**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Esse teu olhar

Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor sonhado,
um amor sofrido.

José Manuel Brazão

Sonhos que tens...

Os sonhos
que te fazem viver,
acreditar,
ter fé e esperança
num novo amanhecer,
mas que te desiludem,
quando abres os olhos
e não queres acordar!

Vive sonhando
para te alimentar a alma,
sempre atenta
ao mundo que te rodeia,
que não é o que desejavas,
como mensageira de amor,
mas chega-te a nós
e seremos muitos
para isolar os nocivos
e a proteger
a bondade,
a generosidade,
a solidariedade,
tudo isto apenas
com a nossa sensibilidade
que está sempre em nós!

José Manuel Brazão


"Os sonhos são ilustrações... do livro que sua alma está escrevendo sobre você." (Marsha Norman)


Não é só paixão!

Não, não é só paixão,
o amor não sai de mim!
Todas as manhãs
vens ao meu encontro
recordando os sonhos da noite,
que deixam em ti a nostalgia
com a saudade que vives
de não estares junto de mim!

E eu vivo também esses momentos
de termos os mesmos sentimentos
e em cada dia que passa
são mais fortes e profundos
tirando de nós a serenidade
e insaciáveis
vamos na busca da nossa felicidade!

Nos merecemos
por tudo o que damos de nós,
amor... muito amor!



José Manuel Brazão

Deixo a vida me levar

Deixo o tempo
esquecer as mágoas que vivi,
os desenlaces que superei,
as lutas que travei.

Deixo o tempo
lembrar as alegrias que vivi,
as tristezas que superei
e este amor que sempre viverei!

Deixo o tempo
fazer-me acreditar
em tudo o que não vejo,
mas sinto...



José Manuel Brazão

terça-feira, 29 de abril de 2014

O pássaro e a flor

Logo pela manhã
o pássaro
voava por esse céu
ao encontro do amor!

A flor
todos os dias
esperava por aquele momento
de encantar com o seu aroma!

E quando se dava o encontro
ele com melodias de canto
e ela abria suas pétalas de amor
para um abraço de ternura!

Assim vive a natureza
doando cânticos de amor!

José Manuel Brazão

Nosso amor não se explica

Não me deixas ficar mais assim...
Ansioso como estou
por te ter,
com o teu coração
explodindo desejo,
pelos meus versos
escorrendo amor
que percorrem
todos os pedaços
do teu corpo
da tua alma,
enfim …
com a tua vontade
de me querer agora,
Dou-te tudo …
o amor …
este amor louco,
que me provocas
com a tua sede de me beber!

Dou-te tudo …
o que me pedires,
até me sentir dentro de ti!



osé Manuel Brazão

Neste momento

Neste momento
tanto que desejava
estar perto de ti!

Sinto
um vazio na alma
por te saber longe,
entristecida,
sofrida
e por precisares
do meu carinho
e do meu amor!

Sinto
neste momento
que seremos ajudados
por Ele
que nos acolhe
e abençoa pelo eterno
este puro amor!

Neste momento
sou tão feliz contigo,
alimento minha alma em ti;
preciso mais de teu carinho
que de teu corpo!


José Manuel Brazão





No mais profundo beijo roubado

Perdi-me nos teus lábios,
entre sussurros e gemidos,
minhas mãos deslizaram
pelas curvas do teu corpo;
foste cedendo
e senti dançares em mim,
neste meu corpo suado
todo o desejo
que se consumou em prazer
e começou por um beijo roubado!

José Manuel Brazão




segunda-feira, 28 de abril de 2014

Depois de ti...

Sonhei com um lugar
somente nosso,
onde vivessemos
olhos nos olhos
os silencios
dos nossos pensamentos.

Uma distância que nos separa,
uma vontade que nos aproxima,
um desejo que nos une!

Cada dia que passa
existe ansiedade neste viver
em que sabes
que o meu coração é teu.

E junto de ti
apenas desejo,
que o meu sorriso final
seja em teus braços ficar!



