**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sábado, 30 de junho de 2012

Flores da tua alma!


Noite muito linda
para jamais esquecer!

Um sonho tranquilo,
sereno e colorido
como jardineiro
das flores da tua alma!

Tenho muito amor
por essas flores viçosas
e formosas
que vivem em ti na tua alma!

Nem precisariam do jardineiro,
porque são diferentes,
com um aroma especial,
não precisam de água,
apenas se alimentam do carinho,
da ternura que lhes dou!

Será sempre
o jardim do meu encanto
e tu Mulher com essa alma
reflectes em mim
um amor como nunca tive
por sentires tudo o que te dou
e às flores da tua alma!

José Manuel Brazão

Esse teu olhar é a poesia que eu entendo

Leio os teus poemas
e sinto
que escreves o amor
sonhando,
lutando,
tornando-o
emocionante,
suave, doce!

Esse teu olhar
percorre a Vida,
na busca
do teu ideal de Vida!

O teu anjo,
o teu anjo meu,
sorri, mas ajuda;
ajuda sempre
com a sua mão,
o seu olhar
a sua voz
e o seu coração
pulsando
bondade e amizade,
com laços de amor!

Esse teu olhar…
é poesia que eu entendo!

Sabes
que está sempre perto,
o teu
anjo meu!

E ficará
esse teu olhar
e a tua poesia que eu entendo!

José Manuel Brazão


Zé poeta meu amigo querido eu só posso te aplaudir.
Teu poema como todos os outros é de uma sensibilidade impar de uma encantadora poesia , de versos que vem d'alma!
Perfeito!!!
beijos muitos amigo querido!!!
Celina Vasques


Sueli Rodrigues disse...
Que verso delicioso de ler, transmite, calma e amor...
Gosto de poemas assim, eles me deixam com o coração leve.
Parabéns Zé
Su


É bom sonhar


É bom sonhar...
E ficamos com a sensação
De uma vida ideal,
mas ao acordar
vemos o real e aí
os  caminhos a seguir são:
coragem e superação,
recolhendo as pedras
que encontramos e ignoramos que ...
serão um monte de ilusões!


Caminho livre e avançamos
renovando a Vida,
dos hábitos,
das atitudes,
 selecionando os Amigos
- aqueles da forma pura de amar –
e a Vida sorrirá,
o Sol abrirá
e a Lua contemplará!


Olhando para trás
veremos o tempo perdido
e aprendido, mas saberemos
que todo o Tempo é tempo
de corrigir o que éramos
e ver como a Vida se tornou mais bela!

José Manuel Brazão

[...]

É bom sonhar!
Ao acordar,
não precisamos recolher pedras.
O bom sonhador
Sonha dormindo,
Sonha acordado,
Sonha o tempo todo.

Fica zangado:
Quando não lembra o sonho,
o sonho sonhado.
Principalmente se for
Sonho sonhado com seu amado.

Suas ilusões sempre serão
Mais que sonhos, mais que realidade.
São seus desejos imaginários
de sonhos realizados.

Bom sonhador
Sonha com a vida
Como se fosse uma aventura
Onde o tempo é eterno,
O erro não existe
E a vida...
Ah! A vida é sempre bela!

Podemos olhar para trás
Sem medo dos obstáculos
deixados pelos caminhos.
As pedras serão Diademas
a refletir o brilho do sol e a magia da lua...
Renovando a vida!

E as ilusões darão plenitude ao sonho
Clareando os caminhos
E dando a sensação
que a vida é por demais bela!
Pra ser vivida apenas de realidade.
E que sonhos e ilusões
São essenciais para entender
A essência de uma amizade sincera!


Sueli Rodrigues

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Amor sem limites


Quando  o amor
se deixa dormir,
acordo-o!

Não posso viver
sem ele a funcionar!

Muitos esperam
a minha palavra,
o meu carinho
até
a minha tolerância!

A todos acudo.
Para uns
basta a minha presença,
o meu olá,
ou um até breve!
Para outros
um conselho,
uma prece,
uma esperança.

Para mim
fica o consolo
do bem procurar
e o mal evitar!

Para mim
fica o que basta,
não importa…

dou
o amor sem limites…

José Manuel Brazão


Entregando o coração


Quando decidimos entregar o coração, estamos colocando em perigo à pessoa que o recebe. Às vezes a pessoa em questão não esteja preparada para receber, e corremos um grande risco de nos machucar. Contudo, o coração continua sendo seu, independente da aceitação.

Graciele Gessner.


