**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Meu Pai distante

Viveste tão perto de mim,
mas foste um pai distante!

Desde a minha juventude,
Senti essa atitude!

Parecias esconder o Amor,
ou não saberias,
Quanto eu precisava de ti?

Eras um pai respeitado
e amado.

Eu existia,
mas vivia angustiado,
sem saber
se era um filho amado!

Partiste!

Onde te encontras,
espera por mim,
porque já aprendeste,
o que é:
um filho pouco amado
ou um pai distante?

José Manuel Brazão



Ainda hoje vivo nesta dúvida, mas com certeza ela passará quando juntar-me a ele para além do azul!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.