**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

ANO NOVO



José Manuel Brazão

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

A Amizade, um Poema


A amizade,
é uma palavra
que nasceu com Luz,
para iluminar
os que acreditam
e a praticam!

A amizade
é uma palavra
para ser entendida
nos gestos,
nos sentimentos!

A amizade
é uma palavra
para ser vivida
com nobreza!

A amizade
reflecte beleza,
vestindo um poema!

José Manuel Brazão

Te deste!


Pareço sonhar
mas existes
no tempo que vivo.
Te desejo
no meu constante
pensamento
e tu negas
sem convicção
o querer, o desejar!

Sabes
que o teu sorriso
me aproximará
e esse momento,
momento de amor
não recuará...

... sorriste
e despojada de receios
te deste...

Teu corpo
pediu o meu percorrer
e senti tua pele sedosa,
húmida, brilhando
Como o Sol reflecte no mar!

Minhas mãos e meus lábios
sentiste,
tuas ancas dançaram
teus braços
me envolveram
nossos corpos
não mais pararam...

Te deste,
sentiste
e amaste!

O prazer aconteceu
e teus olhos disseram:
jamais esqueceres
esse momento
da nossa entrega
na hora de amor
salgado
bem temperado
como convém...

José Manuel Brazão

domingo, 29 de dezembro de 2013

Um sorriso para ti!

É tão simples saber
como aliviar
o nosso corpo e alma
e transformar a nossa vida;
basta alguém
ter amor no  coração
e enviar um sorriso
com convicção!

José Manuel Brazão

Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios.
Martin Luther King

Uma amizade fortalecida

Recordo este caminho,
de mãos dadas,
sorrindo,
felizes à nossa maneira,
entre alegrias
e tristezas,
vivemos cada dia,
como o nascer do sol!

De mãos dadas,
fortalecemos esta amizade,
linda, verdadeira,
que faz de nós
amigos para a eternidade!



José Manuel Brazão

sábado, 28 de dezembro de 2013

Olá amor, que saudades!


O teu olhar
levou-me à paixão.
depois ao amor!

É um amor sem limites,
sem hesitação,
bebendo as tuas palavras,
a tua dedicação,
o teu amor em silêncio,
por vezes escondido,
outras vezes assumido!

Ninguém roubará
este amor que corre,
que se alimenta em nós!

Já não chega
a saudade do teu olhar...

José Manuel Brazão

Deixemos amanhecer

Deixa amanhecer
Mesmo com chuva
sobre os olhos
Mesmo que a névoa
confunda o que vês
Apenas deixa amanhecer...

Ninguém pode viver
em completa escuridão
Já é primavera
Não perca essa beleza
Diante de teu olhar
Não, não perca

Tudo à tua volta
É um chamado à vida
É um convite aos sonhos
Então sonhe, devaneie
Mas não perca
todos os amanheceres
Porque são preciosos
E pode haver, em um deles
 Uma flor esperando
Ser regada por ti...

regina ragazzi

[....]


Como  é bela a Vida,
que me permite viver,
sentir e amar
essa flor que cresce em mim
cada vez mais viçosa,
graciosa,
recebendo esse Sol
e doando a Luz,
que aquece o coração
e ilumina o meu amor!

Flor do meu jardim,
jardim do  encanto,
banhado pelo lago da paixão!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Sentimentos

Todos os dias
penso em ti,
como se estivesses aqui!

Anseio
por este amor
um amor em palavras,
como se fossem
cartas de amor!

Um dia
neste convívio lindo,
beijámo-nos,
muito…
…sentimos prazer,
olhámos fixamente
e sem palavras
mas com um olhar
de mil palavras!

Aquele beijo
será sempre
aquele beijo…

José Manuel Brazão

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Novo amanhecer


Este amor
sem limites e tempo,
vibra intensamente
em nossos corações,
vivem próximos:
não passam um sem o outro!

Um amor vestido de saudade,
por cada momento
que se afastam…

O nosso amanhecer é radioso,
nasceu dentro de ti
e passei a vivê-lo!

O anoitecer não o vejo,
esqueci-o!

Nosso amor está vivo,
com o amanhecer,
após outro amanhecer…
… e assim será…
até sempre!

José Manuel Brazão

Vento amigo

Vejo a tua imagem
sempre em mim;
penso e escrevo
o amor que me envolve
as nossas vidas
e te envio
por esse vento amigo
minhas palavras
em poemas
que atravessam este mar imenso
e chegam a ti
pousando em teu colo.
Abraças e beijas
cada uma delas,
acaricias
como se fosse meu corpo!
Olhas o horizonte,
fixas o mar,
esperas pelo vento
que me trará
teus pensamentos
de paixão e amor,
que guardavas em teu coração!