[....]

Adormeço sonhando
com o eco das tuas palavras,
num amor que não morre!

Amanheço com o Sol
raiando em mim,
e deixando o calor
do teu corpo desejado
nestes momentos de entrega
do meu coração ao teu encanto!

José Manuel Brazão

Esta noite...

O silêncio me rodeia,
convive comigo
há muito tempo
como amigo
a que já me habituei
e resignei!

Vou à janela
virada para o Rio Tejo,
vejo as águas serenas,
chuva a cair,
que deixa um cheiro,
invulgar, confortante
que me serena, relaxa
e leva a pensamentos
distantes e recentes.

Vejo imagens
de tempos que não se apagam
e de um presente que amo
e me deixa uma luz,
que mostra a esperança
a sorrir com a Lua,
iluminando
meu corpo e alma,
sentindo eu as forças
para amanhã
continuar a minha caminhada,
sem hesitar, sem parar!

José Manuel Brazão

RAFA - Feliz aniversário!






Nunca me esquecerei de ti,
meu Anjo-Menino-Poeta!

Sinto que estás pasmado
olhando para a tua imagem!
Guardada no cofre do meu coração
faz tempo 
e o tempo não pára;
mas o nosso Amor também não!

Que sejas feliz
com a tua fiel companheira,
Mãe eternamente querida!

José Manuel Brazão

Meu querido Rafa um beijão do ZéPortuguês



quinta-feira, 28 de junho de 2012

Afectos por onde andarão?



Parecem perdidos,
por onde andarão?


Eu tenho os meus
e dou ao próximo
sem pedir nada.


Muitos
carecem deles.
Outros
sabem como dar!


Neste desencontro,
preocupo-me
com este mundo assim!


Vejo uma Luz
e agradeço:


É a esperança
dos afectos
que não me abandona,
para que haja
tolerância, compreensão,
solidariedade, compaixão.


Que as crianças
cresçam nos afectos!


Assim haverá amor!


José Manuel Brazão

Sonho lindo



Não desejo acordar
Deixe-me assim perto de ti
És tão real aqui
Que até tua fragrância posso sentir


Peço-te amor
Não desperte meu olhar
Deixe-me aqui ficar
Só assim junto á ti minha alma em paz pode ficar
Quero sentir cada toque teu
Fazendo-me arrepiar
Sentir os teus dedos suavemente
Meu corpo dedilhar
Sentir em minha boca o doce beijo
Que estas a me presentear
Sentir de verdade o que é o amor
E como é bom te amar


Não quero acordar
Pois só nos meus sonhos podes habitar
Anseio esta noite eternizar
Desejando assim deste lindo sonho
Nunca mais despertar.


Nanda Costa


[....]

Ainda não acordei
deste sonho lindo
- nunca foi sonho –
vivido cada instante,
com o tempo não parando
e nos deslumbrando
com este amor assim...

Não foi conto de fadas,
nem paraíso inexistente,
foi amor caloroso,
forte, convicto,
cada vez mais exigente
pedindo a cada um de nós
e ignorando os limites
que em tudo existem!

Ainda assim
se pudéssemos
jamais acordaríamos...!

José Manuel Brazão

Eu sou o meu próprio futuro!



Pouco pedi à Vida,
apenas aquilo
que fosse merecedor!


Pacientemente
aguardei os momentos,
doando
o que meu coração
um coração sofrido,
mas sempre pulsante,
nas mãos da Vida
entregava esse amor,
que guardo
no cofre da minha alma!
Recebi
mais do que esperava,
mas senti
que foi tudo o que mereci!
E assim
a Vida sorriu para mim
e eu abraçei esse amor
que não me larga, a Vida!


Mas não sei
se serei futuro para alguém;
eu sou o meu próprio futuro!


José Manuel Brazão



Mas não sei
se serei futuro para alguém;
eu sou o meu próprio futuro!
Lindo Zé fez um futuro ou um nome respeitado e amado.
Lindo Zé!
nunca saberemos se seremos futuro pra alguém, eu acredito que sou eu quem faço meu futuro...
alegre ou triste, romântico ou frio, cheio de vidas ou solitário, certo ou errado... 
Por isso gosto de viver o presente e deixar o futuro acontecer simplesmente.
Su
Que poesia meu amigo!!!!
"Mas não sei
se serei futuro para alguém;
eu sou o meu próprio futuro!"
O teu futuro me parece ser o abraço do amor à vida e pela vida! Abraços
Marcia que Deus leia as tuas palavras!
Muito obrigado.
Beijo do ZÉ






Momentos...


