**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Silêncio em nós!

Passeio
e sento-me à beira do mar.
Vejo meu corpo
reflectido na água;
um corpo só!

Vagueio
meus pensamentos,
por tanta gente
que conheço,
que eu amo!

Medito
porque vejo meu corpo
reflectido na água;
um corpo só!

Tu:
amor, por onde andas…?

José Manuel Brazão


[....]

Ah, amor!
Porque atormenta-te em vão?
Já és dono de minha alma e meu coração
Tens procurado ao teu lado
o que já encontraste dentro de ti?

Procuras-te tanto tempo
entre versos e ventos,
E quando a vida te dá por provento
Te torturas entre lamentos?

Sou do mar a onda
que vem ao encontro dos teus beijos
Leia as linhas do tempo,
Saiba ouvir meu silêncio
Não te quero por apenas um momento
A vida inteira ainda será pouco tempo!

Anna Carvalho

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.