**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sexta-feira, 29 de março de 2013

FELIZ PÁSCOA 2013






* POETAS QUE COLABORAM EM NOSSO GRUPO DE BLOGS *




Amanhecer em ti


Seu olhar... seu sorriso... sua voz...
Acalmam os meus sentidos
Estar com você... sentir o seu amor
Não há nada mais bonito

regina ragazzi

[....]

Acordas e o Sol entra,
poisa no teu corpo,
e sentes teu coração quente,
num amor ardente,
como sonharas e Ele te trouxe!

Viste em mim,
que sou o teu amanhecer,
e renasceste hoje
para a Vida,
esquecendo o passado,
vivendo o presente
e ansiando pelo futuro!

Sou o teu amanhecer
e vives uma nova primavera!

José Manuel Brazão

Rosa minha flor do Amor


Rosas, sempre rosas
flor que me acompanha:
branca, vermelha ou amarela.
Flor da sedução:
vermelha da paixão;
amarela da saudade
e branca da pureza!

Flor
que dou e recebo,
na doação de amor!

Flor dilecta
dos meus encantos,
flor predilecta
quando penso
nos amores da Vida
- Mulheres -,
meus Filhos, Netos
e nas outras crianças!

José Manuel Brazão

É fruto do amor


Quis te encontrar,
que viesses até mim
e confessaste
que já lias a minha Poesia
há muito tempo!

Aí começou o desejo
de nos cruzarmos na Vida
e a Poesia nos juntou!
Vi logo em ti
uma Mulher e uma Poeta
diferentes na palavra da Vida
e na Poética!

Naquele momento
aproveitámos todos os instantes
que estavam em nós,
onde muitos conquistámos
e outros nos fugiram!

Foste a Mulher
que me compreendeu melhor
e eu fascinado vivia cego de amor
e nem tudo via em ti!

Só mais tarde
vi quanto me querias,
quanto precisavas de mim
e o tempo corria,
e nós deixámos o tempo
ser tempo e levar-nos com destino!

Hoje com o tempo já distante,
lamentamos e perguntamos,
porque estamos no coração
um do outro,
que nos lembramos para sempre,
mas trataste tão bem o fruto do amor
com quereres e sentires
e eu não fui merecedor de o provar!

Só me resta pedir o teu perdão
por não estar junto
duma Mulher e Poeta iluminadas
e uma Psicóloga da Alma;
deixa-me guardar no meu coração,
esse fruto do amor
que o conservas ainda são!

José Manuel Brazão

Porque tudo que é fruto do amor
Significa para mim pura emoção.


Luciana Silveira


* Tenho um carinho especial pela Amiga e Poeta.



Porta da Vida


Abro
a porta da vida!

E que encontro?

Tudo
o que não desejo
para mim,
para os outros
e para o futuro;
o nosso destino!

Tudo
o que não avança,
que cheira a retrógrado,
a saudosismo,
a egoísmo,
a inveja, a desamor,
com indiferença
muita indiferença,
pela justiça social!

Tudo
que os homens
podem conquistar,
mas a cobiça
dos encapuçados
deixam-nos violados,
por momentos…

A nossa consciência,
ficará desperta
para uma nova era,
que nos libertará!

Pela porta da Vida
Luz entrará;
um clarão de Amor,
de justiça entre os Homens…

José Manuel Brazão

quinta-feira, 28 de março de 2013

Janelas da tua Alma


Olho para ti,
fixo teus olhos
vejo eles sorrirem
e nesse brilho
janelas se abrem
e levam-me até à tua alma!

Aí contemplo-te
na Mulher de amor,
que tudo me dás
com os mais belos sentimentos
mais nada sobrando
perante a tua entrega
com amor ao amor!

José Manuel  Brazão

quarta-feira, 27 de março de 2013

Deixo a vida me levar...



Deixo o tempo
esquecer as mágoas que vivi,
os desenlaces que superei,
as lutas que travei.

Deixo o tempo
lembrar as alegrias que vivi,
as tristezas que superei
e este amor que sempre viverei!

Deixo o tempo
fazer-me acreditar
em tudo o que não vejo,
mas sinto...

José Manuel Brazão


Querido amigo, Zé.
Significante demais teu texto.

