Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

O amor viverá sempre em nós!


Vivemos um ontem
como se não houvesse tempo,
mas todos os instantes foram encanto,
e hoje distantes existe o espanto
da ausência com uma presença desejada,
em que ambos pensamos
que o amor viverá sempre em nós
como raízes profundas duma árvore especial
a Vida ...



José Manuel Brazão

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Abro-me ao Mundo

Sonhando
vou por aí,
sinto-me
entre a terra e o céu!

Percorro
montes e vales,
rios e oceanos,
países e continentes.

E o que vejo?

Fome e miséria,
iminentes mortes.

Bem –estar,
muito bem-estar,
ignorando os carentes.

Atroz egoísmo
num planeta
com guerras,
ódios, invejas;
amor onde paras?

O sonho
vai partindo
e deixa-me a imagem
de que existem dois mundos!!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Abri a janela do coração

Acordei diferente
e não sabia porquê!

Dei passos pela casa.
abri janelas,
entraram brisas.
mas  fiquei assim...

Meu coração pulsou
e então abri a janela do coração!

Meu corpo e alma
reagiram como já fosse diferente
esse amanhecer fez o Sol entrar
e as nuvens cinzas desapareceram!



José Manuel Brazão

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Por te amar tranto

Noites agitadas que passo
com tua imagem presente.
Relembro a tua vida,
a nossa vida:
que já não é como antes;
acompanhavas-me,
escutavas-me,
parecias feliz!
O tempo avançou,
nuns dias pareces triste,
atormentada,
noutros, pareces serena,
como se tudo estivesse bem!

Por te amar tanto
minhas noites são agitadas,
não descanso
por te ver assim,
por estares longe de mim,
por não ver teus olhos:
que me escondem
o que te vai na Alma!

Por te amar tanto,
meus braços estão abertos,
para conforto do teu corpo
e do teu amor!

José Manuel Brazão


segunda-feira, 30 de julho de 2018

Com a Poesia te conheci

Entre o tempo
de ler poemas,
conhecer os Poetas,
tentar ver o ser humano,
que existe diante de nós,
cheguei a ti
e deparei com uma Mulher
expressiva, generosa
de pura sensibilidade!

José Manuel Brazão

Este momento dedico à minha Amiga a grande Escritora Brasileira Elany Morais

Elany Morais II Boa tarde meu amigo! Seus versos são lindos e cativantes! Muito obrigada! Tudo de bom para você! Beijos!

terça-feira, 24 de julho de 2018

Amanhecer em ti

Acordas e o Sol entra,
poisa no teu corpo,
e sentes teu coração quente,
num amor ardente,
como sonharas e Ele te trouxe!

Viste em mim,
que sou o teu amanhecer,
e renasceste hoje
para a Vida,
esquecendo o passado,
vivendo o presente
e ansiando pelo futuro!

Sou o teu amanhecer
e vives uma nova primavera!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Recordar

Em todo momento
estou contigo
recordando tudo de bom
que existe em nossas vidas!

Recordar,
recordar-te é lindo demais,
a tua voz, o teu olhar
perdido no mar,
no vento amigo
com as brisas de amor,
que trazem até mim
o perfume da tua alma!

José Manuel Brazão

A recordação é o perfume da Alma. V. Gitana

sábado, 21 de julho de 2018

Em teus braços



Quando estendes teus braços
sinto paz, conforto e segurança,
que reforça a minha esperança
e quando teus braços
envolvem meu corpo num abraço
esquecido pelo tempo,
sinto-me dentro de ti!


José Manuel Brazão

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Instantes da Vida

Minha vida
correu veloz,
tão depressa
que o passado
saltou para o presente
quase não me deixando
reflectir o que se passou
e permitir
que erros fossem corrigidos!

Mas sentindo a vida
como instantes,
parei...

... e vi que o caminho
era curto, tudo parecia fácil,
mas não...
Eu teria o meu rumo previsto
que não permitia desvios...
Aí a minha Vida não teria jeito,
mais se complicaria!

Apareceu uma luz, a Luz (tu)
que me estendeu a mão
e me levou pelo caminho
que ela em tempos buscava...
Vimos uma claridade,
que nos transportou
para caminhos
nunca antes vistos
ou sequer maginados!

Caminhos
que sabíamos o seu nome:
Caminhos de Luz!

E chegados aí,
aprendemos tudo
o que poderá
uma Mulher e um Homem
aprender da Vida!

O que somos,
quem somos
e para o que viémos!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Lagrima do meu coraçao


Lágrimas que chorei,
muitas ocultei,
entre calmarias
e tempestades,
mas existe uma lágrima
bem dolorosa,
sofrida demais,
distinta das outras,
lágrima da saudade,
lágrima do meu coração.

José Manuel Brazão

 Acordei com a saudade a invadir meu corpo e alma