**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Sinto na alma a ânsia de navegar


Olho este mar imenso
e sinto na alma
a ânsia de navegar
nas águas profundas do teu ser!

Antes fui porto de abrigo
do nosso amor,
hoje és tu o porto seguro
que acolhes meu corpo
e não hesito em navegar,
quando a saudade vem visitar
e ainda não conseguiu apagar
a tua imagem e o teu olhar!

José Manuel Brazão



1 comentário:

  1. O romantismo continua sendo sua marca né!!!! Lindo poema!

    bjsMeus

    Catita

    ResponderEliminar

Muito obrigado pela sua visita. Deixe o seu comentário por favor.