**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Olhando...

Fico olhando
para a vida
e não sei
o que pensar,
o que dizer…

Vagueio os olhos,
por aí…

… sem destino,
sem vontade
dum sentir,
dum viver
e dum sorrir!

Serei merecedor
de tudo, mas tudo,
o que sofro?

Reflicto
e nesta hora,
apareces-me
como a minha Luz
para sentir,
viver e sorrir!

Amo
e procuro ser amado…

José Manuel Brazão


1 comentário:

  1. Que essa luz te apareça mais vezes te trazendo carinho, conforto e esperança. Um poema terno, Bj carinhoso

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.