**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Amor sem hesitação

Deitas a cabeça  no meu braço,
as tuas lágrimas escorrem
e não consegues falar!
Fixo os teus olhos
e eles dizem-me,
que hesitas no amor!
Já não sabes se amas,
se amaste
ou foste amada!
Buscas na vida,
encontros e desencontros
que levam tua alma
para um atalho
do teu caminho...
... sentes a voz que procuras,
 conselheira e companheira
e dirá o que é o amor...
Agarrarás nesse sentimento
que de dificuldade
passou a oportunidade
e pela tua alma
reviverão os encantos da vida,
que secarão as tuas lágrimas
e os teus olhos dirão:
amor sem hesitação!

José Manuel Brazão

* Para ti que neste momento da Vida
precisas deste Poema em teu coração * 


Mano, fostes humilde em dizer que sua poesia não era para intelectual. Dizer uma verdade em forma de segredo, já li poemas de Fernando Pessoa, que quando te li vi o poeta de há dentro de si ser uma espécie de reencarnação do autor citado, nem todo intelectual escreve tão bem como ti: "As tuas lágrimas escorrem/para um atalho/e pela tua alma" qualquer oportunidade que tiver de dialogar com Ferreira Gullar, direi que existe muitos poetas, tão bom quanto ele, e ele (Gullar) humilde como é dirá: " pôxa Bróis então me apresente a obra de quem falas", e direi é fácil vamos dá um pulo em Portugal para um passeio, ai sim nos deliciaremos de versos e mais versos e vocábulos infinitivamente propagados ao cosmo como a capacira e controlar os planetas para não se chocarem. É mole Mano,ou quer mais rs rs rs Mário Bróis.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.