**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

terça-feira, 31 de março de 2015

Tu já sabes...

Tu já sabes
o que vai em mim,
no meu coração,
coração louco por ti,
que te ama sem limites!

Eu já sei
como olhas o mar
e o desejo dele trazer-te até mim!

Nós já sabemos
que este amor
veio para ficar
no cofre das nossas almas!

José Manuel Bazão

segunda-feira, 30 de março de 2015

No resto da minha vida

Já pouco me resta...
Já muito levaram de mim
por casos da Vida...
partidas para além do azul
de filho, pais, irmãos,
gente querida, muito amada,
além dos amores da minha Vida,
vividos com intensidade
e a ansiada felicidade!

Guardo o que pude guardar
neste coração sensível,
que é o meu cofre,
porque tudo vivido
em horas tristes e alegres,
são as minhas joias!
Riqueza assim não há igual...
Nem tudo levaram:
existe a minha Poesia,
escrevendo sempre
pelo menos os primeiros
dos meus últimos poemas!

Não peço nada à Vida,
apenas aquilo que seja  merecedor,
um pouco de carinho e de amor!



José Manuel Brazão

sábado, 28 de março de 2015

Mar imenso diante de nós

Olho para o mar,
perco o horizonte!

Mar imenso
que nos distancia,
mas não nos afasta!

Nosso amor
conhece o mar,
navega nele
todos os dias
da nossa vida!

Não haverá
naufrágio
e chegará a bonança,
as águas acalmarão,
e o meu coração,
liberto da tempestade,
esperará com esperança,
o dia
em que o mar imenso
nos aproximará,
para sempre, meu amor!



José Manuel Brazão

Por ti só amor

Por ti, em ti
será sempre amor
do amanhecer
até ao anoitecer
com um novo  alvorecer
que trará a esperança
dum dia iluminando
nossas almas
sedentas de paz,
harmonia e amor!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 27 de março de 2015

És diferente


Mulher que me encantou,
pela sua entrega
de corpo e alma,
buscando em mim
o afecto e o carinho,
para no seu caminho
encontrar a paz,
a sabedoria de vida
que tanto carecia!
De braços abertos
a recolhi,
a serenei, a protegi,
para seus olhos brilharem,
seus lábios sorrirem
e eu sentir
que o amor é mesmo assim...
Dois corpos, duas almas
que se encontraram
ou reencontraram
numa vida comum
em que um completa o outro!
Talvez em vidas passadas
se cruzassem,
se aproximassem,
mas chegou o momento certo
desse amor acontecer
e ambos dizerem numa só voz:
és diferente!
José Manuel Brazão

quarta-feira, 25 de março de 2015

No pulsar da tua vida

Recordo todos os momentos
das tuas palavras desconcertantes,
sem limites de desejo
num perfeito sonhar
sem querer acordar,
mas antes acreditando
tudo ser possível
e nada impossível!


E assim te amei
nesse pulsar da tua Vida
em que tudo era libertação
de nossos corpos
em paixão ardente
e amor prazeroso!


Alguém “acordou” esse sonho
antes do teu tempo,
do teu momento certo!


Assim mal acordada
desse tempo,
que não viveste
com a tua plenitude,
criou-te a angústia, a ansiedade,
de hoje hesitares na atitude!


Agora revive:
descobre minha carne,
toca minha pele,
sacia-te em mim,
suga minha alma!


José Manuel Brazão

terça-feira, 24 de março de 2015

Na alma do Poeta

Nem sempre a coragem
está em mim
e nela tento buscar
as forças que preciso.
Choro em silêncio
lágrimas ocultas
na alma do Poeta.

E em noites sem Lua
vem uma Luz iluminar
o meu coração de Homem
e Deus enxugar essas lágrimas,
deixando lágrimas do Poeta,
serem de alegria, alegria pensando
em quem lê a sua Poesia!
Minha Mãe e a Poesia
serão sempre amor eterno!



José Manuel Brazão

segunda-feira, 23 de março de 2015

Momentos de luz

Parecia longe da tua mão
para juntar cada pedaço
da Vida que te escapou,
mas atento fiquei
e um a um juntei
 os teus antigos desejos,
os teus presentes anseios
e fui buscar mais luz
ao fundo do tunel;
a tua Vida voltou a brilhar,
o teu amor renasceu
numa vida
que te parecia sumida,
mas não...

