Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Esse corpo por mim amado

Vivo momentos angustiantes
de não ter-te perto de mim!
Sei que sentes o mesmo
e sofres no teu silêncio
este amor sofrido
mas vivido
como queremos amar,
sonhando
com os quereres, os sentires,
os toques, os sabores,
que um dia serão realidade
num distante que se fará próximo
e eu terei
esse corpo por mim amado!



José Manuel Brazão

terça-feira, 28 de junho de 2016

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Teus olhos verdes

Teus olhos
me fascinam,
me encantam,
eles confessam!

Teus olhos
verdes, falantes,
estonteantes,
sorriem
e criam em mim
a esperança
do nosso bom viver!

Teus olhos
são mesmo
o espelho da tua alma!

Eles reflectem
bondade,
generosidade,
amor,
muito amor!

Com uns olhos assim
e uma alma pura
és o amor da minha Vida!


José Manuel Brazão

sábado, 25 de junho de 2016

Vens do mar

Vens do mar,
desse mar imenso,
que nos distancia,
mas nos aproxima!

quando nos vimos
em poucas palavras
nos sentimos
com carinho,
afecto,
fraternidade;
uma doce amizade!

Te vi como um anjo,
mas vieste do mar
e serás uma sereia de amor!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Sou o teu amanhecer

Acordas
e o Sol entra,
poisa no teu corpo,
que já tens o meu junto de ti,
sentes teu coração ainda mais quente,
num amor ardente,
que abraças como sonharas
e Ele te trouxe!

Viste em mim,
que sou o teu amanhecer,
e tu e eu renasceremos
para a Vida rumando,
esquecendo o passado,
vivendo o presente
e ansiando pelo futuro!

Sou o teu amanhecer
e viveremos
novas primaveras
de harmonia, paz
e amor iluminados!

José Manuel Brazão

domingo, 19 de junho de 2016

Quando te vejo...


Quando te vejo
fico triste
pela mulher que deves ser,
mas que não conhecia...

Todo o tempo
é tempo da descoberta
duma alma irmã!

Por ti
tudo farei
como pelos outros
que  me acarinham
e me entendem,
até eu partir.

Vivo
e convivo
num amor incondicional,
de entrega
que alguns não entenderão,
mas  a voz do meu coração
escolhe o melhor para o meu caminho!

Nas mãos da Vida
e dos outros
estarei sempre
por Amor!

José Manuel Brazão

sábado, 18 de junho de 2016

Pérola com alma

Não precisei
de muito tempo
para te conhecer
e sentir
o que vai na tua Alma!

Fixando os teus olhos
e lendo as palavras
que vêm de dentro de ti,
sei a Mulher que és
e a Alma que interiorizas.

É tão natural na Vida,
que tudo é fácil
de ver em ti!

Não estou só
neste pensamento
de seres
uma pérola com Alma!


José Manuel Brazão

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Momentos


Estou aqui,
mas por momentos,
saio, voo,
procuro novos caminhos,
novas mentes,
novas ideias.
Paro
e contemplo o horizonte,
parece-me infinito!
Não vejo ninguém,
mas sinto alguém!
É o amor
que não me deixa
e partilho-o:
com quem encontro;
uns sorriem,
outros perturbam-se!
Reflexos:
dum mundo distraído,
egoísta,
de costas voltadas,
com poucos guerreiros,
na luta dum mundo melhor!
São momentos,
para a minha esperança.
De tristeza,
mas com a certeza,
que sou um dos guerreiros …

José Manuel Brazão

A chave do meu coração

Tento ser um romântico,
um sonhador,
um crente na Vida
e no amor!

Abri sempre o meu coração,
com sinceridade, verdade,
recebendo desilusões,
por viver ilusões;
tive encontros
e desencontros;
não culpo ninguém!

Eu escolhi os caminhos!
E neste novo trilho,
guardei a chave do meu coração,
até encontrar uma mão
divina para mim!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Perdoa

Perdoa
este amor assim; 
um amor
arrebatador,
sem limites,
mas querendo
teu corpo e tua alma!

Um amor
que sinto
sem saber explicar,
mas apenas viver
com ele e para ele!

Um amor
que morrerá comigo,
porque
só eu o entendo,
só eu o sinto
e quero sofrer assim…

José Manuel Brazão

O verdadeiro nome do amor é cativeiro.
William Shakespeare

terça-feira, 14 de junho de 2016

Pombo com ternura e fome


Apetecia neste dia,
um passeio até ao Tejo
e pelo Terreiro do Paço
andei a pé.
Parei no terminal,
observando aquela sala gigante.
Parando junto de mim
um pombo habitante daquela sala,
que debicava, debicava
e nada encontrava!
Chamei por gestos;
junto de mim parou.
Por largo tempo
não me deixou!
E olhando aquele pombo habitante
de penas azuladas
e iris avermelhadas,
cheio de fome e ternura,
deixando as minhas mãos dar-lhe mimos,
sem voar revoltado;
apenas um pombo esfomeado.
Fiquei agradecido
por este novo amigo.
Lembrei-me das crianças
que nas mesmas condições,
ainda têm forças
para nos lançar
olhares de ternura
aguardando que nossos corações,
se lembrem que elas existem.
No meu regresso
e tendo como despedida
olhares de ternura,
ainda me disse:
“Quando voltares a esta sala gigante,
cá estarei e ficarei junto a ti,
para descansares
e veres que ainda existo;
como pombo e amigo”.

