**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Quando o Escritor já não for lido

Quando eu já não for lido ou que me aperceba que a qualidade dos meus textos já não me identificam, deverei ter o discernimento de não escrever mais!

Até lá, jamais deixarei aprisionar o meu pensamento, a minha palavra!

Sou um escritor humilde usando a discreção no meu percurso, mas não abdicando da minha Liberdade!

José Manuel Brazão
Lisboa, 22.Mar.2009


Momentos de Glória (Glória Salles)

Este é o momento certo para escrever algumas palavras sobre a Glória.

Com a minha entrada no Luso-Poemas a Glória foi uma das primeiras visitas à minha página (ela chama escrivaninha) e ao meu Blog.

Começou a apreciar o meu trabalho de uma forma calorosa, tão calorosa que cheguei a dizer-lhe: se ela não estaria a exagerar nos comentários!

Ela dizia que não, porque aprendia muito com a minha forma de escrever simples e natural! Sem dúvida que ler esta afirmação cala fundo quando vem de uma grande Poeta, reconhecida por todos nós!

Mas o meu texto é para falar da Glória mulher!

Não ofendendo ninguém ela é ímpar entre as pessoas que conheci na minha Vida.

Pessoa de grande humildade, parecendo forte é frágil! Mulher carente de mão amiga, que a compreenda, a aconselhe e que lhe dê o afecto mimado que precise na hora!

Mulher com grande notoriedade no Brasil, aí tem sido muito perseguida – por ser mulher – difamada e insultada, por uns identificados e por outros - cobardemente – no anonimato!

Destes últimos direi apenas, que eles tentaram fazer isso no meu Blog no espaço de textos da Glória.

Glória dizia-me para não pôr textos dela e que retirasse aqueles cujos comentários eram de baixeza, porque poderiam prejudicar a imagem do Blog.

Nunca o fiz e pelo contrário continuei a publicar os seus trabalhos. As vozes calaram-se!

A partir daí e segundo ela não mais esqueceu a minha posição e é uma terna Amiga!

Por razões de doença familiar não tem aparecido com frequência, mas continuamos em contacto assíduo.

A forma como me trata é inexplicável. É uma pessoa muito grata a quem lhe faz bem – devido ao reverso da medalha - e na hora está sempre com ela!

Tenho-a sempre presente e preocupo-me com os seus momentos frágeis!

Glória é uma mulher e uma poeta que só merecia ter momentos de glória.
Pela minha parte, ela receberá sempre a minha solidariedade e o meu carinho retribuído.

Guardo comigo muitos escritos avulsos que ela me enviava diariamente e termino este modesto tributo citando um deles:

“Que só poderemos considerar a vida
realmente vida, se além da beleza das
palavras e dos pequenos gestos,
tivermos sobretudo, a poesia
encantadora dos verdadeiros encontros..
É verdade, um dia nos encontramos...
Que essa amizade dure...” (Glória Salles)


José Manuel Brazão
Lisboa 11.Dez.2008

Ahhhh Zé, grande e querido amigo.
As pessoas, os amigos, se perdem pela
estrada não é?
Só ficam mesmo aqueles q reconhecem a importância das pessoas q passam por
suas vidas...
Descobri que a Net TAMBEM é isso:
um grande mar onde pessoas que nunca
se viram, se encontram e de repente
fazem tão bem uma a outra, as vezes
com um simples “Bom dia“.
Nem todos temos a sorte de encontrar
as pessoas certas, mas às vezes somos
presenteados como se fossemos sorteados
por ELE (Papai do céu)...
Saber q você existe Zé, que alem de virtual,
é real, me deixa com o coração leve, feliz.
Meu dia tem outra cor e outro sentido, acredite.
Não porque me presenteia como agora, me emocionando.
Não.
Mas pelo grande, generoso, sincero amigo
que és.
Nós nos encontramos!
E isso é lindo, você não acha???
Espero que queira continuar a mergulhar
nesse mar imenso e cheio de surpresas junto
comigo pra sempre...
Meu carinho, sempre...Sempre. 

Glória Salles


Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.