**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

domingo, 10 de junho de 2012

A Poeta Rosa D Saron e EU



O primeiro José da minha vida foi marcante
Se ele não existisse, eu também não existiria.
Ah como eu o amei!
Ele me dava tanto carinho e amor
Por ele eu vivi
Pois vida ele me deu!
Depois veio meu irmão
Menino levado, mas meigo e simples.
Era festa o tempo todo
Apanhar de mim era sua sina!
Depois veio o amigo
Aquele da turma do colégio
Ah José atrevido!
Estava sempre querendo
Colocar a mão onde não devia
Por isso sempre levava uma surra
Dessa menina levada e sabida!
Mas adiante houve o primo
Querendo regalias
Coloquei-o pra correr
E mostrei quem é essa menina!
Depois veio o moço todo alegre
Pedir minha mão em namoro
Olhei bem para seu rosto
Com um sorriso de descrença
Quem ele pensava que era
Para querer minha atenção?
Eu era filha de carreiro
Andava de pé no chão
Mas boba eu não era
Para me enamorar de um bonitão
Se ele pensava que dinheiro me comprava enganou-se de montão
Ser pobre era minha sina
Mas ser pobre com dignidade
Era o trunfo da minha mão.
E os anos foram se passando.
Veio muitos outros
Até que apareceu
Um amigo
Do outro lado do mar
Esse valeu esperar
Gentil, carismático, sorriso lindo,
De semblante resplandecente
De uma doçura sem igual!
Está sempre presente
Mas parece uma canção!
Esse amigo é um poeta
Falar de amor é sua missão...
Ele é nada mais nada menos
Que nosso querido


“Jose Manuel Brazão”


Dedico esse poema ao meu amigo Jose ...ele foi um dos primeiros amigos aqui conquistado e está guardado dentro do meu coração!


Rosa D Saron
21/03/2009
------------------------
Um amigo é um anjo qe sempre está do nosso lado mesmo estando distante...

Obrigada meu doce amigo...amei esta dedicação e nunca a esquecerei como nunca serás esquecido pois mora aqui no meu coração!

Beijos ternos!
Rosa 


Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.