E este vento amigo
de mim tudo levou
e de ti trouxe a esperança
de sermos felizes
no resto dos nossos caminhos!



José Manuel Brazão

Sonho

Sonho pela vida
que não tenho,
que procuro,
e que luto
neste silêncio
que me acompanha!

Sonho
com a família
dispersa, distante,
com a saudade constante,
de um homem
que disfarça ser feliz!
Que vive angustiado,
dando amor
aos que se lembram dele,
lhe aliviam a dor,
o acarinham, o admiram,
o amam,
fazendo esquecer,
as sombras da vida!

Sonho
com a felicidade,
que bate à porta
de cada um
e que um dia
encontrará
minha porta aberta,
para viver em paz
o resto do meu caminho!

José Manuel Brazão

"Sonhe com o que você quiser. Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-lo doce. Dificuldades
para fazê-lo forte. Tristeza para fazê-lo humano. E
esperança suficiente para fazê-lo feliz."
Clarice Lispector

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Um coração que canta e encanta

Existe o dia e a noite
nesta nossa vida
de amor
num só corpo e alma,
alma gêmea!

Teu coração
pulsa, canta
e encanta
com hinos de amor!

Na memória do tempo
ficará esse amor
que ele derrama
e eu recebo e guardo
como presente divino!

Por ti e em ti
ficarei em teu colo
ouvindo sereno
esses cantos
e encantos
das tuas melodias de amor!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL 2013



José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=oDaYIlz6Skk

Foste enviada

Sinto à minha volta
a solidão.
Não a solidão
para estar só.
Mas a solidão, de ficar só.
Sinto,
sinto muito …

Apareceste,
foste Enviada,
para não ficar tão só.
São amigos de verdade,
os poucos que me ajudam
e estão presentes,
na realidade.

Não peço muito:
é doce,
é consolador,
ter por perto
ou em pensamento,
gente com sentimento,
que dão amor,
sem se pedir,
muito amor…

José Manuel Brazão


Olhando


Fico olhando para a vida
e não sei o que pensar,
o que dizer…

Vagueio os olhos, por aí…

… sem destino,
sem vontade
dum sentir,
dum viver
e dum sorrir!

Serei merecedor
de tudo, mas tudo,
o que sofro?

Reflicto e nesta hora,
não encontro resposta!

Amo e procuro ser amado…

(Sou um Homem a viver em permanente Paixão e Amor)

José Manuel Brazão

sábado, 21 de dezembro de 2013

Pelo amor me rendo...

Navego nas águas  que correm em ti
que deixam em meu corpo
essa maresia de amor
que teu corpo despiu
e na tua fonte bebi
os teus doces beijos,
entre desejos,
sentires e prazeres,
abrigando o meu amor
em teu corpo
rendido por inteiro a mim!

José Manuel Brazão

Este amor não pára


Abraço-te com fervor.
contemplo-te e sinto
cada vez mais amor!

Meus braços
aconchegam o teu corpo,
minhas mãos
acarinham-te,
mimam-te!

Dos teus olhos
correm lágrimas,
que recolho-as
p’ra minha memória.

Teus lábios ficam trémulos,
sorrimos, beijamo-nos,
continuamos abraçados,
como se fossemos
donos do tempo, da vida.

Os teus olhos
continuam brilhantes,
vejo-me neles…

Nossos lábios
voltam a beijar-se,
com volúpia,
 amor, ternura,
 loucura,
sentindo-nos partir
até ao tecto do amor!

Este amor não pára,
com momentos belos,
momentos felizes,
que ninguém nos roubará!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Entrega

Nunca partiria teu coração
e não precisas de suplicar
em silêncio,
porque nosso amor
está bem vivo!

Sentes meus braços
enlaçados em ti
numa paixão
presente e ardente,
em que nossos corpos
vibram de desejo permanente,
para serenamente,
me sentires dentro de ti!
Entregas-te confiante
e eu viverei
em teu corpo, sempre!

José Manuel Brazão

Esta saudade...


Esta saudade
de ti, longe
me enlouquece,
mas o amor fortalece!

Esta saudade
de ti, me aproxima,
quando te ouço:
te amo…
Me serena,
mas fica saudade!

Esta saudade
não vai embora,
nem a paixão,
nem este amor
ardente,
de chama viva,
que nos ilumina
neste amor
nosso,
muito nosso
mesmo
com esta saudade…!!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Espero-te!

Todos os dias,
espero-te.

Passam as horas,
parecem-me longas!
Chegas, dizes-me “olá”,
dás-me um beijo
de amor e de saudade.

Sentas-te no chão
e poisas a cabeça
no meu peito;
pedes-me mimos
e eu dou!

