**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

As árvores morrem de pé!

Já tanto caminhei,
muito conheci e vivi.
Sei dos sabores
e dissabores que a vida nos dá;
aprendi a viver!

Uma busca constante
de aperfeiçoamento
mesmo que custe sofrimento!

Luto
pela igualdade,
pela diferença
num misto de
tolerância,
compreensão
e perdão
que não têm preço para mim!

Quando partir
para além do azul
nessa estrada sem fim
quero ser como se fosse árvore;
as árvores morrem de pé!


José Manuel Brazão

Esse teu olhar


Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor sonhado,
por um amor contido.



José Manuel Brazão

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Tuas palavras


Quando te leio,
tuas palavras
escorrem doçura!

Mulher bela
de sorriso natural,
ternura,
dás à tua beleza
o que vai na tua alma!

Olhas-me e serenas
apenas com o meu olhar!

É apenas o olhar,
porque meu coração
é um coração sofrido!

Aguenta
com as tuas doces palavras
e a ti me entrego...

José Manuel Brazão

Meu regaço de carinho

És linda
como eu te vejo.
mulher carinhosa,
generosa,
humilde na Vida
em que eu sou sempre
melhor que tu,
mas sei do teu valor
de Mulher e de Poeta!

Na Vida
estou um pedação no teu coração
e como mulher crente
estou nos teus momentos de oração!

Na poesia
dás tudo de ti
para vestir as palavras
de verdade,
da tua força interior,
que provoca em mim
ser o teu parceiro ideal
para aquilo que expressas!

Nada mais confortante
do que seres
o meu regaço de carinho!

José Manuel Brazão

Pedaços de nós...


Amo-te
e sempre te amarei!

Somos
um para o outro!
Tu mulher de paixão
eu suando amor,
dá um grande amor!

Vivemos este amor
em nossos silêncios,
com sofrimentos,
com lutas interiores,
mas com corações
entregues a este amor,
arrebatador,
lindo e profundo!

Sofres muito
por mim!
Vês duas pombas a voar
e acenas para a favorita!

A da Paz!

Já poisou
muitas vezes no teu ombro
e tu choras
por tanto carinho
e por não a levares contigo!

Sabes
que ela voltará
todos os dias,
à mesma hora
e aparece a tua alegria
dum amor vivido,
conquistado!

Continuamos
os nossos silêncios,
sempre com saudade,
até ao momento
em que este amor,
será amor eterno …

José Manuel Brazão

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Amor sem limites


Quando o amor
se deixa dormir,
acordo-o!

Não posso viver
sem ele a funcionar!

Muitos esperam
a minha palavra,
o meu carinho
até
a minha tolerância!

A todos acudo.
Para uns
basta a minha presença,
o meu olá,
ou um até breve!
Para outros
um conselho,
uma prece,
uma esperança.

Para mim
fica o consolo
do bem procurar
e o mal evitar!

Para mim
fica o que basta,
não importa…

dou
o amor sem limites…

José Manuel Brazão

Vale sempre a pena

Quando minha vida, parecia outonal
com a queda das folhas da esperança ansiada,
num sono sem fim, de novo acordei
e apareceste de braços abertos
para estares comigo neste amor florido
de encanto, muito encanto
em que tu és a rosa das rosas!

E por acreditar, que não haverá mais
Outono triste, de folha caída,
vale sempre a pena acordar para a Vida
com a Mulher dos nossos sonhos!

José Manuel Brazão

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Vidas que se cruzam

Vidas que se cruzam,
vindas pelo destino,
em que dois corpos
se unem numa vida comum!

E  aqui neste plano terreno
convivem, corrigem ,
ajudam e aprendem,
que para além dos corpos
existe um amor inacabado
se não houver fusão de suas almas!

José Manuel Brazão

A lágrima sorri!


Juntos no nosso jardim,
contemplamos a Natureza,
a sua rara beleza
e recordamos
os momentos felizes
que vivemos
por outro bem
que é o Amor!

Nunca esqueceremos
esses momentos
emocionantes,
de encantamento,
de fascínio apaixonante!

