**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sábado, 30 de abril de 2011

Gritarás à cidade



Gritarás à cidade
a tua felicidade,
por uma vida sonhada
e agora conquistada!

Teu corpo
girando, girando
verá o Mundo
a teus pés
e o eco das tuas palavras
soará:
“sou muito feliz contigo”!

José Manuel Brazão






Queremos...



Delicadamente abro-me
Sinto o gosto de teus beijos,
o leve invadir de teus dedos
Do gotejar de teu prazer
no pulsar de tua vida dentro da minha

Descobre minha carne
Toca minha pele
Suga minha alma
Alimenta-te de meu ventre
Sacia-te em mim

na ardência louca da paixão
Em ritmo compassado
o ápice de corpos em uníssono
Latentes, extasiados...ávidos
Gozantes...

Anna Carvalho


[....]

Sonhei com um lugar
somente nosso,
onde vivessemos
olhos nos olhos
os silencios
dos nossos pensamentos.

Uma distância que nos separa,
uma vontade que nos aproxima,
um desejo que nos une!

Cada dia que passa
existe ansiedade neste viver
em que sabes
que o meu coração é teu.

E junto de ti
apenas desejo,
que o meu sorriso final
seja em teu braços ficar!

José Manuel Brazão


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Esse teu amor!



Como sofres,
por esse amor…!

Um dia radioso,
como mereces,
ou um dia
para continuar a esperança,
de um amor ainda para viver,
mas para ser ardente,
caloroso, vibrante,
de braços abertos,
sorrindo
como grande amante
do teu destino,
na busca desse amor
eu estou aqui
te esperando!

José Manuel Brazão


Tuas palavras


Tuas palavras fazem raiz dentro de mim
Palavras de amor, que sou aprendiz,
Me diz enfim o caminho certo
Entrego o meu corpo por completo

Doçura que sussurras em meus ouvidos
Palavras do amor que embriaga meus sentidos
Gemidos, que são suspiros do desejo
Estampados em meus olhos no silêncio

Tuas palavras fazem amor em mim,
Palavras nuas que seduzem pensamentos
Amor perfeito, cultivado com respeito
Adubado com saudades, enraizado em meu peito.

Anna Carvalho


[....]

Quando te leio,
tuas palavras
escorrem doçura!

Mulher bela
de sorriso natural,
ternura,
dás à tua beleza
o que vai na tua alma!

Olhas-me e serenas
apenas com o meu olhar!

É apenas o olhar,
porque meu coração
é um coração sofrido!

Aguenta
com as tuas doces palavras 
e a ti me entrego...

José Manuel Brazão

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Visto-te !

Visto-te
de rosas vermelhas
para sentires o seu aroma,
o nosso perfume!

Visto-te
de rosas vermelhas
quando digas:
“precisava tanto”...

Visto-te
de rosas vermelhas
quando uses “Para ti”.

Visto-te
de rosas vermelhas
quando pensares
na minha voz,
nas minhas palavras...

Visto-te
de rosas vermelhas
quando não me vires,
mas pressentires.

Visto-te
de rosas vermelhas
enquanto houver amor!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Morrer por amor


Despeço-me das
Horas vagas,
ociosas, de contemplação
sagrada..
Olhando em mim
Só vendo a ti
Desinibido,
nu
enrolado
em minhas pernas
pequenas, sedentas de toque
e de calor..

Despeço-me da fantasia
De sonhar acordada
De afagar ilusões.
De embalar a dor
da ausência e da distância.
Despeço-me do medo
de saltar rumo ao que virá..
Queimo a página do talvez.
Do ontem esqueci
Do amanhã eu nada sei...
Do hoje desaprendi
o idioma do adeus.
Só entendo que é seguro
morrer de amor
nos braços seus...

Sandra Freitas 


[...]

O amor sentido
por mim
não se explica,
sente-se…

Penso
nas tuas palavras
de encanto,
paixão e amor!

Preciso de ti
sem limites,
hesitações
ou recuos!

És o meu amor,
amor da minha vida!

És o meu amor,
que por ti daria vida!

És o meu amor.
que por ti,
estou preparado
a morrer de amor!

José Manuel Brazão

Tens tudo para ser feliz!


Páras o olhar
nesse horizonte
em pôr do sol!

Meditas
nos teus sentires,
desejos, sonhos lindos
em tons de verde,
de desejada esperança!

Tens o Sol a sorrir,
a Lua contemplar,
um filho que te ama,
um companheiro
que é  o teu véu
o teu abrigo,
porto dos teus sonhos
e das realidades,
que serenaram a tua Vida!