José Manuel Brazão

domingo, 12 de junho de 2016

Dia de Santo António

És o Santo
da minha cidade
(Lisboa),
meu Santo preferido
a quem tenho pedido
a força espiritual!

Nunca me deixaste
por atendido.
Sabes que peço
apenas o que mereço!
Tudo o resto
para dares aos outros!

Aprendi contigo
Que se te ajudasse
nas missões,
agradaria teu coração.

No resto do meu caminho,
de mim não esqueças
e eu continuarei
neste amor,
amor incondicional,
em que tu és Mestre
e eu discípulo!

José Manuel Brazão



quinta-feira, 9 de junho de 2016

O amor meu companheiro


O amor,
sempre o amor!

Tenho vivido
com esta chama…

Não se apaga,
parece eterna,
como o Sol a brilhar!

Vivo
sempre com ele,
não vivo
se ele me fugir!

Mas não foge!
Procura-me.
Porquê?

Vou sempre ao seu encontro,
mas agora
ele não quer sair,
quer ficar sempre!

José Manuel Brazão

Um gesto de amor

A vida nos surpreende
a todo o instante
com situações que não se explicam
naquela hora, mas entendemos
mais tarde a sua razão!

A Vida é uma troca
de gestos, de carinhos
de amor incondicional!

No ontem
cruzámo-nos
e buscavas tudo aquilo
que procuro agora!

No hoje
estendeste a mão
para evitar o precipício da Vida
e estou aqui
sorrindo para ti
com o teu belo gesto de amor!

Grato à Vida
por este momento,
no momento certo
com a ajuda de Deus!

Ele e Tu
ajudam-me a continuar
unidos para sempre!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Mar imenso



Olho para o mar,
perco o horizonte!

Mar imenso
que nos distancia,
mas não nos afasta!

Nosso amor
conhece o mar,
navega nele
todos os dias
da nossa vida!

Não haverá
naufrágio
e chegará a bonança,
as águas acalmarão,
e o meu coração,
liberto da tempestade,
esperará com esperança,
o dia
em que o mar imenso
nos aproximará,
para sempre,
para sempre, meu amor!

José Manuel Brazão

Duas vidas distintas


Duas vidas
que se encontraram,
para viver uma vida
muito especial,
com amores
de forte convicção!

Duas vidas,
um destino:
duas almas,
que lutam
por um ideal,
uma vida sem igual!

Duas vidas distintas,
num amor comum!

José Manuel Brazão

terça-feira, 7 de junho de 2016

Amores pela minha Poesia

Existem amores
pela minha poesia!
Mulheres
que me esperam
com a minha poesia!

Tão simples
escrever sobre a vida,
como grandioso
o carinho
destas mulheres,
que não esquecem
a minha existência,
que me reconfortam,
por valer a pena
a minha persistência,
com sentimentos coerentes,
para estes amores ardentes!

José Manuel Brazão

Esse amor...

Como sofres,
por esse amor…!

Será justo
amar-se sem limites,
longe,
longe desse dia…

Um dia radioso,
como mereces,
ou um dia
para continuar a esperança,
de um amor por viver,
mas para ser ardente,
caloroso, vibrante,
de braços abertos,
sorrindo
como grande amante
do teu destino,
na busca desse amor!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Estrelas sem céu


Quis parar neste tempo,
olhar pela sua memória
e recordar tempos de outrora,
de passado recente,
tempos de agora!

Vi muitas estrelas na vida,
que brilhavam
iluminando meu corpo e alma
e outras apenas meu corpo.

Foi um desfile constante
em muitas noites de luar,
mas algumas
não brilhavam como outras!

Passou tempo...
E hoje entendo
que já não brilhavam,
porque se escondiam
com vergonha
do mal que me fizeram...

Afinal
eram estrelas sem céu!

José Manuel Brazão

Vamos semear amor

Nas minhas palavras
existem sementes da Vida,
que vou deixando
por aqui, por ali,
sempre na esperança
que elas se multipliquem
para cada um colher o fruto,
que antes eu recebi
e que ao longo da Vida
fui partilhando
como uma benção,
que só o meu coração
sabe explicar!

Um fruto amadurecido
que nem todos provaram,
mas outros sim;
não conhecem outro igual:
o amor incondicional!

José Manuel Brazão

sábado, 4 de junho de 2016

A lágrima que sorri


Juntos
no nosso jardim,
contemplamos a Natureza,
a sua rara beleza
e recordamos
os momentos felizes
que vivemos
por outro bem
que é o Amor!