Olhamos
e em cada um de nós,
rola
uma lágrima que sorri…!

José Manuel Brazão

Sonhámos com este momento...

Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Conhecemo-nos
tão bem,
como se vivêssemos,
juntos
cada instante da vida!

Distante
vivo as tuas amarguras,
os teus dilemas,
o querer e não poder,
que por vezes
penso :
estamos tão próximos!

O meu coração
embriaga-se de paixão,
de amor;
visto-te rosas vermelhas.
Olho o teu corpo,
fascino-me 
com esse jardim,
delicio-me
com as pétalas de amor,
cheiro 
o aroma que vem do teu corpo!

São os meus pensamentos,
distante de ti!
Estou cansado de sonhar,
mas vivo para te amar!

Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

José Manuel Brazão

Coração... sempre coração!

Vivendo nos teus sonhos
e pensamentos,
estou sempre presente
com os meus olhos
e sorriso que te encantam!

Anseias pelo dia
de me sentires
desejares
e a Vida festejares!

Quem me dera
que esse amanhã
fosse hoje!

Mas serenos
viveremos cada dia,
porque abriste teu coração
e eu já entrei!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Vida e Poesia

Quando te leio,
tuas palavras
escorrem doçura!

Mulher bela
de sorriso natural,
ternura,
dás à tua beleza
o que vai na tua alma!

Olhas-me e serenas
apenas com o meu olhar!

É apenas o olhar,
porque meu coração
é um coração sofrido!

Aguenta
com as tuas doces palavras
e a ti me entrego...

José Manuel Brazão

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Mãe solteira que és...


Mãe com
três palavras apenas
e a dimensão de amor,
carinho e dedicação
que tens nesta Vida!

Só como Mãe e Pai
constrois o caminho
dessa criança
que além do nome
lhe chamo futuro!

Sofro contigo
as horas de angústia
e ansiedade
na tua busca
do seu rumo
da sua felicidade
até à vitória final!

José Manuel Brazão

O que eu tenho é teu!

Deste-me o que tinhas
de melhor em ti!
Paixão ardente
em noites de luar
pensando em mim
com esperança
de um viver sublime!

Tudo recebi
e tudo perdi!
Pensei
nos erros cometidos
agora corrigidos,
com a chama
que não se apagou
e me darias esse perdão!

Sinto o silêncio,
ouço as tuas lágrimas
lavando a alma
e recordares
que esse tempo vivido
em nós, foi belo,
muito belo
e não podemos negar
nem tão pouco esquecer!
Mas o que tinhas, era meu
e o que tenho, é teu,
sempre, mas sempre!

José Manuel Brazão

A voz do meu silêncio é o meu grito de alma

A voz do meu  silêncio
é o meu grito de alma
vivendo cada dia
de mente serena,
sempre sorrindo
em cada olhar,
gesto,atitude,
calando injustiça,
perdoando aqui e ali
e assim neste calar
não firo minguém!
Deixo o tempo
ser tempo...



José Manuel Brazão

Por amor

Por amor,
por tanto amor,
perco-me na Vida,
não sei quem sou,
não sei já
o que faço!

Por amor

dou-me todo:
sofro,
choro,
peço perdão,
Perdoo
e esqueço o mal!

Por amor

vivo e respiro
quem amo,
como nunca amei!

Destino?


Sim, destino intenso,

com pedras no caminho,
mas o amor
é assim:
não aparece
como um presente!

Conquista-se…!


José Manuel Brazão

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Pérola da alma


Não precisei
de muito tempo
para te conhecer
e sentir
o que vai na tua Alma!

Fixando os teus olhos
e lendo as palavras
que vêm de dentro de ti,
sei a Mulher que és
e a Alma que interiorizas.

É tão natural na Vida,
que tudo é fácil
de ver em ti!

Não estou só
neste pensamento;
alguém um dia
te chamou
e “coroou” de
pérola da Alma!

José Manuel Brazão

Tentando a minha evolução como Alma

Neste caminho já longo vou aprendendo e com gestos humildes entrego-me de alma e coração ao bem comum. Assim sorrio para a Vida e conforto-me pensando no Amanhã!