O palco da Vida
está aí...
reacenderam-se as luzes,
a Vida está iluminada
e tu, só tu
vês tantos espectadores
(Amigos),
sorris, ris,
para os aplausos:
Na primeira fila
estou eu gritando:
Bravo Mulher
continuemos
a Vida que Deus sabe...

José Manuel Brazão

Nos sentimos tão perto...



Pela janela olho a chuva,
os pingos parecem lágrimas!
Lágrimas da saudade
de não estar junto de ti!

Penso e repenso
a luz que sentiria
ao ver aproximar
o teu corpo do meu!

Abraçar-te, beijar-te,
dizer quanto te amo
e irmos
até ao lago da paixão!

Lago dos nossos desejos
e prazeres, dos nossos sonhos
que viraram realidades,
num tempo e momentos felizes!

Deixo de olhar a chuva;
continuo só,
apenas pensando…

… tu e eu nos sentimos…
tão perto!

José Manuel Brazão

domingo, 22 de março de 2015

Abriste o teu coração...



Vivendo nos teus sonhos
e pensamentos,
estou sempre presente
com os meus olhos
e sorriso que te encantam!

Anseias pelo dia
de me sentires
desejares
e a Vida festejares!

Quem me dera
que esse amanhã
fosse hoje!

Mas serenos
viveremos cada dia,
porque abriste teu coração
e eu já entrei!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 20 de março de 2015

Entreguei o meu coração ao teu encanto

Adormeço sonhando
com o eco das tuas palavras,
num amor que não morre!

Amanheço com o Sol
raiando em mim,
e deixando o calor
do teu corpo desejado
nestes momentos de entrega
do meu coração ao teu encanto!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 19 de março de 2015

Segredos do jardim do encanto

O amor
anda comigo,
no meu pensamento,
como um bálsamo
do meu coração
e da minha vida!

Tenho o meu jardim
sempre florido,
com rosas
dos amores, paixões
pelas mulheres da minha vida!

Existem rebentos
a florescer
como rosinhas,
as rosinhas da minha Vida!

Todos os dias
olho para o jardim
e meus olhos se encantam
vendo em cada flor
uma parte de mim!

Aproximo-me de cada uma
e acarinho, dou amor
e sorrio…

… cada flor
é uma história vivida,
com encanto,
paixão e amor!

O jardim do meu encanto
ficará…
e eu um dia
partirei
com o meu corpo coberto
de pétalas de amor!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 18 de março de 2015

Esse teu olhar...

Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor sonhado,
por um amor contido.


José Manuel Brazão

Até um dia...

Até um dia
não sei  quando será,
mas sei que amanhecerá
em nossas vidas
para receber alegria
e findará a fantasia!

E nesse até um dia
diante de nós a realidade
com a esperança
dum acordar promissor
para continuar este amor,
grande amor pela Vida!



José Manuel Brazão

Meu corpo teu abrigo!

Vem meu amor
deita em mim
para sentir teu corpo
como cobertor
do desejo e prazer sem fim!

Sinto
tua pele e teu gozo
nesta loucura possuída
pelas minhas mãos
Suavemente
em teu corpo delirante!

José Manuel Brazão

terça-feira, 17 de março de 2015

Acreditemos sempre...

Acredita em mim
e não digas:
“mas quase acredito”,
porque no amor e na vida
não sei mentir,
uso a verdade mesmo que magoe!

Meu amor por ti
de olhos bem abertos
é claro como a água
do lago da paixão,.onde nos cruzámos
e para sempre ficámos!

José Manuel Brazão

domingo, 15 de março de 2015

Vento da minha terra

Todas as manhãs
o vento da minha terra
vai ao teu encontro
e junto ao mar da tua cidade,
esperas que toque teu corpo
ardente, saudoso,
desejoso,
acariciando tua pele,
passando pelos teus lábios
e de tua boca
roubando teus beijos
e já com saudades
amanhã aguardas ansiosa
novos ventos da minha terra;
voltarei sempre!

José Manuel Brazão

sábado, 14 de março de 2015

Primaveras passadas

Primaveras passadas
com flores e amor,
neste jardim do meu encanto,
que é a Vida por mim vivida,
não olhando para trás
com saudosismo,
mas caminhando
com a ansiedade
desse futuro que me espera!

