**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sábado, 14 de julho de 2012

Ainda sou pequeno demais...


Daquelas noites  sem dormir,
mas tranquilo que permitiu reflexão
muita interrogação,
tentativa de abrir-me à Vida!

Pensei em muitos de nós,
família, amigos e anónimos.

Vi e senti o que muitos
já viveram, sofrendo,
aceitando com resignação
o que a Vida lhes entregou!

Perante estes exemplos e lições
na Vida ainda sou pequeno demais!

Acredito em Deus,
sinto-o através da Natureza,
mas preciso de mais proximidade
e aí vou avistar a porta da felicidade
com aquela Luz que me ilumine
e ajude os outros que Dele precisem!

José Manuel Brazão

1 comentário:

  1. Adorei o poema.Cheio de luz, cor,beleza e sensibilidade.Um dos segredos mais profundos da vida é continuarmos a ser pequeninos.A beleza dela é o fazemos por nós e pelos outros.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.