**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Tão só mas espero-te



O que me trouxe a noite
foi uma tristeza profunda
Uma solidão absurda
e inexplicável...

Eu sei que vai passar
Mas é tão ruim...

Escuto tantas palavras
Não digo nenhuma palavra
Guardo tudo para mim

Depois fico assim
Precisando de um ombro
De um consolo
De alguém que cuide de mim

regina ragazzi

[....]

Vivo a angústia
de estar só,
de procurar carinho,
tolerância, simpatia
com fome de alegria
e conforto de minha alma!

Vivo a esperança
da tua companhia
do teu alento
da tua mão com caricia
do teu olhar confesso
enfim;
da tua presença iluminada,
vem e eu espero-te!

José Manuel Brazão



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

A chave do meu coração

Tento ser um romântico,
um sonhador,
um crente na Vida
e no amor!

Abri sempre o meu coração,
com sinceridade, verdade,
recebendo desilusões,
por viver ilusões;
tive encontros
e desencontros;
não culpo ninguém!

Eu escolhi os caminhos!
E neste novo trilho,
guardei a chave do meu coração,
até encontrar uma mão
divina para mim!

José Manuel Brazão

domingo, 17 de setembro de 2017

Serei assim até ao fim!

Nesta caminhada,
aprendi o bastante,
para nesta vida constante,
me entregar!

Errei.
muitas vezes
por imaturidade,
ignorância,
rebeldia,
mas nunca por saber tudo !

Procurei
compreensão,
tolerância, compaixão!
Pouco recebi…

Virei
a página da vida,
que me enganava,
me torturava,
sem saber o porquê?

Mudei
sinto-me bem comigo
e com os outros!.
Cada porta fechada,
agora está aberta!
Respiro
como nunca respirei!
Dou um sorriso
e recebo muitos!
Dou amor
recebo muito;
com carinho,
afecto, beijo,
sorriso e respeito!

Encontrei
o equilíbrio, a lucidez,
para me entregar
aos outros
que amam
ou que de mim precisam!
Dou
sem nada pedir!

José Manuel Brazão



terça-feira, 12 de setembro de 2017

Instantes da Vida

Minha vida
correu veloz,
tão depressa
que o passado
saltou para o presente
quase não me deixando
reflectir o que se passou
e permitir
que erros fossem corrigidos!

Mas sentindo a vida
como instantes,
parei...

... e vi que o caminho
era curto, tudo parecia fácil,
mas não...
Eu teria o meu rumo previsto
que não permitia desvios...
Aí a minha Vida não teria jeito,
mais se complicaria!

Apareceu uma luz, a Luz (tu)
que me estendeu a mão
e me levou pelo caminho
que ela em tempos buscava...
Vimos uma claridade,
que nos transportou
para caminhos
nunca antes vistos
ou sequer maginados!

Caminhos
que sabíamos o seu nome:
Caminhos de Luz!

E chegados aí,
aprendemos tudo
o que poderá
uma Mulher e um Homem
aprender da Vida!

O que somos,
quem somos
e para o que viémos!

José Manuel Brazão

domingo, 10 de setembro de 2017

Renasci em teu braços

Num amanhecer diferente
com o Sol despontando
senti-me renascer em teus braços,
com o calor de teu corpo
e o perfume da tua alma!

Deste-me o alento,
a força interior que eu desejava
e sem nada pedires!

Vivendo estes momentos de paixão
em que nos entregamos à Vida,
não quero partir dos teus braços
e neles quero morrer!

José Manuel Brazão

Além de toda a distância

Meu coração vive
em permanente paixão
neste vai-vem
do vento amigo
que leva amor
e traz a tua emoção!

Neste ao sabor do tempo
nada nos distancia
e o amor nos aproxima!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Olho além dos teus olhos

Iris brilhantes
que provocam
a minha quietude
e despertam em mim,
saber o que está
para além de teus olhos!

Sorris misteriosa,
contendo os teus segredos
e eu paciente
deixo o tempo passar
e no momento certo
esses olhos serão falantes,
desvendarão o que vai em tua alma!

Tudo o que desejava de ti
existe para além dos teus olhos
e deslumbrado  sem perder tempo
nem acabo este poema ...
... tornei-me impaciente ...
... ... ... ... ...

José Manuel Brazão




sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Nunca te impedirei de sonhar


Sei quanto ficas feliz
por sonhar
desejando não acordar
sentido conforto assim
com a ilusão
da minha presença
em todo o instante
da tua vida,
da nossa vida!

Meu gesto de amor
é não te impedir de sonhar
e seres livre...

José Manuel Brazão


- uau!!! grande Mano, teus versos, são como lírios no campo, ou prados no hipódromo.  ...Bróis...