Sou homem de paixão
que olha para ti
e emociono-me
pela beleza que mimo;
acaricio o teu corpo,
ficas serena,
olhas para mim
e vejo os teus olhos
brilhantes, húmidos
e com lágrimas.

Que tens?
Sorris e dizes-me:
São lágrimas de amor
e de alegria!

Também preciso de ti
e espero-te sempre…

José Manuel Brazão


Como um raio de sol


Começo o dia
admirando a tua luz!

Vibro com a tua imagem,
que me ilumina e conforta,
para viver mais um dia
do resto da minha vida!

Aproximas-te,
sinto o teu calor
percorrer meu corpo!
Uma sensação agradável,
perturbante
e naquele instante
já não sei
se és o Sol,
se o meu amor!

José Manuel Brazão

A lágrima que sorri


Juntos
no nosso jardim,
contemplamos a Natureza,
a sua rara beleza
e recordamos
os momentos felizes
que vivemos
por outro bem
que é o Amor!

Nunca esqueceremos
esses momentos
emocionantes,
de encantamento,
de fascínio apaixonante!

Olhamos
e em cada um de nós,
rola
uma lágrima que sorri…!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Um lugar somente nosso


Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Conhecemo-nos
tão bem,
como se vivêssemos,
juntos
cada instante da vida!

Distante
vivo as tuas amarguras,
os teus dilemas,
o querer e não poder,
que por vezes
penso :
estamos tão próximos!

O meu coração
embriaga-se de paixão,
de amor;
visto-te rosas vermelhas.
Olho o teu corpo,
fascino-me
com esse jardim,
delicio-me
com as pétalas de amor,
cheiro
o aroma que vem do teu corpo!

São os meus pensamentos,
distante de ti!
Estou cansado de sonhar,
mas vivo para te amar!

José Manuel Brazão

Sofrer pela distância!

Se eu pudesse …
vestia o teu corpo
de rosas vermelhas!
Olhava-te,
seduzia-te …

Ao meu redor,
exalava do teu corpo,
o aroma das rosas.

Desse corpo
de incontida paixão,
tirei uma a uma,
cada rosa vermelha.

Teu corpo ficou belo,
muito belo …
sofri,
perante o meu oásis!!!

José Manuel Brazão

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Nunca te sentirás só!


A vida é bela,
mas nem sempre
é fácil o caminho a trilhar!

Já percorri muito
do meu caminho
com muitas curvas
e contra-curvas.

Tomei cautelas,
mas mesmo assim
elas nos enfrentam
e nem avisam!

Na tua insegurança vivida
pensa n’Ele.
eu estarei contigo
e nunca te sentirás só!

Jose Manuel Brazão

Acreditamos

Acreditamos…
Um amor como o nosso
é sempre possível!

Acreditamos no viver
que existe em nós,
que sentimos o raiar do Sol,
a luz sorridente da Lua,
a paz, a harmonia,
que trouxe este amor!

Amor impossível?

Nunca este amor
foi tão forte,
com chama,
com ajuda entre nós,
nesta união saudável
de encanto,
muito encanto,
em que acreditamos…

José Manuel Brazão

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Mar imenso

Olho para o mar,
perco o horizonte!
Mar imenso
que nos distancia,
mas não nos afasta!

Nosso amor
conhece o mar,
navega nele
todos os dias
da nossa vida!

Não haverá
naufrágio
e chegará a bonança,
as águas acalmarão,
e o meu coração,
liberto da tempestade,
esperará com esperança,
o dia
em que o mar imenso
nos aproximará,
para sempre,
para sempre, meu amor!

José Manuel Brazão

Quando amanheceu dentro de ti


Viste a minha imagem,
Que te pareceu;
a luz da tua vida!

O teu Sol raiou
e saíste da noite
de solidão sem fim!

Dias
e mais dias viriam,
sem entenderes,
que eu não era o Sol,
a luz, a esperança,
mas um homem,
apenas um homem
desta Vida,
que foi nossa vida,
enquanto durou!

Hoje só existe
o amanhecer de cada dia,
dentro de ti e de mim!

José Manuel Brazão

domingo, 15 de dezembro de 2013

De mãos dadas

Passa o tempo
e nós
sempre juntos,
sempre unidos
para o bem,
e para o pior,
solidários, solitários …

Não te deixo,
não me deixas.
Nossos corações batem,
cada vez:
que penso em ti
e tu pensas em mim!

Estendemos as mãos
para nos aproximarmos.
Puxam nossos corpos,
mas não conseguem!
O nosso amor
é superior!
Estaremos Aqui ou Além,
como sempre
de mãos dadas!

José Manuel Brazão

sábado, 14 de dezembro de 2013

Butterfly


Há muito
que voas por mim,
em mim!