José Manuel Brazão

Minhas lágrimas

Não sei quantas já derramei,
nesta minha Vida
de Homem e Poeta,
mas todas foram sentidas
por alegria ou tristeza!

Lavaram minha Alma,
aqueceram meu coração,
enriqueceram o amor em mim!

Por muitos chorei
sentindo os seus sofrimentos,
as suas horas de desespero,
angústia, melancolia
e mais chorei
quando me sentia
impotente para ajudar!

Aí ficaram retidas
no meu amor em silêncio,
nesse silêncio interior,
que eleva a minha Alma!



José Manuel Brazão

domingo, 27 de abril de 2014

TU e EU somos

Sinto-te
a qualquer hora,
em todos os instantes,
neste lindo amor,
como nunca tive!

Sentes
a confiança que precisas,
o conforto do meu olhar,
das minhas palavras!

Muito nos separa, 
muito nos une,
mas tu és minha!

José Manuel Brazão





Um sorriso para ti

É tão simples saber
como aliviar
o nosso corpo e alma
e transformar a nossa vida;
basta alguém
ter amor no  coração
e enviar um sorriso
com convicção!

José Manuel Brazão

Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios.
Martin Luther King



Coração teimoso

Se um coração teimoso entende que não recebe do(a) outro(a) tudo aquilo que dá, fica com a angústia de que só ele(a) ama!

Mas não será assim! O amor entre duas pessoas vive-se sem medições. Cada um entrega-se com aquilo que a sua capacidade estrutural e harmónica lhe permite.

No amor a fidelidade e a lealdade devem ser igualitárias, mas os sentimentos afectivos já estão sujeitos à tal estrutura pessoal!

Fundamentalmente o amor exige tão simplesmente verdade de ambos e ela nem sempre é aquilo que pretendemos!

José Manuel Brazão

No pulsar da tua Vida

Recordo todos os momentos
das tuas palavras desconcertantes,
sem limites de desejo
num perfeito sonhar
sem querer acordar,
mas antes acreditando
tudo ser possível
e nada impossível!

E assim te amei
nesse pulsar da tua Vida
em que tudo era libertação
de nossos corpos
em paixão ardente
e amor prazeroso!

Alguém “acordou” esse sonho
antes do teu tempo,
do teu momento certo!

Assim mal acordada
desse tempo,
que não viveste
com a tua plenitude,
criou-te a angústia, a ansiedade,
de hoje hesitares na atitude!

Agora revive:
descobre minha carne,
toca minha pele,
sacia-te em mim,
suga minha alma!

José Manuel Brazão

Caminhamos sempre juntos!

Tivemos
lições de vida,
amor distante,
mas sempre próximo:
tu aí e eu aqui!

 Sentimo-nos!

 Viste Luz,
eu serenidade
e caminhamos unidos!

Em missões diferentes,
mas sempre,
sempre juntos,
nos afectos,
nos carinhos
e nas saudades!

Momentos vividos
e não esquecidos,
que constroem
laços de amor!

José Manuel Brazão

sábado, 26 de abril de 2014

Até um dia...

Até um dia
não sei  quando será,
mas sei que amanhecerá
em nossas vidas
para receber alegria
e findará a fantasia!

E nesse até um dia
diante de nós a realidade
com a esperança
dum acordar promissor
para continuar este amor,
grande amor pela Vida!



José Manuel Brazão

Se o amor vier de longe

Na força deste amor
não se conhecem distâncias
e se as houver
existem asas do amor
para unir corpos e almas
num encontro
de amor e paixão
num elo de verdadeiro sentir,
no calor do olhar
além de toda a distância!

José Manuel Brazão

E se houver amor, mesmo que distante, ame por inteiro!

O teu silêncio

Passa o tempo 
e o teu silêncio
abraçado à dor,
por um amor
sonhado, desejado
e vivido na sombra
das nossas almas!

Amor
que a Lua sorri
em noites de luar!

Luar
que aumenta a paixão
o desejo, a libertação
de um amor que existe
nas nossas mentes,
que será o nosso destino!

José Manuel Brazão

Momentos por caminhos diferentes

O amor 
existe em cada um de nós!

