mais belos
com entrega,romantismo,
beleza e emoção...

Todos guardados
em mim
neste coração infinito
que não abandona
quem amou
e ama.

Levará consigo
após o sorriso final,
O amor
desses amores!

José Manuel Brazão