Primaveras passadas
com alegrias e tristezas necessárias
ao meu viver autêntico
e que fez de mim quem sou!
Um homem que ama a Vida
e todos os que passem
pela sua existência na Terra!

Primaveras passadas
com pensamento constante
de Paz, Harmonia e Amor!

José Manuel Brazão



quarta-feira, 11 de março de 2015

Sorriso para amar

Como é belo
olhar o teu sorriso!

Sinto-o
como um carinho,
um afecto, um beijo.

Estamos distantes,
estendemos as mãos
e ficamos próximos!

Olhamo-nos,
abraçamo-nos
e juramos
um ao outro
fidelidade
e felicidade
sem fim…

José Manuel Brazão

terça-feira, 10 de março de 2015

É bom sonhar...


É bom sonhar...
E ficamos com a sensação
De uma vida ideal,
mas ao acordar
vemos o real e aí
os  caminhos a seguir são:
coragem e superação,
recolhendo as pedras
que encontramos e ignoramos que ...
serão um monte de ilusões!


Caminho livre e avançamos
renovando a Vida,
dos hábitos,
das atitudes,
 selecionando os Amigos
- aqueles da forma pura de amar –
e a Vida sorrirá,
o Sol abrirá
e a Lua contemplará!


Olhando para trás
veremos o tempo perdido
e aprendido, mas saberemos
que todo o Tempo é tempo
de corrigir o que éramos
e ver como a Vida se tornou mais bela!

José Manuel Brazão

Aquele beijo...


Todos os dias
penso em ti,
como se estivesses aqui!

Anseio
por este amor
um amor em palavras,
como se fossem
cartas de amor!

Um dia
neste convívio lindo,
beijámo-nos,
muito…
…sentimos prazer,
olhámos fixamente
e sem palavras
mas com um olhar
de mil palavras!

Aquele beijo
será sempre
aquele beijo…

José Manuel Brazão

sábado, 7 de março de 2015

Até amanhã meu amor!

Partiste
em nova missão,
fiquei triste,
palpitante o coração!

Deixaste
o teu rasto:
cheio de Luz,
amor sorridente,
palavras meigas!

Deixaste
muito amor.
que eu abraço,
sentindo o teu corpo,
a tua alma, a tua presença.

Partiste
com a esperança
de nos vermos,
 nos abraçarmos,
 nos beijarmos
e nos amarmos,
Loucamente…

Voltarás
e serás o sol  da minha vida.

Até amanhã, meu amor!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 6 de março de 2015

A lágrima que sorri...

Juntos
no nosso jardim,
contemplamos a Natureza,
a sua rara beleza
e recordamos
os momentos felizes
que vivemos
por outro bem
que é o Amor!

Nunca esqueceremos
esses momentos
emocionantes,
de encantamento,
de fascínio apaixonante!

Olhamos
e em cada um de nós,
rola
uma lágrima que sorri…!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 5 de março de 2015

Não entendo!!!

Olho
e volto a olhar;
não entendo!

Penso
e volto a pensar;
não entendo!

Uma vida
com mágoas,
com marcas em mim,
tristezas que não vão;
alegrias que não vêm!

Onde estão,
os amigos de ontem?
Aqueles
a quem dava o sorriso,
estendia a mão!

O amor…
Não entendo...

José Manuel Brazão

Dedico aos Amigos do Hoje e do Amanhã
e aos Amigos resistentes com décadas
de companheirismo!


http://www.youtube.com/watch?v=r5ZwmTB7NCU&feature=related

quarta-feira, 4 de março de 2015

No silêncio intimo de mim

Neste silêncio
sorrio para a Vida
contemplo tudo de mim;
o ser quem sou
com erros, tentações,
quereres e sentires
que estão
no silêncio íntimo de mim
nos meus sonhos
nos meus desejos
e aguardo
o que a Vida me destinar!



José Manuel Brazão

Sedentos para amar

Não me deixas ficar mais assim...
Ansioso como estou
por te ter,
com o teu coração
explodindo desejo,
pelos meus versos
escorrendo amor
que percorrem
todos os pedaços
do teu corpo
da tua alma,
enfim …
com a tua vontade
de me querer agora,
dou-te tudo …
o amor …
este amor louco,
que me provocas
com a tua sede de me beber!

