**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Foste enviada



Sinto à minha volta
a solidão.
Não a solidão
para estar só.
Mas a solidão, de ficar só.
Sinto,
sinto muito …

Apareceste,
foste Enviada,
para não ficar tão só.
São amigos de verdade,
os poucos que me ajudam
e estão presentes,
na realidade.

Não peço muito:
é doce,
é consolador,
ter por perto
ou em pensamento,
gente com sentimento,
que dão amor,
sem se pedir,
muito amor…

José Manuel Brazão



Verdade Zé, só de saber que tem pessoas ao nosso redor, pensando na gente e torcendo por nossos dias para que sejam melhores, já é um ótimo motivo para não se sentir só...
Su

Sonhamos...


Nunca mais vi seu rosto, seu sorriso ,
O desespero, às vezes, toma conta
Uma lágrima brota no olhar...

Difícil aceitar que estas longe
E a noite, quando sonho com você...
Seu sorriso faz festa na minha mente.
Parece tão real...
Chego a sentir seu perfume,
Teu abraço
Seus olhos
Suas mãos...

Então seca o pranto com um beijo carinhoso.
Acordo, tateando a cama a procura do meu sonho...
Sinto saudades sua e não quero acordar.
Quero ir ao encontro do sonho perfeito,
fazer dele, versos que iluminam a noite,
e juntos assistir ao nascer do sol,
caminhar pelos campos,
sentindo o cheiro das flores
que alegres dançam pra gente...

E quando o sol se por, admirar as estrelas
cultivar e continuar sonhando...
dar a vida um colorido mágico.

Sueli Rodrigues


[....]

Sonhas
como alimento da vida!

Sonhas
com o amor ideal
e paixões vagueantes,
palavras sedutoras
em noites delirantes
de prazer sem fim.

Sonhas
por mim,
com o mistério
de ser quem sou
e de não me teres.

Sonhas
em cada noite
o amor que desejas,
o amor que esperas,
com o teu coração,
suspirando entrega.

Sonhas
delirando amor,
muito amor!

José Manuel Brazão


Por ti só bons sonhos


Sueli Rodrigues


O poeta é sonhador,
sempre foi assim
tentando florir,
mesmo que as suas flores estejam a secar!

Por ti o sonho,
 vale sempre a pena!

És tão autêntica,
tão Amiga,
que não duvido de ti,
para enriquecer tudo o que já tens,
nasceu, cresceu e morrerá em ti!

José Manuel Brazão

Que bom encontrar um parceiro de sonhos e atravessar grandes mares, percorrer pelo espaço, e ter um herói pras fantasias de mocinha e cowboy,linda poesia Zé!
obrigada

Lembrando: Naquele dia ...o Mundo desabou em mim!


Domingo
manhã cheia de sol,
pedia passeio matinal.
Parti para o passeio habitual.
De repente,
dor aguda inesquecível,
transformou aquela manhã
cheia de sol,
numa tarde gelada,
numa noite estrelada.
Tarde gelada
sem destino!
Noite estrelada
pensando que na casa celestial
o João me esperava.
Não parti
e naquela hora
tão pouco nos separava!
Alguns choraram,
mas não chore quem me amam.
Nunca me senti tão sereno,
tão bem comigo!
Antes só pensava no futuro
e ficava inseguro!
O dia chegará, quando não sei!
Gostaria que fosse o João
a receber-me:
tanto amor me daria…!
9 de Dezembro de 2001

José Manuel Brazão

O meu primeiro poema em Abril de 2002 *



http://www.youtube.com/watch?v=LpYj_sI79v8

domingo, 29 de abril de 2012

Desejo liberto


Eu,
Adulta, dotada de instrumentos
cognitivos evoluídos, madura,
racional, ciente da impossibilidade total
de ter seu corpo  pulsando sobre o meu.

Mas meus poros nada entendem de abismos,
nem ausências.
Minha pele não sabe de  privações.
Minha carne  não concebe distâncias.
Meus instintos são libertos de prisões.

