**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Voltarei...




Sinto na minha alma
o eco das tuas palavras,
palavras vividas
sofridas por uma vida
sem sentido,
sem amor,
mas com esperança!

Vida por viver,
mas sonhada!

Através dos sonhos
de cada dia,
constróis os castelos
do carinho, do amor
que deste,
mas não recebeste!


Sinto ainda
o eco das tuas palavras
envoltas em lágrimas
que lavarão o passado,
para olhares o futuro,
com ansiedade...

Meu amor
não aguento mais
Estar longe de ti;
Voltarei sim
com o direito
à nossa felicidade!

José Manuel Brazão

2 comentários:

  1. Que poesia linda, romântica, de entrega e triste pela dor da saudade. Lindos versos poeta Manuel. Vez por outra te comento na Casa da poesia, mas hoje resolvi te fazer uma visita, para te desejar um 2013 maravilhoso, de muito amor, paz, saúde e muitas conquistas. Um carinhoso abraço poeta.
    http://poesiasesonetos.blogspot.com.br

    *Ficaria muito feliz com sua visita em meu blog.

    ResponderEliminar
  2. Pensei em voltar
    Retomar as rédias da minha
    felicidade...

    Deixar de lado a maldade
    e me entregar...

    Pensei voltar
    Sentir os ecos da poesia
    e causar
    sonhos e fantasias
    que embalam a vida...

    Pensei voltar
    Pra junto dos versos,
    e dos ecos das palavras...
    Que tanto me fascinam!

    Ah! pensei voltar
    dar sentido aos sentimentos,
    ao amor e a esperança...

    Então penso
    como é difícil
    ficar longe de um amor,
    mas mais difícil é a dor
    de ser incompreendido...

    Então, digo
    Voltarei sim...
    Assim que tiver
    certeza...
    Que será só felicidade...
    Me aguarde...
    Estou voltando amor...

    Sueli Rodrigues


    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.