**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Maria Valadas e Eu



És um Homem feito poema! 

Poesia,
fascínio e magia!

Como te adoro
e serás eterna,
no meu escrever
e no meu viver!

Poemas
que afastaram
os meus dilemas,
renovaram
a minha alma,
confirmaram
o meu amor
e já não passo
sem ti:
Poesia!

Neste amor
pelo mundo da Poesia,
sinto e dizem-me,
és um homem feito poema!

José Manuel Brazão

Dedicado em especial a Maria Valadas
que me chamou “És um homem feito poema”.


Para ti querida Maria pela nossa linda e forte Amizade.












Cartas de amor

Quis escrever uma carta de amor
Antecipado o acto com tremor
Inerente a esta vontade oprimente,
Tremi qual adolescente!
Não foi apenas uma…!
Redigir uma dezena de cartas de amor
Foi uma certeza atitude inconsciente.
Mas, eu escrevi as desditosas cartas!
Ai, que bem quisera não as ter enviado.
Aos seres, por mim respeitados
Certamente que teria evitado:
Mágoa, dor, mácula e maldizer
Não tenho absolvição na minha execução.
Mas, em contestação com o meu coração
Quisera ocultar aos sóis esta sensação
Que não conseguira camuflar em mim.
Desde os tempos da minha virgindade
Amei- o com genuína sinceridade.
Agora, somente resta aquela saudade
Do nosso palpitar de verdade
Do que foi meu e… seu.

Ergo os olhar para o céu
Peço perdão a quem sofreu
Com estas malditas cartas de amor.

Não me tenham algum rancor,
Ainda não as esqueci:
As minhas cartas de amor...

Maria Valadas


Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.