**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O que vejo em mim...

A vida é caprichosa,
nem sempre generosa,
mas sempre carinhosa!

O que vejo em mim?

Tenho a vida
como um caminho
onde procuro Luz,
encontrar-me:
viver o que não vivi,
amar quem não amei,
corrigir o que não corrigi,
estar ao lado dos fracos,
dos que não têm voz
e esperar…

Com fé e esperança,
Ele há-de sorrir-me,
proteger-me,
orientar-me!

Pareço não ter nada
e tenho tudo…
pão e amor!

José Manuel Brazão

1 comentário:

  1. E como é caprichosa esta vida e cheia de suas artimanhas. Lindo poema. Parabéns!

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.