**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Olha que não estás só!

Durante muitos anos ficamos com a ideia que estamos muito acompanhados.
De facto, fisicamente, assim acontece. Mas com o tempo constata-se que são tudo aparências, criando a imagem que tudo vai bem!

Os dias tornam-se cinzentos sem a presença daquele Sol que desejamos, que nos conforta.

Há quem diga “a vida é bela”: são optimistas ou até conformados porque não conheceram (ainda) os obstáculos que ela nos apresenta, muitas vezes, surpreendentemente!

Acredito na vida, na minha vida, mas tenho consciência que não se contornam os tais obstáculos; temos de os superar!

Neste nosso caminho (a vida) encontramos muitos atalhos – os encontros e os desencontros – e ficamos inquietos qual será o atalho conveniente!
Por vezes, escolhemos aquele que nos parece o mais acessível. No entanto o indicado ficou para trás ou será mais adiante.

Já tive muitas interrogações (hesitações), porque não sou um homem de certezas, mas de convicções. Só que estas últimas não surgem – como seria desejável - na altura certa!

Na vida conhecemos pessoas que admiramos e outras que passamos a amar!
Com umas pessoas tenho obtido desilusões, mas em compensação com outras conquistámos uma fidelidade que só pode ser amor. Darmo-nos todo sem limites. Pessoas que ficam gravadas na nossa existência.

Quando a nossa idade avança, isso fica mais gravado, ousando dizer que inesquecido!

Há momentos que me sinto só (apenas um estado de alma)!
Aparece alguém que nos diz: “ Olha que não estás só... “!
São os meus companheiros de verdade. Aqui renasce Amor...!

José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.