Senti como se fora meu...
Tbm estou acreditando no tempo, querido,
que é benção de Deus, porque
segue curando feridas, aliviando dores.
Sinto-me fragilizada com tantas perdas,
porém não me perdi de mim.
Volto devagar, mas sempre...
 Noite de paz, anjo amigo.
Beijinho
Glórinha
Gloria Salles

Esta saudade



Esta saudade
de ti, longe
me enlouquece,
mas o amor fortalece!

Esta saudade
de ti, me aproxima,
quando te ouço:
te amo…
Me serena,
mas fica saudade!

Esta saudade
não vai embora,
nem a paixão,
nem este amor
ardente,
de chama viva,
que nos ilumina
neste amor
nosso,
muito nosso
mesmo
com esta saudade…!!

José Manuel Brazão

“ Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.” (Clarice Lispector)

terça-feira, 26 de março de 2013

Poesia e Paixão

Grande parte desta minha Vida tenho analisado o Amor em todas as suas vertentes!

Desde há vinte anos entrego-me ao próximo (ajudando quem quer ser ajudado), vivendo com paixão a todas as causas onde possa ser útil!

Existe ainda em mim o meu coração brotar amor por todos os que me são queridos!

O meu Amor é com luta, sofrido até à conquista!

Há poucos anos nasceu-me a Poesia e durante este tempo, no meu estilo simples mas autêntico escrevo as minhas preocupações, os meus sentimentos de paixão e amor, as angústias, as tristezas e os momentos felizes!

Tudo duma forma que quem me leia, se reveja nas minhas palavras, porque todos os textos contêm casos da vida de cada um de nós!

Na Poesia, a minha existe e por isso escrevi que as coisas eternas em mim
serão o Amor e a Poesia!

José Manuel Brazão

Li o teu mágnifico e comovente texto.. e sou testemunha que tudo o que escreveste foi sentido no teu gentil coração!
Claro que me comovi com TUDO!
Homem feito poeta que atrais quem te lê.
Beijos no teu coração de amigo.
Maria Valadas


http://www.youtube.com/watch?v=7WnT1QXlGvQ&feature=related

segunda-feira, 25 de março de 2013

Amar acima de tudo!



Enquanto a vida permitir
amarei sempre
com convicção
e dedicação
quem para mim
vale a pena
mesmo que isso
me traga desconforto
virá o mais importante:
amor de verdade
de entrega absoluta
a um ser humano;
uma mulher honrada,.
digna da Vida
e com lealdade
e fraternidade
sem limites
ou horizontes!

Esse horizonte
que vislumbro
nem todos alcançarão!

Este  Homem
e essa Mulher
quis o destino que fosse assim:
amor incondicional
acima de tudo e todos!

Nunca seremos vencidos
nesta Vida em que a luta
é feita de Paz
com mãos iluminadas
a escrever o Amor!

José Manuel Brazão

domingo, 24 de março de 2013

Em teus braços


Quando estendes teus braços
sinto paz, conforto e segurança,
que reforça a minha esperança
e quando teus braços
envolvem meu corpo num abraço
esquecido pelo tempo,
sinto-me dentro de ti!

José Manuel Brazão

A pomba que desejo

Voas,
voas por aí,
sem descanso
na busca constante
e em cada instante,
de paz, harmonia
e amor!

Cansada,
mas não desistes;
sentes em mim
a tua força interior
e caminhamos
sempre
com mensagens,
e imagens
de poesia com Luz!

Neste pensamento
que nos pertence,
só tu
és a pomba que desejo!

José Manuel Brazão








sexta-feira, 22 de março de 2013

Meu Poema, minha Vida!


O espelho que não mente

Olho-me em ti
como meu companheiro
de todas as horas
vivendo as minhas angústias
por erros que não apagam
por amor que se pensou bem doado
vivendo as minhas tristezas
por querer ser melhor hoje do que fui ontem
na busca de me amar
para saber amar os outros
numa luta pela Vida
sempre constante, sem dimensão...
vivendo as minhas alegrias
dum sol nascente
com raios de esperança
e pensamento seguro
num caminhar
com corpo e alma renovados
e  a mão divina
ensinando o caminho libertador!
E olhando para ti
espelho da minha Vida
pela minha face lágrimas
com mistura de verdade e esperança,
 uma força que vive em mim
e com humildade aceitar
os desígnios de Deus
num destino que em mim existe
e olhando-te meu espelho da Vida
tu nunca me mentirás!