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Muros na Vida

Muitos muros na Vida
aparecem no meu caminho.
Uns transponho bem,
outros sou ajudado!

Muros na vida,
alguns no amor,
mas com muro iluminado
mais depressa chego a ti,
que vives ansiosa,
pelo desejo
da fusão dos corpos!


José Manuel Brazão

domingo, 27 de agosto de 2017

Minha alma tem Vida... pois que eu viva!

Gosto de viver o meu silêncio,
mas incomoda-me,
angustia-me
o silêncio dos outros
daqueles que amo
e amarei sempre,
é um silêncio
que representa
indiferença
a falta de presença,
sem eco de palavras,
que serene minha alma.

Mas no meu canto
concentro-me nela
e sinto-lhe Vida,
pois então que eu viva!

José Manuel Brazão

Porta da Vida


Abro
a porta da vida
e o que encontro?

Tudo
o que não desejo
para mim,
para os outros
e para o futuro;
o nosso destino!

Tudo
o que não avança,
que cheira a retrógrado,
a saudosismo,
a egoísmo,
a inveja, a desamor,
com indiferença
muita indiferença,
pela justiça social!

Tudo
que os homens
podem conquistar,
mas a cobiça
dos encapuçados
deixam-nos violados,
por momentos…

A nossa consciência,
ficará desperta
para uma nova era,
que nos libertará!

Pela porta da Vida
Luz entrará;
um clarão de Amor,
de justiça entre os Homens…


José Manuel Brazão

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

João Carlos Brazão



Que tenhas eternamente muita LUZ

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Em ti o eco das minhas palavras

Através dos sonhos
de cada dia,
constróis os castelos
do carinho, do amor
que recebes de mim!

Nas minhas palavras
amáveis, gentis
e românticas
 delas, sentes o eco
que sublimam o teu coração
e aumentam em ti
esse amor crescente
e dele não abres mão!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

A Vida, a Poesia e o Amor

Nós, 
que tantos poemas
escrevemos, contando
uma linda história,
de paixão e amor,
de encantamento,
por aquilo
que nossos corações
brotavam de emoções,
sentimentos fortes,
arrebatadores
que nós
de amor carecíamos,
como o Sol de cada dia!

Momentos inesquecíveis
dessas emoções,
que reflectimos em Poesia,
que agitaram corações
em cada um
que nos leram,
nos acarinharam
e deixaram
em nós
Poetas de e com Amor,
um vazio,
um silêncio,
uma saudade,
mas estas Almas
o tempo não apagará!

José Manuel Brazão

sábado, 5 de agosto de 2017

A Poesia já vivia em mim...

Com a poesia,
 sinto alegria;
repousam os dilemas,
nascem os poemas.

Com a poesia,
param as angústias,
as tristezas,
as desilusões.

Com a poesia
nascem emoções,
mensagens de paz,
harmonia e amor.

Com a poesia
nasce a esperança
de viver
e de conhecer amigos,
amigos de verdade.

Com a poesia,
nasce a libertação,
a conversão
aos valores humanos.

Com a poesia
nasce um estilo,
uma forma de vida,
uma visão do mundo,
que leva o poeta
à descoberta:
da verdade,
da realidade,
sem palavra encoberta.

Com a poesia,
nasce a minha poesia!
e...
... Por tua causa a minha vida
nunca mais foi a mesma;
tudo se alterou
na rotina, no descanso,
mas em mim - o Homem -
houve a conquista
de valores adormecidos
e hoje fortalecidos,
que fazem do poeta
um homem com outra visão,
com horizontes sem limites
no espaço e no tempo,
numa entrega desmedida
àqueles que me seguem,
acarinham e valorizam,
tornando o meu sentir e acreditar
em verdadeira sintonia,
que recuando no tempo,
sonhava, pretendia,
mas não sabia se conquistaria!

Hoje por tua causa
estou reflectindo em palavras
e apenas por tua causa,
escrevendo poesia da paz,
da harmonia e do amor...
... a minha poesia!

José Manuel Brazão

O tempo e o nosso segredo

Dás-me tudo aquilo
que preciso
e pensava ter perdido!
Reconquistei
através da tua palavra,
da tua sabedoria
em que eu aprendi
e confio em ti!

Usas a tua gratidão
e queres ver em mim
um homem diferente
do mundo que te rodeava!

Ganhei  mais força interior
e seguiremos em frente,
pelos trilhos do nosso caminho!

O tempo é o nosso segredo
e ninguém vai saber
o que existe entre tu e eu!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

MAE

Encontrei este poema muito bonito,
escrito por Cora Coralina e achei que ficaria melhor neste espaço do que as minhas humildes e emocionais palavras.
Para ti Mãe Ivone e todas as Mães, Muita Luz!

