**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Mãe, preciso tanto de ti!


Ivone Brazão

Há tanto tempo,
que te vi partir
e naquele momento
dissemos adeus
com um “até sempre”!

Há tanto tempo,
que a espera
do “até sempre”
tarda!

Aflita
para que nada aconteça!
Feliz
pelo bom que me apareça!

Há tanto tempo
e os anos passam;

Mãe,
preciso tanto de ti!

José Manuel Brazão



2 comentários:

  1. Lindo isso! Sempre sentimos que precisamos eternamente de nossas mães, eu também sinto saudade da minha, ela se "foi" faz vinte e dois anos e ainda me lembro do som de sua voz!
    Abraços!
    Ivone

    ResponderEliminar
  2. Tão lindo... chega a dar um nó! Quanta saudades sentimos delas! As mães não deveriam partir cedo, deveriam ter uma cota de vida bem maior! Quando partem fazem um estrago no coração da gente.

    abraços
    tais Luso

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.