Estou aqui,
mas por momentos,
saio, voo,
procuro novos caminhos,
novas mentes,
novas ideias.
Paro
e contemplo o horizonte,
parece-me infinito!
Não vejo ninguém,
mas sinto alguém!
É o amor
que não me deixa
e partilho-o:
com quem encontro;
uns sorriem,
outros perturbam-se!
Reflexos:
dum mundo distraído,
egoísta,
de costas voltadas,
com poucos guerreiros,
na luta dum mundo melhor!
São momentos,
para a minha esperança.
De tristeza,
mas com a certeza,
que sou um dos guerreiros …


José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=psCdIeIfrtA&feature=g-vrec

Sonhamos


Nunca mais vi seu rosto, seu sorriso ,
O desespero, às vezes, toma conta
Uma lágrima brota no olhar...

Difícil aceitar que estas longe
E a noite, quando sonho com você...
Seu sorriso faz festa na minha mente.
Parece tão real...
Chego a sentir seu perfume,
Teu abraço
Seus olhos
Suas mãos...

Então seca o pranto com um beijo carinhoso.
Acordo, tateando a cama a procura do meu sonho...
Sinto saudades sua e não quero acordar.
Quero ir ao encontro do sonho perfeito,
fazer dele, versos que iluminam a noite,
e juntos assistir ao nascer do sol,
caminhar pelos campos,
sentindo o cheiro das flores
que alegres dançam pra gente...

E quando o sol se por, admirar as estrelas
cultivar e continuar sonhando...
dar a vida um colorido mágico.

Sueli Rodrigues


[....]

Sonhas
como alimento da vida!

Sonhas
com o amor ideal
e paixões vagueantes,
palavras sedutoras
em noites delirantes
de prazer sem fim.

Sonhas
por mim,
com o mistério
de ser quem sou
e de não me teres.

Sonhas
em cada noite
o amor que desejas,
o amor que esperas,
com o teu coração,
suspirando entrega.

Sonhas
delirando amor,
muito amor!

José Manuel Brazão


quarta-feira, 27 de junho de 2012

Bom dia futuro!


Já tanto vivi
e fiz tão pouco
para aquilo que sonhei;
mas pacientemente
viverei
dia após dia
cumprindo para o que vim,
semeando tudo de bom que existe em mim
e serenando pelo Amor que dei
e todo aquele que recebi!

Diante da Vida
bom dia esperança
bom dia futuro!



Vou, vou por aí...




Vou,
vou por aí…
na busca do amor,
distante e próximo!

Por vezes
na minha mão,
noutras
voa sem norte,
na procura
do que desejo encontrar!

O amor
está sempre,
onde deve estar:
no coração de cada um…

José Manuel Brazão

AMIGOS





"Ter muitos amigos é não ter nenhum. Aristóteles"

terça-feira, 26 de junho de 2012

Amor eterno


Esta poesia de amor
que enche
meu corpo e alma
leva-me a escrever o amor
que encante, acalente,
enfim, que crie
momentos felizes!

Um poeta que sonha,
sonha muito,
que perfuma corações
abertos a paixões,
escrevendo amor eterno,
quando eterno
apenas o de sua Mãe!

José Manuel Brazão


Lembrando: VAI!


O caminho
já o descobriste!

Vai…
não hesites,
percorre-o
sem olhar para trás!

Vai…
acredita,
nós
que te amamos,
em ti confiamos!

Vai…
o Sol sorri-te,
a Lua confia-te
amor,
muito amor!

Vai…
tu mereces!

Dedicado à minha querida Amiga Nanda Costa, pela nossa eterna e profunda Amizade, que tem raízes de amor!
14 de Julho de 2009

Quando um Amigo nos acompanha...



Sempre que me bater insegurança, vou lembrar de ti

me dando apoio emocional e espiritual.Beijo na alma, Graci.


De facto nenhum caminho é longo demais, quando um Amigo nos acompanha!

E tu Graci que nos acompanhamos desde Janeiro de 2010 na Vida e na Poesia exercemos entre nós uma profunda união de compartilhar as alegrias e as tristezas em momentos certos!
 Quando ris eu rio, quando choras escondo o meu choro, poupando-te o teu sofrimento daquele momento!

Por outro lado vivo mais sereno devido à confiança e à esperança, que vejo em ti por saber que passada a fragilidade natural, que se incorpora em ti levantas-te e dizes: Zé vou seguir para a frente!

