**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Coisas que nos levam...

Há coisas que nos levam,
pela entrega que demos,
usando empenho,
carinho, amor
como se fossem um filho!

Assim uso na vida
as forças e os sentimentos
para o desempenho
de missões no meu caminho!

Dou tudo de mim,
o corpo e a alma,
sempre com um sorriso
no equilíbrio
do querer, do acreditar
para servir causas
a bem do próximo,
para meu contentamento
e encantamento!

Quando se aproxima o fim,
meu corpo dói,
minha alma sofre;
um pouco de mim
é levado,
perco – talvez- o meu EU
e hesito se recupero
ou se não devo olhar para trás!

E na memória do tempo
apenas sereno,
porque o que perdi
já não é meu,
mas pertence
ao Universo!

José Manuel Brazão

Amigo Zé!
 É uma grande verdade o seu poema.
Quando passam e levam um pouco de nós e deixam algo nos faz bem. Mas quando passam e nos levam não deixando nem uma doce lembrança ai é triste.
Mas enfim, não será por esta razão que vamos transformar as coisas que o nosso coração acredita.
Siga em frente sendo sempre verdadeiro.
Lindo poema!
Bjos
Carol

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.