Dou-te tudo …
o que me pedires,
até me sentir dentro de ti!

José Manuel Brazão

Tão só... mas espero-te!


vivo a angústia
de estar só,
de procurar carinho,
tolerância, simpatia
com fome de alegria
e conforto de minha alma!

Vivo a esperança
da tua companhia
do teu alento
da tua mão com caricia
do teu olhar confesso
enfim;
da tua presença iluminada,
vem e eu espero-te!

José Manuel Brazão

terça-feira, 3 de março de 2015

Nosso sofrer pela distância

Se eu pudesse …
vestia o teu corpo
de rosas vermelhas!
Olhava-te,
seduzia-te …

Ao meu redor,
exalava do teu corpo,
o aroma das rosas.

Desse corpo
de incontida paixão,
tirei uma a uma,
cada rosa vermelha.

Teu corpo ficou belo,
muito belo …
sofri,
perante o meu oásis!!!

José Manuel Brazão

Não morri apenas adormeci perante a vida...

Não, nunca morri,
apenas adormeci
perante a Vida!

Quando acordei
questionei
os sonhos havidos,
a sua razão,
o meu optimismo,
a minha esperança,
a minha doação.

Deixei
o tempo correr;
em cada instante
oportunidades perdidas,
mas valeu a pena
este percurso de Vida,
porque acordei a tempo
de recuperar
o tempo adormecido
e ter-te conhecido!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 2 de março de 2015

Olhos nos olhos

Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…

pensas na vida
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados...
José Manuel Brazão

Coisas da Vida

Há coisas que nos levam,
pela entrega que demos,
usando empenho,
carinho, amor
como se fossem um filho!

Assim uso na vida
as forças e os sentimentos
para o desempenho
de missões no meu caminho!

Dou tudo de mim,
o corpo e a alma,
sempre com um sorriso
no equilíbrio
do querer, do acreditar
para servir causas
a bem do próximo,
para meu contentamento
e encantamento!

Quando se aproxima o fim,
meu corpo dói,
minha alma sofre;
um pouco de mim
é levado,
perco – talvez- o meu EU
e hesito se recupero
ou se não devo olhar para trás!

E na memória do tempo
apenas sereno,
porque o que perdi
já não é meu,
mas pertence
ao Universo!

José Manuel Brazão

Os poemas que escrevi para ti Poeta

Foram tantos
e tantos poemas,
poemas de amor
que te escrevi!

Tu e eu
nascemos para a Poesia,
para encantar os outros,
alimentando as suas almas!

Quantas vezes
sofríamos nas nossas Vidas
e a inspiração,
superava tudo isso!

Os poemas que te escrevi,
sentidos pela voz do coração,
derramaram amor,
muito amor,
que te comoveram
e davam forças
para sair de ti
Um outro poema,
suave,
expressivo,
emocionante,
iluminando
quem o lesse!

Dos poemas que te escrevi,
ficam os sentimentos,
nas palavras
que o Poeta não renega
e guarda em seu coração!

José Manuel Brazão

Português com gosto brasileiro

Sou um português
que não renega suas raízes!
Sinto o meu país
que me deu filhos
e netos,
me deu alegrias
e tristezas,
me ensinou a amar,
a viver,
a perder e a vencer!

Que me deu de Amigos,
amigos
que são família
fora da Família!

Mas
sou português
com um carinho especial,
pelo Brasil
e suas gentes!
O carinho e o amor
que atravessam o Atlântico
e vêm até mim,
calorosos,
generosos,
com amor sem fim!

Sou Português
com gosto brasileiro!

José Manuel Brazão


domingo, 1 de março de 2015

Procuro ser feliz!

Procuro sonhando
o que não encontro acordado.
Sonho com a vida
que me falta conhecer;
sonho com as pessoas
que amo em silêncio
e que quero ajudar:
amando!

Sonho com as pessoas
que me ouçam,
me entendam.

É bom sentir-me vivo,
olhando para trás
e vendo
que não posso viver
um novo começo,
mas que posso viver
um novo fim.

Procuro na esperança
ser feliz,serenamente …

José Manuel Brazão