O suor escorre em prece,
O cheiro evapora lembranças
descompassando o coração
E minhas sensações caminham
 na contra-mão da razão.

Sandra Freitas


[....]

Mulher
de amor e paixão,
generosa, determinada,
dá-se aos outros
com aquele coração,
palpitando,
com veias de amor!

Mulher
bela e cativante,
estonteante
de fácil sedução,
sempre comigo à espera,
para lhe dar a mão!

Mulher
carente de amor,
amor solidário,
que encontra em mim,
o seu amigo
de hoje e amanhã,
da amizade sã,
de amor puro.

Mulher
de desejo liberto,
renovado,
que não morreu…

José Manuel Brazão




sábado, 28 de abril de 2012

Aprendiz da Vida


Amanheci com o Sol invadindo meu corpo
e aconchegando meu coração
sempre caloroso e pronto para a Vida!

Vida que vivi e ansioso por um amanhã
de aprendizado e evolução
que ajude o Homem sedento do Bem
e se reflicta nas minhas palavras em Poesia!

Serei assim nesta Vida e para além do azul
que espero serenamente!

José Manuel Brazão

* O Poeta não se esquece da emoção ao criar este poema!




http://www.youtube.com/watch?v=gfc-AMFSoHM


José Manuel, que maravilha, amigo irmão! O seu poema chegou a mim e penetrou, transmitindo-me o amor pela vida, a esperança no Homem, que, acredito, nasceu para o Bem. Esperança no mundo que busca a felicidade no novo dia que nasce, que se renasce.
Um grande abraço
Manuela



Chegará o teu amanhecer!


Há muito tempo
que vejo o Sol nascer…
Já nem me lembro
quando foi…!

Nem sempre
ele me sorri,
por vezes
 parece cinzentão,
mas quase sempre,
brilha e aquece
o meu coração!

Tu
minha alma querida,
ficas triste,
muito sofrida,
incompreendida!

O teu amanhecer,
nem sempre é igual.
Ficas temerosa
pela tua rosa,
a florescerviçosa,
que te alivia os momentos
que o destino traçou…

Eu
com fé inabalável,
vejo mais perto
o teu desejado Sol;
sereno, digo-te:
amor da minha vida,
chegará o teu amanhecer!

E aí
tu
e a tua rosa branca,
verão o Sol raiar,
como nunca viram!

Vossas vidas
estarão nas mãos Deus…

E eu
distante mas próximo,
verei e sorrirei
para a vossa vida,
quando esse amanhecer chegar!

José Manuel Brazão

Em Primavera desponta este amor


Primavera em flor
onde desponta este amor,
que é meu jardim de encanto
colorido e florescendo
em nossos corações
criando odores
que se perpetuarão
em nossas Vidas!

Serás sempre
a minha rosa
de encanto, paixão
e amor infinito!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 26 de abril de 2012

POETA



Poeta, lindo poeta
Que descreves o amor com tamanha ternura
Que envolve meus labios em gostosa tortura
Pudera em teus braços acalmar tamanha fissura
Poeta, belo poeta,
Que alegra meus dias e encanta minhas noites,
Que excita meio seio com palavras tão doces
Que faz-me lembrar que não estás assim tão longe...
  
Poeta, querido poeta
Roubaste minh'alma de forma tão certa
Bonitas palavras que meu encanto desperta
Certeza de que ti já estou à espera

Vem, não tarda doce poeta!

Anna carvalho

[....]

Tua poesia é um jardim
que me encanta e invade minha alma
e de teu coração saltam palavras
de tua alma vêm flores
com um aroma especial
de grande carinho e amor,
que eu abraço
e meu coração pulsa
como coração poeta
provocando em mim
poemas e mais poemas,
para a Poeta e a Mulher,
que já vivem em meu corpo e alma
e serão momentos de intenso amor
por ti querido, sentido
e por mim desejado
num tempo que é o nosso “mundo”
sonhado, prometido
e agora concretizado!

