**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

domingo, 1 de julho de 2012

Mulher de silêncios


Há vários anos
que te vejo assim,
viveres por viver,
com uma resignação
sem dimensão,
com uma fidelidade,
que pensas ser merecida,
porque sempre soubeste amar,
mas não recebeste esse conforto!

Tens uma alma sempre iluminada,
que te dá a força de viver
e não apenas existir!

José Manuel Brazão

Dedico à minha querida Amiga Vanda Paz

Um dia Vanda escreveu-me estas palavras,
que guardei para sempre no meu coração:
És fruto de ventos fortes e de brisas, de sol e de sombra, de ti próprio e de outros. Um pouco de tudo te faz ser como és: homem, amigo e dançarino de emoções. Assim te vejo. Vanda Paz
Beijo grande
do




Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.