**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Assim sem nós juntos, nada resta...

Vivemos um ontem
como se não houvesse tempo,
mas todos os instantes foram encanto,
e hoje distantes existe o espanto
da ausência com uma presença desejada,
em que ambos pensamos
que o amor viverá sempre em nós
como raízes profundas duma árvore especial
a Vida,
que assim sem nós juntos, nada resta...

José Manuel Brazão

Sonhos meus


É bom sonhar...
E ficamos com a sensação
duma vida ideal,
mas no acordar
vimos o real e aí
só há um caminho:
coragem e superar,
recolhendo as pedras
que encontrámos
e ignorámos
que serão um monte de ilusões!

Caminho livre
e avançamos
renovando a Vida,
dos hábitos,
das atitudes
e até seleccionando
os Amigos
- aqueles da forma pura de amar –
e a Vida sorrirá,
o Sol abrirá
e a Lua contemplará!

Olhando para trás
veremos o tempo perdido
e aprendido,
mas saberemos
que todo o Tempo é tempo
de corrigir o que errámos
e ver como a Vida se tornou mais bela!

José Manuel Brazão

domingo, 28 de fevereiro de 2016

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Coisas da Vida

Há coisas que nos levam,
pela entrega que demos,
usando empenho,
carinho, amor
como se fossem um filho!

Assim uso na vida
as forças e os sentimentos
para o desempenho
de missões no meu caminho!

Dou tudo de mim,
o corpo e a alma,
sempre com um sorriso
no equilíbrio
do querer, do acreditar
para servir causas
a bem do próximo,
para meu contentamento
e encantamento!

Quando se aproxima o fim,
meu corpo dói,
minha alma sofre;
um pouco de mim
é levado,
perco – talvez- o meu EU
e hesito se recupero
ou se não devo olhar para trás!

E na memória do tempo
apenas sereno,
porque o que perdi
já não é meu,
mas pertence
ao Universo!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A vida parecia-me um arco iris...

Ainda contemplo a Vida,
lembro os momentos lindos,
tento esquecer os errantes,
os que não me ajudaram,
mas por vezes ganho forças
para ver a Vida linda, colorida,
parecendo-me um arco-iris!

Hoje, resta-me
adormecer e amanhecer
e que vejam, sintam
e amem incondicional
quem sou...

José Manuel Brazão

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

A voz do meu silêncio é o meu grito de alma


A voz do meu  silêncio
é o meu grito de alma
vivendo cada dia
de mente serena,
sempre sorrindo
em cada olhar,
gesto,atitude,
calando injustiça,
perdoando aqui e ali
e assim neste calar
não firo minguém!
Deixo o tempo
ser tempo...

José Manuel Brazão


O SILÊNCIO É A GENTILEZA DO PERDÃO QUE SE CALA E ESPERA O TEMPO...
Autor não identificado

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Beijo com saudade imensa...

Penso muitas vezes em ti,
sonho ainda mais,
por não saberes de mim
e pensares que fugi de ti!

Nunca faria isso meu anjo,
meu menino!
Sinto-te
como se estivéssemos juntos,
num abraço longo
como se fosse  eterno!

Vejo-te
olhando meu rosto
e tuas mãozinhas
com carinho em minha face!

Correm-me lágrimas e ouço tua voz:
Choras por estares feliz comigo?

Não consegui responder...

José Manuel Brazão


Meu anjo, meu menino!

Em cada dia
da minha Vida
penso em ti
cada vez nais!

Pela noite
ao deitar
e meditando,
sinto-te em mim!

Peço sempre
para continuares “anjo”;
um anjo daqueles
que não esquecemos
a sua imagem,
a sua bondade
e o seu Amor!

Assim
te vejo em mim
e reza sempre
por tua Mãe,
essa
que que nunca
te abandona
e por ti dará Vida!

José Manuel Brazão


Um momento dedicado aos meus Netos e a todas as crianças que conheci ao longo da minha Vida. Que elas possam viver com a dignidade de cidadãos do Mundo!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=EspVuNuq-y4



quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Amanheceu dentro de ti...

Viste a minha imagem,
que te pareceu;
a luz da tua vida!

O teu Sol raiou
e saíste da noite
de solidão sem fim!

Dias
e mais dias viriam,
sem entenderes,
que eu não era o Sol,
a luz, a esperança,
mas um homem,
apenas um homem
nesta Vida,
que valorizou a Mulher
generosa
carente de compreensão,
harmonia e amor!

Tudo isso te dei
e foste a Mulher
que muito amei
para conquistares
a vida sonhada!

Tudo me deste
em gratidão,
paixão e amor,
numa entrega
dum completar o outro!
..................
..................

Passou tempo ...

... e hoje existe
o amanhecer de cada dia,
dentro de ti e de mim!

Seguiremos sempre juntos,
com uma amizade de coração,
mas com destinos diferentes,
sempre com fé e esperança
que dias melhores virão
e que nos reencontraremos
num amor para além da Vida!

José Manuel Brazão

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Bom dia futuro!

Já tanto vivi
e fiz tão pouco
para aquilo que sonhei;
mas pacientemente
viverei
dia após dia
cumprindo para o que vim,
semeando tudo de bom que existe em mim
e serenando pelo Amor que dei
e todo aquele que recebi!

Diante da Vida
bom dia esperança
bom dia futuro!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Flores de sonhos

Um amor em pleno fascínio,
que nos levava a um jardim,
jardim muito nosso,
erámos donos dele e do tempo,
por lá vagueávamos,
idealizávamos um amor perfeito,
um futuro promissor!
Deitávamo-nos no chão,
olhávamos o céu
e nele víamos flores de sonhos.

Tudo era belo diante dos olhos,
que nossas almas alimentavam
e a Vida era diferente!

Voámos sem asas
como se fossem momentos únicos!

Um dia “acordámos” em plena utopia
e encarámos com coragem,
que este nosso  amor em viagem
chegara ao fim no ponto do jardim
em que víamos o céu com as flores de sonhos!
Pela última vez as vimos
e com lágrimas nos beijámos neste amor inacabado!
... um dia nos reencontraremos neste Universo,
que desejamos de Amor, muito Amor!

José Manuel Brazão






quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Estarei olhando para ti!

Jamais me cansarei
de olhar para ti,
pelos teus olhos lindos,
que me levam à tua alma,
luzindo para mim
o encanto das tuas palavras
reflectidas em poemas de amor,
em gestos sublimes
e jamais me cansarei
daquilo que a vida nos deu;
harmonia e amor
por este eterno em nós!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Até amanhã meu amor!!

Partiste
em nova missão,
fiquei triste,
palpitante o coração!

Deixaste
o teu rasto:
cheio de Luz,
amor sorridente,
palavras meigas!

Deixaste
muito amor.
que eu abraço,
sentindo o teu corpo,
a tua alma, a tua presença.

Partiste
com a esperança
de nos vermos,
 nos abraçarmos,
 nos beijarmos
e nos amarmos,
Loucamente…

Voltarás
e serás o sol  da minha vida.

Até amanhã, meu amor!

José Manuel Brazão