José Manuel Brazão


Sueli Rodrigues disse...
Poeta lindo, de olhos da cor de céu... queria eu ter palavras tão lindas como as que acabei de ler, pra expressar todo meu carinho... Que paz, encanto e felicidade a poesia da Anna me trás... e você poeta querido, respondendo em versos é deslumbrante... Parabéns

Palavras sorrindo...


Quando te leio
ou ouço,
sinto
as palavras sorrindo!

Palavras envoltas
em generosidade,
que só tu sabes…

Conforto-me
com a tua imagem,
sempre atenta
no meu bem estar!

Nada pedimos,
apenas
laços de amor
nesta felicidade,
vestida de amizade,
neste caminho
de encanto,
muito encanto!

Palavras,
palavras sorrindo
e sentimo-las…

José Manuel Brazão





* Dedico às Poetas que colaboram ou colaboraram comigo *
Vanda Paz, Graciele Gessner, Amartvida-Nina, Ana Coelho,
Anna carvalho, Belarose, Celina Vasques, Cristina Moita,
Gloria Salles, Ingrid Caldas, Jacqueline Collodo Gomes,
Luciana Silveira, Luciene Lima Prado, Maria Valadas,
Marlene Carneiro, Marta Vasil, Nanda Costa, Patricia Ximenes,
Regina Ragazzi, Sandra Freitas, Simone Poesias e Sueli Rodrigues.






Obrigada pelo carinho e por este sentir que tens na alma tão profundo e belo amigo querido...sem palavras para te agradecer por existires em nossas vidas!
Beijos ternos e que Deus te proteja sempre!

celina vasques

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Poesia e 25 de Abril





ANNA CARVALHO e o seu aniversário!


Anna querida, conhecemo-nos em 17.Fev.2011 através da Poesia e fomos em frente na Vida e na Poesia!


Na Vida seguimos depois caminhos diferentes, mas ficou uma Amizade muito forte.


Sabes que contarás sempre comigo para dar-te as forças necessárias a enfrentar a Vida e a orientares o teu Filho e meu Amigão Isac!


E neste 25 de Abril não esqueci do teu aniversário!


Quero que sejas feliz na companhia do Isac!


Beijo grande
do ZÉ





E assim apresento a nossa dupla de poemas " Sem ti " que foi considerada como das melhores que criámos!


Nada há em mim se teus olhos se afastam;
resta uma saudade que molha meu peito,
uma dor que acolhe minha’alma

Nada reluz sem teu Sol em minha vida,
como é triste esse caminhar sozinha...
Jaz em mim uma tristeza infinda!

Sem ti; sou de mim pouco mais que a metade ,
sou o que resta quando os sonhos se vão,
sinto-me sozinha no silencio da escuridão

Minha pele sente a ausência de teus toques,
meus olhos a ausência de tua paz...
Assim sem ti; nada apetece, nada resta...

Anna Carvalho



[....]

A minha vida
sem ti
não faz sentido!

Amo-te
como nunca amei,
está em mim
como parte da minha vida!

Amas
e vives esta paixão
sofrendo,
cada hora, cada dia,
como se houvesse
apenas presente!

Nosso amor
é uma rosa viçosa,
Cuidada em cada dia,
e só morrerá,
quando nós também!

José Manuel Brazão









segunda-feira, 23 de abril de 2012

Na alma do Poeta

Nem sempre a coragem
está em mim
e nela tento buscar
as forças que preciso.
Choro em silêncio
lágrimas ocultas
na alma do Poeta.

E em noites sem Lua
vem uma Luz iluminar
o meu coração de Homem
e Deus enxugar essas lágrimas,
deixando lágrimas do Poeta,
serem de alegria, alegria pensando
em quem lê a sua Poesia!
Minha Mãe e a Poesia
serão sempre amor eterno!

José Manuel Brazão

[...]

E a alma do poeta
aproveita todas as emoções
e as transforma em mimos...
Esse poeta sempre atento
aos mais secretos segredos
de um coração apaixonado.