Voas, voas,
sem descanso,
vais
para onde vou;
na manhã de cada dia,
páras junto a mim
e no teu frenesim,
acordas-me,
mostras-me o Sol,
que nos ilumina
e começas
os teus movimentos
de carinho,
preocupação
e dedicação por mim!

Penso,
penso muito,
donde veio ela
e porque se dedicou a mim?

Uma borboleta assim,
terá amor?
Amor por um homem
que lhe dá atenção,
dá o coração
para quem o acarinha!

Chamo-lhe Butterfly!

Vou por aí,
pelas ruas da cidade
com ela no meu ombro,
todos nos olham,
de espanto,
de admiração
sorrindo!

Como uma borboleta
com tanta liberdade,
se priva dela,
para não me abandonar
e viver comigo,
para todo o sempre!

José Manuel Brazão

Pensando em ti


Em cada momento
o meu pensamento
está em ti!

Pensando,
pensando em ti,
vejo o céu azul,
sorrindo para mim!

Pensando,
pensando em ti,
vejo o sol radiante,
com muita Luz
que me cega de amor!

Pensando,
pensando em ti,
vejo a vida
com alegria,
com outro sabor!
Doce,
simplesmente doce!

Pensando,
pensando em ti,
sinto
na minha Alma,
amor e mais amor,
sinto
no meu corpo
desejo e prazer,
pensando em ti,
somente em ti!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Tu és a minha canção


Como sabes
que gosto de música,
da tua canção
ecoada em palavras,
tensas e intensas
e louca paixão
e amor,
flauteada
pelo teu coração
com acordes
de mulher sofrida,
determinada na fé,
no destino
e com um final
entregue nas mãos d’Ele!

José Manuel Brazão

Apenas isto



No teu acordar
em cada amanhecer,
estou junto de ti!

Desejas sentir
que não te abandono
e eu não abandonarei!

Vivo
cada momento
da nossa vida
como se fosse o último!

Vives
cada momento
como o primeiro
de muitos que hão-de vir!

Que queres de mim?

Dizes-me
com palavras sentidas,
com a voz do teu coração:

apenas isto;
carinho,
compreensão,
amor
e amor!

José Manuel Brazão

Sou quem sou!


Sou
o que a vida me permitiu,
sou
o que na vida me sorriu,
me entristeceu,
me enlutou…

Sou
um amigo da paz,
da tolerância
e do Amor…

Sou
um amigo fiel,
sempre ao lado
dos fracos,
dos aflitos,
dos carentes.

Sou
um homem
que defende
a dignidade,
a honra
e a verdade!

Sou
o que outros pensarem,
mas, sou quem sou!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Quem me dera encontrar o verso puro...



Do teu deslumbramento
pelo Poeta,
do teu encantamento
pelo Homem,
nasceu o verso puro,
um grande amor!

Senti em ti
a Luz que me faltava
que me daria paz e amor!

Tanto que nos amámos
e nos entregámos
a um amor ardente
com a paixão latente!

Tu e eu
aos olhos mundo
vivemos
as raízes desse amor,
que deixou marcas
em nossos corpos
nunca desvanecendo,
porque choramos
isto que sentimos:
angústia, nostalgia,
desejo de reviver
e partilhar esse grande amor!

Quem sabe...

José Manuel Brazão

Um amor sem limites

Quando o amor
se deixa dormir,
acordo-o!

Não posso viver
sem ele a funcionar!

Muitos esperam
a minha palavra,
o meu carinho
até
a minha tolerância!

A todos acudo.
Para uns
basta a minha presença,
o meu olá,
ou um até breve!
Para outros
um conselho,
uma prece,
uma esperança.

Para mim
fica o consolo
do bem procurar
e o mal evitar!

Para mim
fica o que basta,
não importa…

dou
o amor sem limites…

José Manuel Brazão

Uma Mulher encontrei...


Continuava o meu caminho
quando nossas vidas se cruzaram;
sorriste para mim
esboçaste um carinho
e logo os guardei
no cofre da minha alma.

Tu e eu encontrámos
o sinal de Vida
que ambos buscávamos;
um destino marcado
para uma vivência única!

Tu,  Mulher da minha vida,
repleta de sentimentos,
que sempre ambicionei
e teu coração me entregaste.

Esqueceste os sofrimentos
do teu passado
e eu, me libertei
de angústias,
pedras no caminho,
paixões vazias,
amores falhados
e ganhei
dedicação,
amor, muito amor,
lealdade
e entrega infinita.

A vida nos sorri,
momentos felizes
renasceram...
... florescem
e vamos abrir
a porta da Felicidade!

José Manuel Brazão