José Manuel Brazão

* Quem me conhece, sabe que este poema é mesmo um espelho de mim *



A fusão de duas almas

Vidas que se cruzam,
vindas pelo destino,
em que dois corpos
se unem numa vida comum!

E  aqui neste plano terreno
convivem, corrigem ,
ajudam e aprendem,
que para além dos corpos
existe um amor inacabado...
se não houver a fusão de suas almas!

E num próximo reencontro
essas Almas pagarão
a dívida que houver
da gratidão e do amor!

José Manuel Brazão



quinta-feira, 21 de março de 2013

Um sorriso para ti!


É tão simples saber
como aliviar
o nosso corpo e alma
e transformar a nossa vida;
basta alguém
ter amor no  coração
e enviar um sorriso
com convicção!

José Manuel Brazão

Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios.
Martin Luther King

quarta-feira, 20 de março de 2013

Não direi adeus!



Não quero pensar
não quero dizer,
adeus!

Palavra dificil na Vida
que se quer viver
e não apenas existir!

Quando penso
em quem amo,
vem angústia, nostalgia
e liberto o pensamento!

E assim prefiro não amanhecer
do que dizer adeus!

José Manuel Brazão


Meu querido poeta e amigo Zé, ainda é cedo para dizeres Adeus. Num esplêndido poema de despedida,escreveste uma cascata de versos sublime. Adeus não...! Continuar com a tua inspiração, amigo meu. Um beijo com muita amizade da Maria Valadas

Vem para mim enquanto há tempo...


O tempo passa
e há tanto amor no teu silêncio
que desperta em mim
a essência do nosso sentimento
tão profundo neste tempo
que guardamos em nosso peito!

Unidos em sonho e pensamento
te espero pela Vida,
vem para mim enquanto há tempo!

José Manuel Brazão

Espero...


Espero nas linhas do tempo,
debruçada na vida como parapeito
esperando por aquele mesmo vento
que te trouxe p'ra mim,
soprando ex-amores do peito.

Espero que para o tempo haja tempo,
de remendar todos os nossos momentos,
de apartar de meus lábios o tormento,
de causar nesse oceano de lágrimas
algum movimento...

Espero...
Só espero...
Ainda espero...

Que haja resto de vida em nossos olhos,
e que a pureza dos teus reguem a semente,
renasça aquele amor que um dia me disse:
que a vida inteira era pouco tempo,
pois amor verdadeiro vive além da vida e além do amor...


Espero...

Anna Carvalho

em participação especial


[....]

Espero
que este amor verdadeiro
viva além da Vida
e além do amor!

O nosso vento amigo
leva as minhas saudades
e traz-me de ti
essas lágrimas  de nostalgia!

Só espero
o tempo seja tempo
de avivar
os nossos momentos lindos
guardados em nossos peitos,
nunca esquecidos
e sempre lembrados!

A vida inteira será pouco tempo,
mas ainda espero!

José Manuel Brazão

Amor calado


Vivo no silêncio,
a chama deste amor,
amor calado!

Vivo este amor,
com o coração
cheio de paixão.
de angústia,
de sonhos.

Como um pássaro,
voo alto,
não sabendo
até onde vai
este amor,
amor calado!

Desço à Terra,
paro e penso
neste amor intenso:
vejo-a vestida de amor,
linda e elegante,
sorrindo,
por este amor calado,
cheio de palavras,
de gestos e afectos …

José Manuel Brazão

terça-feira, 19 de março de 2013

Tua Alma é metade da minha!


Além da distância sofrida
és a razão da minha vivência;
a ti vou buscar
a força interior que preciso,
nesta vida convulsa,
em que a fraternidade
desvanece
a solidariedade
eclipsa,
mas o amor
em ti e em mim
ilumina nossas almas!

E nesta mistura de sentimentos
com a saudade sempre na frente,
tua alma é metade da minha!

