**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Sensibilidade

Nem todas as pessoas manifestam a sensibilidade tão objectivamente quanto se espera. Só aquelas que encontram ou descobrem em si, a criatividade artística, põem ao serviço do que escrevem, do que pintam, etc... esse potencial, esse dom.

Por essa razão, vivem um pouco solitárias, à espera da inspiração sensata e verdadeira, que transmitem por palavras, com o único objectivo de divulgarem ideias, alertas e muitas vezes denunciarem o caos, as assimetrias, as desigualdades, os direitos humanos, mas também divulgarem, a paz, a harmonia e o amor.

Os que escrevemos, somos pessoas vulgares, mas com a sensibilidade afinada, o que leva muitos dos que nos conhecem ou nos rodeiam, a não compreenderem a nossa forma de estar na vida .


Pela minha parte, sou ajudado nessa matéria desde o ano de 2002 pela minha querida Amiga a Poeta Vanda Paz e passámos a ter uma lindíssima amizade cheia de emoções e de mútua compreensão.

Para se escrever é necessário viver bem com os nossos sentimentos!


Ela conhece tudo o que escrevi e portanto sabe bem o que sou e porque sou.

Procuro transmitir aos leitores tudo aquilo que vivo em plenitude e gostaria de ser um bom mensageiro!

Já vivi muitos anos nesta minha passagem pela vida, mas não me canso de melhorar o produto final do meu trabalho .

Escrever é uma forma de generosidade e sobre esse aspecto dar-me-ei todo, enquanto as faculdades mentais mo permitirem.

José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.