A paixão 
leva a que o sonho,
transforme 
em realidade
o amor!

Cada coração sente-o
com mais intensidade
à descoberta da felicidade;
ou de momentos felizes!

Para nós
o que parece impossível,
não é o amor!

São os momentos,
esses momentos,
que nos amarram,
nos destroem,
até ao impossível!

Corações ardentes,
pessoas distintas,
que deixam grãos de amor,
por caminhos diferentes!



José Manuel Brazão

Rendo-me a este amor


Não encontro a razão
para este amor,
sei apenas
que está no meu coração!

Não sai, ficou em mim
amar, amar,
sentindo em cada dia
as raízes deste amor 
fortalecerem 
e já te envolverem
no corpo e alma,
criando o nosso cativeiro
deste amor por inteiro!

E mesmo que a Vida 
nos separe os corpos,
uma força de Luz
permanecerá em nossas almas,
eternamente!

O destino se cumprirá
para além das vontades!



José Manuel Brazão

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Queres sim!

Vives outra mulher,
que só eu conheço
e escondes o teu querer,
esse sentir que não sai,
não parte, vive em ti
e serás prisioneira
dum amor
que tua mente não mente!

Queres sim,
mesmo que o Sol anoiteça
e a Lua se esconda!



José Manuel Brazão 

Como te quero!

Os dias e as noites
não tinham fim!

Sem ti minha vida
não tinha sentido!

Faltava-me a tua voz,
a tua palavra,
o teu carinho,
o teu amor!

Como te quero!

O teu sorriso
trouxe-me a Luz
que sempre nos uniu,
 alimentou  nossas almas!

Como me queres!

Choraste
a saudade, a dor
do nosso amor,
que só
nós entendemos!

José Manuel Brazão

Vale sempre a pena!


Quando minha vida, parecia outonal
com a queda das folhas da esperança ansiada,
num sono sem fim, de novo acordei
e apareceste de braços abertos
para estares comigo neste amor florido
de encanto, muito encanto
em que tu és a rosa das rosas!

E por acreditar, que não haverá mais
Outono triste, de folha caída,
vale sempre a pena acordar para a Vida
com a Mulher dos nossos sonhos!

José Manuel Brazão

Nasce o dia...

Há muito tempo
que vejo o Sol nascer…
Já nem me lembro
quando foi…!

Nem sempre
ele me sorri,
por vezes
 parece cinzentão,
mas quase sempre,
brilha e aquece
o meu coração!

Tu
minha alma querida,
ficas triste,
muito sofrida,
incompreendida!

O teu amanhecer,
nem sempre é igual.

Eu
com fé inabalável,
vejo mais perto
o teu desejado Sol;
Sereno, digo-te:
chegará o teu amanhecer!


E eu
distante mas próximo,
verei e sorrirei
quando esse amanhecer chegar... 



José Manuel Brazão

Vento amigo

Vejo a tua imagem
sempre em mim;
penso e escrevo
o amor que me envolve
as nossas vidas
e te envio
por esse vento amigo
minhas palavras
em poemas
que atravessam este mar imenso
e chegam a ti
pousando em teu colo.
Abraças e beijas
cada uma delas,
acaricias
como se fosse meu corpo!
Olhas o horizonte,
fixas o mar,
esperas pelo vento
que me trará
teus pensamentos
de paixão e amor,
que guardavas em teu coração!

E este vento amigo
de mim tudo levou
e de ti trouxe a esperança
de sermos felizes
no resto dos nossos caminhos!



José Manuel Brazão

quinta-feira, 24 de abril de 2014

A vida cresce dentro de mim...


Uma lágrima anuncia a minha saudade
à espera da tua metade
que ainda não mora em mim!

Olhando o céu
procuro o nosso vento amigo,
que traga o eco das tuas palavras
e teu nome como brisa de amor.

José Manuel Brazão



Ausente de mim...

Ando por aí num silêncio
com dor e sofrimento
na busca de ti...
Não te encontro,
mas sinto
a tua ausência-presença
através do perfume da tua alma,
como uma recordação
vivida no silêncio da noite
e no amanhecer de cada manhã!