Deixa eu
Deixa
na Vida
eu ser assim
quem sou!

Deixa
ser generoso
onde há egoísmo,

Deixa
ser tolerante
onde não há perdão!

Deixa
semear amor
onde ele não existe!

José Manuel Brazão

Estarei olhando para ti!

Jamais me cansarei
de olhar para ti,
pelos teus olhos lindos,
que me levam à tua alma,
luzindo para mim
o encanto das tuas palavras
reflectidas em poemas de amor,
em gestos sublimes
e jamais me cansarei
daquilo que a vida nos deu;
harmonia e amor
por este eterno em nós!

José Manuel Brazão

Deixemos amanhecer

Deixa amanhecer
Mesmo com chuva
sobre os olhos
Mesmo que a névoa
confunda o que vês
Apenas deixa amanhecer...

Ninguém pode viver
em completa escuridão
Já é primavera
Não perca essa beleza
Diante de teu olhar
Não, não perca

Tudo à tua volta
É um chamado à vida
É um convite aos sonhos
Então sonhe, devaneie
Mas não perca
todos os amanheceres
Porque são preciosos
E pode haver, em um deles
 Uma flor esperando
Ser regada por ti...

regina ragazzi

[....]

Como  é bela a Vida,
que me permite viver,
sentir e amar
essa flor que cresce em mim
cada vez mais viçosa,
graciosa,
recebendo esse Sol
e doando a Luz,
que aquece o coração
e ilumina o meu amor!

Flor do meu jardim,
jardim do  encanto,
banhado pelo lago da paixão!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Tu és a minha canção


Como sabes
que gosto de música,
da tua canção
ecoada em palavras,
tensas e intensas
e louca paixão
e amor,
flauteada
pelo teu coração
com acordes
de mulher sofrida,
determinada na fé,
no destino
e com um final
entregue nas mãos d’Ele!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Coisas que nos levam...


Há coisas que nos levam,
pela entrega que demos,
usando empenho,
carinho, amor
como se fossem um filho!

Assim uso na vida
as forças e os sentimentos
para o desempenho
de missões no meu caminho!

Dou tudo de mim,
o corpo e a alma,
sempre com um sorriso
no equilíbrio
do querer, do acreditar
para servir causas
a bem do próximo,
para meu contentamento
e encantamento!

Quando se aproxima o fim,
meu corpo dói,
minha alma sofre;
um pouco de mim
é levado,
perco – talvez- o meu EU
e hesito se recupero
ou se não devo olhar para trás!

E na memória do tempo
apenas sereno,
porque o que perdi
já não é meu,
mas pertence
ao Universo!

José Manuel Brazão

TU e EU partimos com rumo certo!

É chegado o tempo,
seguiremos nas asas do vento
na bagagem levaremos amor
amor que nos transborda a alma.


Fica em nós uma certeza:
tudo em vida nos valeu a pena!


Unidos por sonhos infindos,
resgatados em cada amanhecer
seguiremos por caminho já escolhido
traçados dentro de nosso ser...


Nas mãos letras e versos de luz
no coração, o amor sem limites.


Partiremos juntos, pois somos um
seguiremos além, propagando LUZ
jogaremos palavras ao vento
levaremos saudades no peito...


Sim, partiremos...


Anna Carvalho




[....]


Partimos com rumo certo,
convictos, decididos,
que nada nos fará parar,
aqui ou por perto!


Este amor sem limites,
que fez Luz em nós
e se reflecte em poesia de amor
com palavras ao vento
e ficará nos céus do infinito
voando entre estrelas cintilantes,
nesta Vida por instantes!


Nós, estaremos iluminados
por essa vontade, esse destino,
que a Vida nos deu!


José Manuel Brazão

Sim é amor!

Sim é amor,


ainda assim amor,
o tempo passa
e no meu silêncio
amo a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!

Vivemos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!

Ainda assim amor
seguiremos
nossos caminhos,
sempre unidos,
queridos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
da nossa Vida!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Não direi adeus!



Não quero pensar
não quero dizer,
adeus!

