**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

domingo, 9 de junho de 2013

A Vida sorriu para mim!

Pouco pedi à Vida,
apenas aquilo
que fosse merecedor!

Pacientemente
aguardei os momentos,
doando
o que meu coração
um coração sofrido,
mas sempre pulsante,
nas mãos da Vida
entregava esse amor,
que guardo
no cofre da minha alma!
Recebi
mais do que esperava,
mas senti
que foi tudo o que mereci!
E assim
a Vida sorriu para mim
e eu abraçei esse amor
que não me larga, a Vida!


José Manuel Brazão

1 comentário:

  1. Querido Manoel!!
    Tenho por ti verdadeiro apresso.
    Amo teus poemas...teus trabalhos.
    Recebas meu fraterno abraço.
    veraportella

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.