Nunca esqueceremos
esses momentos
emocionantes,
de encantamento,
de fascínio apaixonante!

Olhamos
e em cada um de nós,
rola
uma lágrima que sorri…!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 3 de junho de 2016

O amor e o destino



Ele e eu
sabemos quanto a amei!

Vivi
por ela e por eles
(meus filhos),
mas a Vida
assim não quis!

Pensei em Amor
muito amor,
mas não soube dar
ou não souberam receber!

Porquê?

Passo os dias
e as noites
nesta labuta com a minha mente!


Entrego-me
sem pedir nada,
apenas momentos,
que me sosseguem!

Uma vida percorrida,
com poucas alegrias,
algumas tristezas
com o isolamento
necessario e apenas
o Sol para me iluminar
e o amor incondicional
para me confortar!

José Manuel Brazão


Um poema para a minha ex-Mulher Isabel, Amiga e Mãe dos meus Filhos João, Pedro e Paulo *

LU - um anjo na Terra

Mulher de muita força
que não pára…
corres na Vida
para cuidar de tudo e de todos:
Tuas Filhas e teus Netos
E até de mim!

És minha protetora
Cuidando de mim
Com muito carinho,
Que me serena
E me deixa confiante!

Teu companheiro
E meu Irmão
Neste Universo,
Sorri tranquilo
E muito iluminado,
Pelo amor e força que te envia!

Sinto-te muito,
Admiro-te com carinho
E acompanho-te sempre!

José Manuel Brazão


Para ti LU  Maria Luisa Brazão
Maria Luisa Brazao Meu querido cunhado muito obrigada pelo teu carinho mas não mereço tanto. Sabes que eu sou uma chorona quando me tocam no meu sentimento. Adorei obrigada mais uma vez. Beijinhos

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Procuro a felicidade!


Durante esta passagem pela Terra que a tenho procurado, mas não a tenho encontrado e muito menos conquistado. Já cheguei a pôr em dúvida a sua existência ou que se tratasse duma miragem, dum mito!

Lendo recentemente pensamentos de humanistas que sempre admirei, parei e reflecti sobre alguns:

“Não existe caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.”
(Mahatma Ghandi)

“Nosso cérebro é o melhor brinquedo já criado: nele se encontram
todos os segredos, inclusive o da felicidade.” (Charles Chaplin)

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.” (Francisco Cândido Xavier - Chico Xavier)


Procuro na utopia … ser feliz

Procuro sonhando
o que não encontro acordado.
Sonho com a vida
que me falta conhecer;
Sonho com as pessoas
que amo em silêncio
e que quero ajudar:
amando!
Sonho com as pessoas
que me ouçam,
me entendam.
É bom sentir-me vivo,
olhando para trás
e vendo
que não posso viver
um novo começo,
mas que posso viver
um novo fim.
Procuro na utopia,
a esperança
de ser feliz,
serenamente …

José Manuel Brazão
22.04 2005

Esta vida que é um caminho percorrido por nós com muitos erros, muitas distracções e, pior que isso, com invejas, intolerâncias, ódios que não contribuem para a paz e harmonia entre os Homens e, consequentemente, no Universo.
Nesta fase da minha vida resta esforçar-me por conhecer melhor o caminho (Ghandi), tentar descobrir o segredo ( Chaplin) e fazer um novo fim (Chico Xavier) e continuar a conquistar momentos felizes.

Momentos felizes, sim!

José Manuel Brazão

Adorei ler-te querido ZÉPOETA!
Olha, não te conheço pessoalmente, não sei de tua vida, dos amores, das alegrias, das solidões, das dores, das felicidades que já tiveste. Não sei de nada disso...sei apenas que já conheço-te por teus versos belissimos, tuas frases poéticas transcendentais, e falo isso de coração aberto...não generoso... mas verdadeiro!
Só sei que acho que tens uma vida inteira ainda pela frente e que o amor que vive eternamente no teu coração e na tua alma tenho a certeza que ainda te darão momentos felizes...muito felizes e que hás-de amar e ser amado como mereces...como merece alguém que tem tanto amor para dar, que escreve o amor com tanta meiguice...com tanto brilho!
te aplaudo meu querido amigo poeta e deixo aqui um beijo grande e um carinho na tua poética alma!
Celina Vasques

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA 2016



CRIANÇAS EM MIM!


Meu anjo
seres criança
é um raio de esperança
Que guardo em mim!

Seres criança
e o meu anjo
no meu corpo e alma!

Seres criança
e teres amor por mim
me deixa sem jeito
me deixa
eternamente em ti!

José Manuel Brazão 


Vejo nas crianças pétalas de amor duma flor especial VIDA.
Com isto renasce em mim a esperança e já com saudades do futuro.

A todas as crianças da minha Vida; em especial aos meus Netos João Afonso e Catarina!