José Manuel Brazão


" Mãe "

Renovadora e reveladora do mundo
A humanidade se renova no teu ventre.
Cria teus filhos,não os entregues à creche.
Creche é fria, impessoal.
Nunca será um lar
para teu filho.
Ele, pequenino, precisa de ti.
Não o desligues da tua força maternal.
Que pretendes, mulher?
Independência, igualdade de condições...
Empregos fora do lar?
És superior àqueles
que procuras imitar.
Tens o dom divino de ser mãe.
Em ti está presente a humanidade.
Mulher, não te deixes castrar.
Serás um animal somente de prazer
e às vezes nem mais isso.
Frígida, bloqueada, teu orgulho te faz calar.
Tumultuada, fingindo ser o que não és.
Roendo o teu osso negro da amargura.

Cora Coralina 

Faz hoje 45 anos que partiu da Terra...



Se pudesse por ti...

Se pudesse por ti
faria e daria tudo,
tudo o que mereces,
não pedes
e assim tem valor infinito
cá dentro do meu coração!

Mulher enviada
para  na minha Vida ficar
e eu saborear
o quanto se pudesse por ti...

José Manuel Brazão

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Recomendo! Muito!!!








Este Livro Fascinante, Imprevisível, Humano e Tocante.
Nunca uma história nos foi contada assim!
Não deixe de ler.

Disponível na Amazon em Livro em Papel ou Kindle e-book.
Poderá haver benefício nos portes para Portugal comprando na Amazon Espanha (Libro Tapa Blanda = Livro em Capa Comum), mas está também disponível na versão Livro em Papel na maioria das lojas Amazon. É uma questão de verificar, no acto da compra, as promoções nos portes em cada país.




Clique aqui para ver. (para Portugal via Espanha)
Clique aqui para ver. (para Brasil)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Ah como eu sei ouvir o teu silencio

Sou dono da tua alma
e do teu coração
que tanto procurei
e eu guardei em mim
no cofre da minha Alma
neste segredo bem guardado!

És do mar aquela onda
que vem ao meu encontro
trazer-me o teu beijo
prometido e guardado
no teu pulsante coração.

Ah, amor
como eu sei ouvir teu silêncio...

José Manuel Brazão

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Amor para onde me levas

Sigo
os caminhos da vida,
procuro
a tua imagem,
disperso
as minhas forças.
Sigo
o cheiro das tuas rosas
procuro
o teu sorriso,
disperso
a esperança.

Paro e penso:
amor, para onde me levas?
Talvez para junto do mar ...
minha menina do mar!

José Manuel Brazão 

domingo, 16 de julho de 2017

Viveremos em Paz de verdade

Como a Vida é bela,
quando nos juntamos:
o Sol brilha
e ficas uma princesa,
uma princesa do sol!

Os teus olhos brilham,
os lábios sorriem
e os braços se alongam!

Viveremos paz de verdade,
agradeceremos a Ele,
fortalecer esta vontade,
com raízes de amor
que não nos abandona,
deixando em nós
a esperança
que o destino passará por nós!

José Manuel Brazão

Haverá sempre em nós Paz, Harmonia e Amor!

http://www.youtube.com/watch?v=u9yDWiosyfk&feature=related



Belíssimo esse poema Zé, traz uma paz sem igual.
Adorei
Su

sábado, 15 de julho de 2017

Dança nostalgica

Entras nesse palco,
percorres todo o espaço
olhando
para tudo que te fascinou,
recordando
essas noites de encanto;
dançando
interpretavas com o corpo
a paixão, o amor,
a tristeza, a tragédia,
em movimentos esbeltos,
para esse público que se rendia,
à tua técnica, estética
e vocação!

Entregavas-te ali
de corpo e alma.

Agora
percorrido aquele espaço
na tua memória do tempo,
te espero
para aliviar essa nostalgia!

José Manuel Brazão


* Dedico à minha querida Amiga e Bailarina Sissa *

Poeta é todo aquele cuja sensibilidade
ultrapassa a própria sensibilidade.
Gosto do que escreve por isso
mesmo.
Beijo
Vóny Ferreira

sábado, 8 de julho de 2017

Poeta minha Poeta

Tua poesia é um jardim
que me encanta e invade minha alma
e de teu coração saltam palavras
de tua alma vêm flores
com um aroma especial
de grande carinho e amor,
que eu abraço
e meu coração pulsa
como coração poeta
provocando em mim
poemas e mais poemas,
para a Poeta e a Mulher,
que já vivem em meu corpo e alma
e serão momentos de intenso amor
por ti querido, sentido
e por mim desejado
num tempo que é o nosso “mundo”
sonhado, prometido
e agora concretizado!

José Manuel Brazão

* Quando vejo neste “mundo poético” grandes talentos retirarem-se desta vida ativa fico triste muito triste e sinto um vazio na minha alma de poeta! *