Tens tudo para ser feliz
e assim será!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Você é a razão


A causa de estar sonhando acordada é porque você existe na minha vida. O motivo dos olhos brilhantes; o lindo sorriso espontâneo estampado nos lábios demonstra o quanto é bom ter alguém especial. Você é o princípio natural da vida, a causa da minha alegria!


Você é a minha razão, do amor-perfeito, do relacionamento certo. Você é a razão do amor que me envolve, a razão do sentimento que brotou em meu coração.


Confesso: jamais pensei que voltaria sentir o amor em meu peito. Sim, sou uma mulher forte, mas me entreguei, me envolvi. Hoje, agradeço a Deus por ter-me mostrado que estou viva! Nunca morri, apenas adormeci perante a vida.


Você é a razão de estar sonhando! Obrigada!

Graciele Gessner




[...]



Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Conhecemo-nos
tão bem,
como se vivêssemos,
juntos
cada instante da vida!

Distante
vivo as tuas amarguras,
os teus dilemas,
o querer e não poder,
que por vezes
penso :
estamos tão próximos!

São os meus pensamentos,
distante de ti!
Estou cansado de sonhar,
mas vivo para te amar!

Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Aguardo o teu sorriso!

José Manuel Brazão



domingo, 24 de abril de 2011

O tempo passa...





O tempo passa
e no meu silêncio
amo a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!
Vivemos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!
Unidos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
da nossa Vida
Hoje aqui...
... me esperas:
não demoro
tu só podes esperar
por toda vida.....

José Manuel Brazão




[....]

O tempo escorre no vão dos dedos,
Há tanto amor no teu silêncio
Admiração em teu olhar profundo,
Que me desnuda a alma num segundo
Na ardência de um amor desejável
Anseio o doce toque dos teus beijos
Entregarei corpo, alma e desejos
Na essência de nosso sentimento
Dois enamorados numa só vida
Unidos em sonhos e pensamentos
Se espero pela vida, não tardes
Vem pra mim enquanto há tempo!

Anna Carvalho

sábado, 23 de abril de 2011

José Manuel Brazão deseja:




TEMPO DE MUDAR

perguntaram para Deus...

O que mais te intriga nos seus humanos?
Deus respondeu:
Eles fartam-se de ser criança e tem pressa de crescer, depois suspiram por voltar a ser criança.
Primeiro perdem a saúde para ter dinheiro e logo em seguida perdem o dinheiro para ter saúde.
Pensam tão ansiosos no futuro que descuidam do presente e assim, não vivem o presente e nem o futuro...
Vivem como se fosse morrer e morrem como se não tivessem vivido...
Reflita sobre isso, pois você ainda tem tempo para acertar sua vida, todos os dias quando você
acordar receba o mais belo de todos os presentes...
A dadiva da vida...
Deus lhe deu e você à administra, faça com que realmente valha a pena...

(Monge Tibetano Dalai Lama )





Quereres e sentires!

Como eu desejo teus beijos!
Beijos inteiros, arrepiantes...
Boca que me engole, 
beija com fome

Ah, quero beijos e dedos!
O toque teu na minha pele,
o deslizar no dorso, nas coxas
tateando as curvas e contornos

Quero sentir o teu corpo,
enlouquecido em desejo
misturando fluidos e bocas 
entrelaçando corpos e dedos

Ah, quero teu corpo por inteiro!
com o teu melhor beijo,
nos prazeres mais intensos...
te quero todo aqui dentro!


Anna Carvalho



[....]

Meu amor,
meu desejo por ti
não tem limites,
não existem espaços.

Sei bem
onde te procurar
nos momentos insaciáveis
em que queres
te jogue na cama
te dispa,
te ame,

orgasmos
e enorme prazer!

Olhas para mim
e teus olhos falam:

te quero todo aqui dentro!


José Manuel Brazão

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Feliz Páscoa: Abro-me ao Mundo!



São os meus desejos
José Manuel Brazão


Abro-me ao Mundo

Sonhando
vou por aí,
sinto-me
entre a terra e o céu!

Percorro
montes e vales,
rios e oceanos,
países e continentes.

E o que vejo?

Fome e miséria,
iminentes mortes.

Bem –estar,
muito bem-estar,
ignorando os carentes.

Atroz egoísmo
num planeta
com guerras,
ódios, invejas;
amor onde paras?

O sonho
vai partindo
e deixa-me a imagem
de que existem dois mundos!!

José Manuel Brazão

Quem me dera encontrar o verso puro...





Do teu deslumbramento
pelo Poeta,
do teu encantamento
pelo Homem,
nasceu o verso puro,
um grande amor!

Senti em ti
a Luz que me faltava
que me daria paz e amor!

Tanto que nos amámos
e nos entregámos
a um amor ardente
com a paixão latente!

