**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Minhas lágrimas

Não sei quantas já derramei,
nesta minha Vida
de Homem e Poeta,
mas todas foram sentidas
por alegria ou tristeza!

Lavaram minha Alma,
aqueceram meu coração,
enriqueceram o amor em mim!

Por muitos chorei
sentindo os seus sofrimentos,
as suas horas de desespero,
angústia, melancolia
e mais chorei
quando me sentia
impotente para ajudar!

Aí ficaram retidas
no meu amor em silêncio,
nesse silêncio interior,
que eleva a minha Alma!



José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.