José Manuel Brazão


DIA DO PAI: Sou Pai e Avô!



Aquilo que a Vida me deu…

Filhos do Universo

Meus filhos
vão partindo,
deixando Luz,
cheiro e amor!

Escolhem o seu caminho:
aqui com oportunidades,
ali com contrariedades!

Pai resignado,
continua vigilante
e expectante
no seu silêncio!

Pai cansado,
mas com vontade de viver,
continua a estrada da Vida!

Pára e olha;

vê os seus filhos,
serem filhos do Universo!

Um Avô!

Passa o tempo
sem dar por isso!

Os netos crescem,
procuram-me
e não me encontram!

Ando por aí,
olhando por este,
ajudando aquele.

Passa o tempo
e meus netos crescem!

Não os vejo,
mas imagino
o amor
que nos atravessa.

Não os vejo,
mas sinto-os
a todo o instante!

Não me encontram,
mas sabem
que estou vivo,
sempre com o amor
por mensagem…

José Manuel Brazão

domingo, 17 de março de 2013

Esta Lisboa que eu amo!


Lisboa,
minha cidade,
onde nasci
e tenho vivido,
crescido,
aprendido,
ensinado
e criado
tudo aquilo que me deste,
até a liberdade,
que uns sabem usar
e outros abusar.
Quase toda te conheci,
de oriente
a ocidente,
mas há sempre um cantinho,
desconhecido
ou mal observado,
durante este caminho,
igual à minha idade.

José Manuel Brazão

Miriade
Zé uma otima ideia,um lindo poema e maravilhoso video,adoro Portugal, tenho uma afinidade com seu pais, deve ser essa amizade luso-brasileira que temos nas entranhas.Estive ai por duas vezes a tentar conhecer melhor e me identifiquei com tudo que vi,parece minha cidade Natal,as ruas de Lisboa,suas escadarias, sua arquitetura unica,seus azulezos poéticos, a roupa no varal das janelas, os bordados,o forte de Saõ Jorge,passa para mim uma sensação de nostalgia e romantismo, até escrevi um texto também na epoca que a visitei, deve está na gaveta, quando o encontrar posto para você ok? Achei lindissimo seu texto poema, viajei no video e no fado, obrigada por compartir,
 Beijocarinho, Lu


http://www.youtube.com/watch?v=LOa9Q4RvSKw&feature=player_embedded



Sou o teu amanhecer!


Acordas
e o Sol entra,
poisa no teu corpo,
que já tens o meu junto de ti,
sentes teu coração ainda mais quente,
num amor ardente,
que abraças como sonharas
e Ele te trouxe!

Viste em mim,
que sou o teu amanhecer,
e tu e eu renasceremos
para a Vida rumando,
esquecendo o passado,
vivendo o presente
e ansiando pelo futuro!

Sou o teu amanhecer
e viveremos
novas primaveras
de harmonia, paz
e amor iluminados!

José Manuel Brazão

* Em cada amanhecer eu e o Sol seremos teus companheiros.

sábado, 16 de março de 2013

Um dia, o amor!


Passam os dias,
nossas vidas pulsam
e nós vendo sempre
as nossas imagens
sorrindo, sorrindo
sem palavras,
mas com a sintonia
ansiada em nossas Almas!

Um dia, um dia será
aquele que voltará
ao dia que nos cruzámos
e ficou em nós
um dia, o Amor!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 15 de março de 2013

A saudade mora no meu peito!


A saudade mora
e morará sempre no meu peito.
Não me deixa este sentimento,
esta mistura de sentimentos,
que não controlo,
mas que me aprisiona
com nostalgia, melancolia
com que vivi
ou convivi
por tudo o que passei
de belo ou triste,
que me faz crescer
e não me arrepender
desta saudade que mora no meu peito!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 14 de março de 2013

Angústia de amor


Foi belo
o amor que te dei
e os momentos vividos,
que não se repetem,
apenas ficam
na memória do tempo!

Foi belo
aquele amanhecer
que gerou dentro de ti,
a paixão, o amor
nunca antes vivido
e que voou
pelo mar imenso
e nos juntou
num sentir
forte,
muito forte,
que parecia eterno!