José Manuel Brazão

Vejo-te distante


Tão perto já estivemos,
mas vejo-te distante,
não sei,
mas sinto!

Dou-te
o amor que posso,
sem pedir nada!

Apenas
que sejas generosa,
que me acompanhes
nesta vida ruinosa,
em que o ar que respiro
é o que me resta!

Apenas
que compreendas
um homem de amor,
que te vê
para além do desejo
e do prazer!

Mas
vejo-te distante …

José Manuel Brazão

Queres...

Meu amor,
meu desejo por ti
não tem limites,
não existem espaços.
Sei bem
onde te procurar
nos momentos insaciáveis
e queres
que te jogue na cama
te dispa,
te ame,
te jure em saliva
orgasmos
e enorme prazer!
Exaustos
olhas para mim
e teus olhos falam:
de novo me rendi!



José Manuel Brazão

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Dias melhores virão

Olho-te fascinado
com as tuas palavras,
com sorrisos
e lágrimas…

Sinto-te
mulher de luta,
mas,
sempre um mas,
no tempo,
nos dias não são iguais,
e tu
nuns sentes-te só
e correm imagens mentais,
passam por ti
pessoas e páras em mim:

Sorris, choras,
vês meus abraços abertos,
vens para mim,
abraço forte,
olhamo-nos,
beijamo-nos,

E digo-te
olhos nos olhos:
“dias melhores virão…”.

José Manuel Brazão

Olhando

Fico olhando para a vida
e não sei o que pensar,
o que dizer…

Vagueio os olhos, por aí…

… sem destino,
sem vontade
dum sentir,
dum viver
e dum sorrir!

Serei merecedor
de tudo, mas tudo,
o que sofro?

Reflicto e nesta hora,
não encontro resposta!


José Manuel Brazão

Esse teu olhar


Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor sonhado,
por um amor contido.



José Manuel Brazão

terça-feira, 22 de abril de 2014

Pensando em ti


Em cada momento
o meu pensamento
está em ti!

Pensando,
pensando em ti,
vejo o céu azul,
sorrindo para mim!

Pensando,
pensando em ti,
vejo o sol radiante,
com muita Luz
que me cega de amor!

Pensando,
pensando em ti,
vejo a vida
com alegria,
com outro sabor!
Doce,
simplesmente doce!

Pensando,
pensando em ti,
sinto
na minha Alma,
amor e mais amor,
sinto
no meu corpo
desejo e prazer,
pensando em ti,
somente em ti!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Como a vida me contempla

És o Sol,
o Céu, a Lua,
a natureza
no seu esplendor!

Um amor
que envolve minha Vida,
com alegrias
e tristezas
momentos felizes
e sorrisos
de paixão e amor,
com um coração que me diz:

estou vivo…
para continuar a amar-te
e só partirei
quando Deus me chamar!

José Manuel Brazão


Reencontro


Olhamo-nos
e não acredito
no que vejo!
O nosso reencontro!
O teu sorriso tocou-me,
relembrou o meu passado
fez brilhar o meu presente,
como um sol risonho!
Ouvimo-nos:
a tua voz
deixou-me em sonho!
Falei-te sobre a vida,
entendeste-me
e voaste por aí…
Não sabia o teu rumo
e com saudades fiquei.
A tristeza
invadiu meu corpo,
mas olhando o céu
a alegria
percorreu meu corpo,
voavas para junto de mim.
Não haverá mais reencontros!

Renasceram os encontros …

José Manuel Brazão

domingo, 20 de abril de 2014

Nessa onda vem o teu amor

Na praia da tua reflexão,
olhas o horizonte sem fim,
tuas mãos afagam a areia
como se fosse o meu corpo,
pulsando forte o teu coração
e teus pensamentos ardentes
vêm até mim, permanentes.

Teu olhar sempre no mar
que te chama e nessa onda
abraças e beijas
como uma lembrança
do teu amor
que chegará até mim
neste sonho concretizado
em felicidade prometida
e agora consumada!

José Manuel Brazão