**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Ando triste!

Uns dias
pareço um Sol,
noutros dias
pareço uma escuridão!

Não sei
como estou assim,
eu, que sou um girassol,
procurando a Luz
e dou amor sem fim!

A vida é bela,
agarro-me a ela
para não ficar assim:
ando triste
e o amor?
Esse permanece intocável!

José Manuel Brazão

1 comentário:

  1. Como é bom sentir assim
    um amor intocável...
    fruto construído dia a dia...
    com versos intensos
    cheios de carinho e sedução...
    Assim continue amigo poeta,
    Girassol a procura de luz,
    espalhando amor pela imensidão
    sem se importar até onde irá alcançar...
    Maravilha de poesia, só poderia ter
    vindo desse poeta que é puro amor!
    Intocável...
    Amei!

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.