E aí sorrio para o Céu pela minha querida Amiga Graci, a nossa Graciele Gessner!

Graci, recomeça mais uma vez e eu acompanho-te como sempre!

Beijo grande
do ZÉ
e com convicção direi:
teu Amigo eterno



Obrigada, Zé!!!
Sempre fiel...

Doce espera



Olho ao meu redor
Vejo poesia no sol, na lua
E nas lágrimas da chuva na janela
Que acompanham minha constante espera
Em minha mente, você, doce quimera

Fecho os olhos
Penso em teu abraço envolvente
Sedento ( ambos)
Num lampejo de um distante-caloroso
Coro ( rubras faces)
Imagino teus lábios nos meus
Famintos ( duplo instinto)
Nossa pressa e calma
Sinto ( arrepios na alma)

Em minha vida complexa
Tua ausência é prenúncio
Das almejadas horas vindouras
Onde só há completude
Nossa maior virtude.

Luciana Silveira

[....]


Espero,
espero sempre
que chegues,
com o teu sorriso
e com as palavras:
oi, amor!

Daí,
trocamos muitas palavras,
com afectos, carinhos,
vividos,
sentidos
e amados!

Cada dia
nosso amor
cria
uma eterna paixão,
que o tempo não pára,
e nós também não…

José Manuel Brazão

* Uma das melhores duplas de poemas criada pela LU e por mim *

Aguardo uma brisa de ti...


Aguardo
uma brisa de ti...
Uma palavra,
um poema,
um beijo.
Aguardo em silêncio
calando o meu desejo...

Aguardo
uma brisa de ti...
Um carinho,
um abraço,
um sorriso.
Aguardo com saudade
pois é de ti que preciso...

Aguardo
uma brisa de ti...
Que me sussurra ao ouvido
que precisa de mim...
Que me deseja,
que me quer possuir...
E meu corpo
entrega-se em gemido
a uma noite prometida
de corpos entrelaçados
em suor...
Na febre de um amor
ainda por cumprir...
Vanda Paz


[....]
Nesta noite prometida
aguardas de mim
uma brisa
um carinho,
um abraço,
um sorriso.

Aguardas e sentes
que te desejo
e teu corpo entregas
em suor para te possuir
nesta noite prometida.

Rendidos nossos corpos,
os desejos foram cumpridos
entre quereres e sentires!

José Manuel Brazão








domingo, 24 de junho de 2012

Pelo amor nos rendemos!



Navego nas tuas águas;
que deixam em meu corpo
essa maresia de amor
visto-me de tua pele,
sirvo-me de teus segredos,
provo da boca doces beijos
entre desejos;
sentires e prazeres,
abrigando o meu amor
em teu corpo,
com tuas luas e mistérios;
rendido por inteiro a mim!

José Manuel Brazão

Maria: uma princesa da Vida


A minha vida está recheada de pessoas, que são um sustentáculo da minha vivência com uma força interior, que não sei explicar como desejava!


Entre essas pessoas existe uma Maria, que conheci há uns anos, mas parece-me já a conhecer há muito…


Já tivemos várias e longas conversas onde falámos da Vida e da Poesia!


Na Vida, encontrei uma Mulher com sentimentos fortes de humildade, de respeito pelos outros, de gratidão e de solidariedade.


Na Poesia, vejo uma Mulher que veste as suas palavras com ternura, amor, nostalgia e saudade.


Maria, uma Mulher que desde o início merece a minha admiração e em que as minhas palavras não bastam para a definir!


O que interessa é que tudo o que escrevi, foi ditado pela voz do meu coração sobre esta Maria: uma princesa da Vida!


José Manuel Brazão


Um texto sobre Maria Valadas
Deixas-me indefesa nesta minha humildade.
Obrigada, meu querido amigo pelo teu generoso coração.
Bem Hajas!
Beijos.
Maria




Grito de desprazer

Hoje...
Sinto-me a mais ludibriada das criaturas
Carpita a chama que há em mim
Amarfanho o lençol em ais de desventura.
Asssola...
O meu lento grito de enorme desprazer
E, a cascata de lágrimas tomba de amargura
Inodando o meu regaço, sem nada fazer.
Ele!
O próprio!- Mimou as mais radiosas flores
As aconchegou com melodias de embalar
Ajeitadas no seu peito, luzidias de amor.
Aguardo...
Que a tempestade, desvie a rota para não regressar
Que a luz do sol invada o seu gentil coração
A lua, espalhe a luz prateada e nos faça inundar.

Maria Valadas