Feito um raio de sol
invade os cantinhos
mais obscuros e solitários
e deixa sua luz aquecer
a saudade escondida.
Saudade de tempos que se foram
de amores acontecidos
de sonhos sonhados e realizados...
então a coragem ressurge surpreendente
e as forças precisas aparecem
invadem a alma do poeta
as lágrimas outrora escondidas
formam um rio de emoções!

Sueli Rodrigues

Mãe, preciso tanto de ti!


Ivone Brazão

Há tanto tempo,
que te vi partir
e naquele momento
dissemos adeus
com um “até sempre”!

Há tanto tempo,
que a espera
do “até sempre”
tarda!

Aflita
para que nada aconteça!
Feliz
pelo bom que me apareça!

Há tanto tempo
e os anos passam;

Mãe,
preciso tanto de ti!

José Manuel Brazão



domingo, 22 de abril de 2012

Os olhos do meu coração



O meu amor por ti
vem de longe,
num silêncio sereno,
de muita convicção,
só visto pelos meus olhos,
os olhos do meu coração!

Sabes desta paixão
que passou a amor,
quando senti
a tua dedicação,
admiração
por mim!

Tens o conforto
do meu pensamento em ti;
nessa hora desejas-me,
fixas a minha imagem,
sorris para ela,
apertas no teu peito,
sentindo o meu corpo
levar-te ao prazer!

Cai-te uma lágrima,
enfrentas a realidade,
do amor nos aproximar
e o mar nos separar!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=Qqk570y9IZ4&feature=related



Zé, adoro ler as suas sempre lindas poesias! Ao poeta mais romântico e querido de Portugal, envio os meus sinceros parabéns!
Beijos daqui do meu Brasil,
Irene Duarte
Irene
Logo de manhã fico emocionado assim!
Nos últimos anos encontro Poetas muito queridos para mim!
Beijo Luso
do


O Poeta e as rosas


Lindo pomar de rosas
Que te dedicas a cuidar
Cuidas da terra com todo carinho
Com todo amor que em teu peito há.
Ah se estas mesmas rosas pudessem falar...
Diriam que por vezes choras
Ao contemplar o sol se ausentar.
Segredariam entre si as lágrimas que derramas
Revelariam a todos o nome da mulher que amas…
Mas as rosas não falam e tampouco sabem poetar
As rosas somente exalam
Suas tristezas
Suas alegrias.
Exalam sim
Por todo o lugar
O imenso e solitário amor
Que tentas ocultar.
Não seriam estas mesmas rosas
Oh poeta, a sua mais linda e singela inspiração?
Rosas geradas
Cultivadas
Com a mais bela poesia que injectas
No pomar do teu coração.

Nanda Costa


[....]

No jardim
do meu coração
vejo as rosas
que exalam amor!
Cuido delas
como se fossem crianças,
donzelas ou mulheres!
Logo pela manhã
sorriem
para cuidar delas:
ficarão viçosas,
generosas,
sedutoras
e carinhosas,
para o poeta
mais uma vez
se inspirar
na paixão,
no amor,
no romance
e no sonho!
Mais tarde
e na vida,
terei alegria
por praticarem
o que lhes ensinei
no jardim
do meu coração
e expresso
através da Poesia!

José Manuel Brazão

Boa tarde! Comento vc. com alegria e emoção por conhecer a sua obra poética,sensível ilustrada com linda iamgem e música.A interação também ficou muito boa.Parabéns!!

Marilda




sábado, 21 de abril de 2012

Janelas da tua alma


Olho para ti,
fixo teus olhos
e nesse verde lindo,
vejo eles sorrirem
e nesse brilho
janelas se abrem
e levam-me até à tua alma!

Aí contemplo-te
na Mulher de amor,
que tudo me dás
com os mais belos sentimentos
mais nada sobrando
perante a tua entrega
com amor ao amor!