Um eterno
enquanto durou…

... até anoitecer…

Ficam marcas
desta paixão,
deste amor original,
distante
que uniu corações
que só nós entendemos
e o destino...

José Manuel Brazão  

"É preciso permitir que alguém nos ajude, nos apoie, 
nos dê forças para continuar. 
Se aceitamos este amor com pureza e humildade,
 vamos entender que o Amor  não é dar ou receber 
- é participar." 
Paulo Coelho

DIA DA POESIA


Hoje completo mais uma Primavera - 14 de Março

As minhas primaveras

Primaveras passadas
com flores e amor,
neste jardim do meu encanto,
que é a Vida por mim vivida,
não olhando para trás
com saudosismo,
mas caminhando
com a ansiedade
desse futuro que me espera!

Primaveras passadas
com alegrias e tristezas necessárias
ao meu viver autêntico
e que fez de mim quem sou!
Um homem que ama a Vida
e todos os que passem
pela sua existência na Terra!

Primaveras passadas
com pensamento constante
de Paz, Harmonia e Amor!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 13 de março de 2013

Um coração que canta e encanta



Existe o dia e a noite
nesta nossa vida
de amor
num só corpo e alma,
alma gêmea!

Teu coração
pulsa, canta
e encanta
com hinos de amor!

Na memória do tempo
ficará esse amor
que ele derrama
e eu recebo e guardo
como presente divino!

Por ti e em ti
ficarei em teu colo
ouvindo sereno
esses cantos
e encantos
das tuas melodias de amor!

José Manuel Brazão

terça-feira, 12 de março de 2013

Sonho de amor


Sonhas
com o amor ideal
e paixões vagueantes,
palavras sedutoras
em noites delirantes
de prazer sem fim.

Sonhas por mim,
com o mistério
de ser quem sou
e de não me teres.

Sonhas em cada noite
o amor que desejas,
o amor que esperas,
com o teu coração,
suspirando entrega.

Sonhas
delirando amor,
muito amor!

José Manuel Brazão

Folha do pensamento



Na tua mão
uma folha de árvore;
sentas-te à sua sombra.
Acaricias a folha,
fixas o teu olhar,
corres a vida:
sorris, choras.
Com coisas belas
e sonhos perdidos
nessa corrida pela vida.
Olhas para diante
e vês a sombra de alguém,
mas quem?
Daquele
que segue o teu caminho,
que te avisa e aconselha,
daquele
que não te quer sem destino:
onde estou, para onde vou…
A estrada em que estamos,
leva-te à que procuramos:
a estrada da Vida …
Sorris para mim,
beijas a folha e partes …

José Manuel Brazão

segunda-feira, 11 de março de 2013

Partimos... unidos para sempre!


É chegado o tempo,
seguiremos nas asas do vento
na bagagem levaremos amor
amor que nos transborda a alma.

Fica em nós uma certeza:
tudo em vida nos valeu a pena!

Unidos por sonhos infindos,
resgatados em cada amanhecer
seguiremos por caminho já escolhido
traçados dentro de nosso ser...

Nas mãos letras e versos de luz
no coração, o amor sem limites.

Partiremos juntos, pois somos um
seguiremos além, propagando LUZ
jogaremos palavras ao vento
levaremos saudades no peito...

Sim, partiremos...

Anna Carvalho

[....]

Partimos com rumo certo,
convictos, decididos,
que nada nos fará parar,
aqui ou por perto!

Este amor sem limites,
que fez Luz em nós
e se reflecte em poesia de amor
com palavras ao vento
e ficará nos céus do infinito
voando entre estrelas cintilantes,
nesta Vida por instantes!

Nós, estaremos iluminados
por essa vontade, esse destino,
que a Vida nos deu!

José Manuel Brazão

No silêncio do nosso quarto!



Neste silêncio
vivemos num céu
dando asas ao nosso amor!

Beija-me com doçura,
olha-me nos olhos
deita em meu corpo
abriga-te no calor deste doce ninho,
mistura comigo a alma!

E teu corpo envolvido em meus braços
voaremos no silêncio do nosso quarto
fazendo amor neste firmamento!

José Manuel Brazão

 * Um quarto que ficará no nosso silêncio *