**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Vieste!

Sinto à minha volta
a solidão.
Não a solidão
para estar só.
Mas a solidão,
de ficar só.

Apareceste,
vieste,
para não ficar tão só.

São amigos de verdade,
os poucos que me ajudam
e estão presentes,
na realidade.

Não peço muito:
é doce,
é consolador,
ter por perto
ou em pensamento,
gente com sentimento,
que dão amor,
muito amor…

Pareço não ter nada
e tenho tudo:
pão e amor!

José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.