José Manuel  Brazão

São lágrimas requintadas




Lágrimas que correm
pelas nossas faces
com emoção
pela Vida em plenitude
que vivemos
e convivemos
numa amizade sã,
que vai-vem
por esse mar imenso,
mas nos aproxima
nos laços fraternos,
sinceros e intensos.

Assim vivemos tu e eu
Poetas que se prezam
de ser mensageiros de Amor!
Não, não basta
escrever versos
é preciso vivê-los,
praticá-los
com o perfil do Poeta.
Sorrio para ti
meu mano,
aperto a minha mão na tua
escorrendo ambas, Amor !

José Manuel Brazão

As lágrimas falam por nós dois,
são lágrimas requintadas de apreço e emoção.
Mário Brois


http://www.youtube.com/watch?v=QcgEgtkMW6w





Sueli Rodrigues disse...
Homenagem com muita emoção
Parabéns Zé. poeta da emoção
Parabéns Mario Poeta do ano Bróis

Merece todo esse carinho

Su
EliminarBlogger Renato Baptista disse...
A amizade é coisa mais perfeita do mundo... o reconhecimento uma dádiva.
Parabéns a vocês dois pelo que fazem pela poesia.
Abraços*
Renato Baptista

Passear a felicidade


Passeio-me no chão da Vida
como sendo o princípio de tudo em mim,
na busca da Vida que desejo,
que tudo se transforme
e sinta aqui dentro do meu peito
a saudade que não esquece
tudo de bom que aconteceu
e eu assim passeio a felicidade!

José Manuel Brazão

* Poema baseado na seguinte frase de Marcia a quem dedico com carinho *

Há qualquer coisa aqui dentro que me revela a tua ternura
Que me sugere esquecer a saudade e  passear pela felicidade...
Marcia







terça-feira, 17 de abril de 2012

Eu (o amor) vivo só!



O amor caminhou pelas ruas,
só encontrou o silêncio.

Entrou em becos, virou esquinas,
só encontrou o silêncio.

Vagou por avenidas, atravessou oceano,
só encontrou o silêncio.

Subiu às nuvens, passou por estrelas,
deparou com a lua,
só encontrou o silêncio.

Cansado, se fechou no coração
agora vive só,
no silêncio de sua saudade.

Sueli Rodrigues

[....]

Eu o  amor
vivo a angústia
de estar só,
de procurar carinho,
tolerância, simpatia
com fome de alegria
e conforto de minha alma!

Eu o amor
vivo a esperança
da tua companhia
do teu alento
da tua mão com caricia
do teu olhar confesso
enfim;
da tua presença iluminada,
vem e eu espero-te!

José Manuel Brazão

Com a Poesia te conheci!


Sueli Rodrigues


Entre o tempo
de ler poemas,
conhecer os Poetas,
tentar ver o ser humano,
que existe diante de nós,
cheguei a ti
e deparei com uma Mulher
expressiva, generosa
de pura sensibilidade!

No presente é das Poetas que mais colabora comigo e criámos uma Amizade exemplar!

José Manuel Brazão


... mas uma coisa eu sei Zé, mesmo distante, com um oceano entre nós, vc já me conhece melhor do que muitos próximos de mim... A poesia faz isso!
Obrigada
Su




- eu adoro estas virtudes, sabe porque? a humanidade unida jamais será vencida, e a amizade é algo mais que primoroso, fico feliz por sua iniciativa Mano Brazão, Sueli, ao longo deste tempo qu'ela está aqui conosco, tem manifestado uma performance de se admirar, além de grande poetisa, ela se envolve com as atividades da casa, se mostra por interia nos seus comentários e isso soma-se, é algo imprescindível, maravilhoso. Um abraço de paz e amizade para os dois poetas. Mário Bróis.
Mário, Sueli é discreta e interessou-se desde o princípio em ler a minha Poesia. Muitosss poemas. Identificou-se muito com o meu estilo e já escrevemos várias duplas, que ainda não foram apresentadas aqui..
Com isto estreitou-se a nossa relação de amizade! Muito forte mesmo!
Abraço do ZÉ