Palavra dificil na Vida
que se quer viver
e não apenas existir!

Quando penso
em quem amo,
vem angústia, nostalgia
e liberto o pensamento!

E assim prefiro não amanhecer
do que dizer adeus!

José Manuel Brazão

Meu querido poeta e amigo Zé, ainda é cedo para dizeres Adeus. Num esplêndido poema de despedida,escreveste uma cascata de versos sublime. Adeus não...! Continuar com a tua inspiração, amigo meu. Um beijo com muita amizade da Maria Valadas

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Bom dia futuro!

Já tanto vivi
e fiz tão pouco
para aquilo que sonhei;
mas pacientemente
viverei
dia após dia
cumprindo para o que vim,
semeando tudo de bom que existe em mim
e serenando pelo Amor que dei
e todo aquele que recebi!

Diante da Vida
bom dia esperança
bom dia futuro!

José Manuel Brazão

Naufragando com prazer no teu mar

Olho para esse mar imenso,
perco-me no horizonte
e imagino-te esperando por mim
naufragando nessas ondas
marés vivas do nosso amor
que deslizarão até aos teus pés,
envolverão teu corpo
e tu abraçarás
a Vida, a nossa Vida
que nos sorri em plenitude!

José Manuel Brazão

Esperando por esse dia...

A vida nos uniu
e o amor nos seduziu
num tempo que não parou,
vivido por cada instante!

Corpos sentidos
em querer e prazer
de amor sem hesitação
e de entrega sem igual!

E desta entrega
com ansiedade constante
esperamos por esse dia...


José Manuel Brazão

sábado, 15 de fevereiro de 2014

A luz do luar


Noites de luar
clamam paixões,
umas sentidas,
outras vividas.
As noites de luar
parecem iluminadas,
intensas,
dramatizadas.
Paixão
é apenas paixão.
Quando acaba o luar,
tudo acaba.
Onde pára a paixão?
À espera de outro luar
para criar ilusões
e desilusões.
Eu queria ser Luar
para inspirar amor,
em vez de paixão …

José Manuel Brazão

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Confiança

Palavra que perdeu brilho
neste mundo do avesso
mas eu seguindo o meu caminho
pelo meu trilho
teimarei na confiança,
pela minha vida 
de livro aberto ao Mundo
em que nada escondo,
tudo demonstro
e repudio a mentira,
a falsidade
e a deslealdade!

Confiança é um bem
entre as pessoas
e sua convivência!

Quando não se confia
mais vale esquecer,
porque é tempo perdido!



José Manuel Brazão

Esse teu olhar


Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor sonhado,
por um amor contido.



José Manuel Brazão

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Não à vontade que se acabe...


Vivo em ti
mesmo que a Vida
nem sempre esteja próxima!

No teu corpo escondes
o que te vai na alma,
amor cúmplice
e um coração
que vive junto do meu!

Corpos que se consolam
nos momentos só nossos,
que sonham com o belo da Vida,
com o momento certo
e seus corações clamam:
não há vontade que se acabe!

 José Manuel Brazão

Serei EU

Serei eu
somente eu
quem procuras 
para aliviar tua alma
que está nua diante da Vida
e ajudarei teus passos
serem firmes na tua libertação,
porque te sentias prisioneira
sem grades no coração,
mas com medos
de reviver um grande amor!

A Vida mostra
que todo o tempo é tempo
de veres o lado bom da Vida!

Serei eu
o presente e o futuro
e jamais o passado!



José Manuel Brazão

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A vida cresce dentro de mim

Uma lágrima anuncia a minha saudade
à espera da tua metade
que ainda não mora em mim!

Olhando o céu
procuro o nosso vento amigo,
que traga o eco das tuas palavras
e teu nome como brisa de amor.

José Manuel Brazão






Viveres e sentires...

Meu amor,
meu desejo por ti
não tem limites
nem existem espaços.

Sei bem
onde te procurar
nos momentos insaciáveis
em que queres
te jogue na cama
te dispa, te ame,
orgasmos
e enorme prazer!

Olhas para mim
e teus olhos falam:
te quero todo aqui dentro!

José Manuel Brazão