Tu e eu
aos olhos mundo
vivemos
as raízes desse amor,
que deixou marcas
em nossos corpos
nunca desvanecendo,
porque choramos
isto que sentimos:
angústia, nostalgia,
desejo de reviver
e partilhar esse grande amor!

Quem sabe...

José Manuel Brazão

Poema baseado na seguinte frase:
"Quem me dera encontrar o verso puro, o verso altivo e forte, estranho e duro, que dissesse a chorar isto que sinto!"


Olhos que confessam!



O que meus lábios não dizem,
meus olhos confessam


Quando sussurras palavras de amor,
o desejo em meu corpo é evidente
e em ti escorre a libido latente


Das palavras que excitam o meu seio,
a boca transborda em gemido alucinado
em teu corpo, labirinto do pecado
as unhas marcam a pele com vontade


Ah, quanta vaidade de palavras!
a boca que deseja dizer tudo,
acaba por não dizer nada
já os olhos falam tanto,
que lhe faltam as palavras...


Anna Carvalho




[....]


Teus olhos
me fascinam,
me encantam,
eles confessam!


Teus olhos
falantes,
estonteantes,
sorriem
e cria em mim
a esperança
do nosso bom viver!


Teus olhos
são mesmo
o espelho da tua alma!


Eles reflectem
bondade,
generosidade,
amor,
muito amor!


Com uns olhos assim,
resisto a dizer:
que bom seres
o amor da minha Vida!


José Manuel Brazão

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Entrego-me a ti, Zac!


Nesta vida de poeta
escrevendo o amor
que vivo e partilho,
não recebo de quem gerei,
ajudei a criar, crescer
e evoluir!

Na minha vida
dou-me a outros
que me amam
e vêem em mim
o pai que não tiveram
durante o seu desenvolvimento
na estrada da Vida!

Meu querido menino (Zac)
olhas para mim,
beijas-me
amas-me
e sentes a minha presença
nesta caminhada
entre alegrias e tristezas
em que te dou um sorriso,
uma LUZ de esperança,
enquanto o tempo
for tempo para mim!

José Manuel Brazão





COMO TUDO QUE DE TI VEM, ZÉ, PURÍSSIMA EMOÇÃO!!!
Beijos com carinho.
Marilândia

Olá Mari

Já escrevi muitos poemas para crianças, mas este foi um dos mais belos pela emoção!

Beijo com carinho
do ZÉ

Onde eu estava com a cabeça?



Onde eu estava com a cabeça,
quando deixei que você me abraçasse,
me apertasse como se o mundo fosse acabar?

Onde eu estava com a cabeça, quando te roubei
um beijo, e num lampejo, você me devolveu
saboreando meu gosto de flôr e fruta?

Onde eu estava com a cabeça quando marquei
nosso encontro, e nossos abraços se acharam
nossas pernas se enroscaram, e tudomais podia esperar?

Onde eu estava com a cabeça, quando te dei a chave
de mim, e você abriu, dormiu, amou, morou e partiu?

Onde eu estava com a cabeça?
No pescoço?
Nas Nuvens?
Não.
Por certo, no lugar de sempre,
no coração.

Sandra Freitas



[....]

Nasceu este amor
como gratidão ao Sol!

Iluminou 
nossas almas
que andavam desavindas.

Cresce este amor,
entre lágrimas
e sorrisos.
Dei-me todo
a esta paixão,
que não pára
neste palpitante coração!

Choras,
porque o desejas,
mas …
Vestes o silêncio
e amas …

Guardas para ti
este amor,
esta loucura,
esta paixão...

... e a tua cabeça
está sempre
nos nossos corações
!


José Manuel Brazão

Apenas Deus é meu Pai!





Graciele Gessner







És a mulher
que continuarei a amar,
por seres uma lutadora,
me enchendo a Alma
de beleza,
a mulher ideal,
que me ama no seu silêncio,
sabendo que estou sempre
com ela
e por ela!

Cedo
começou a sua caminhada
muito só,
apenas com sua Mãe
e eu
que lhe apareci
como companheiro
das suas horas
de angustia,
tristeza,
mas sem deixar
cair os braços,
tropeçando aqui ou ali,
avançou vislumbrando
um raio de Sol
que lhe aquecia a Alma,
Olhando para mim
com um sorriso de conforto
e foi vivendo...
... e sempre me dizendo:
...
apenas Deus é meu Pai!

José Manuel Brazão




Zé,
Há amores que são eternos, amor companheiro com quem se pode ver o motivo para sorrir, com quem se sabe que pode contar as dores, os medos...isso é benção!
Lindo amor descrito em teus versos.
Beijão.
Anna Carvalho