**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Sofrer pela distância!

Se eu pudesse …
vestia o teu corpo
de rosas vermelhas!
Olhava-te,
seduzia-te …

Ao meu redor,
exalava do teu corpo,
o aroma das rosas.

Desse corpo
de incontida paixão,
tirei uma a uma,
cada rosa vermelha.

Teu corpo ficou belo,
muito belo …
sofri,
perante o meu oásis!!!

José Manuel Brazão

1 comentário:

  1. Olá José Manuel! Passando para apreciar este teu belo e profundo poema e, especialmente, para te desejar um excelente Natal e um magnífico 2014, repleto de muito amor, paz, saúde, felicidades e realizações, extensivo a todos os teus familiares.

    Abraços e fiques com Deus.

    Furtado.

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.