**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sábado, 31 de março de 2012

Vivo em esperança...

Vivo em esperança cada dia
não querendo apenas existir!
Busco forças neste caminhar
para superar as pedras
que encontro
e que noutros tempos as originei!
Não as deixo ali
para outro as apanhar.
Serei eu a enfrentrar
as dificuldades da estrada da Vida!
Vivo em esperança
até ao final deste caminho...

José Manuel Brazão


E vai limpando o caminho, tirando as pedras, removendo os espinhos, pra que os que estão vindo após ti não se machuquem...isso é serenidade e amor..
bjokas...Bom dia..
Sandra Freitas


Sandra
Leste muito bem. Eu sei que apenas posso assumir os meus erros mesmo que provocados por outros. E nesses meus erros tento corrigir e preocupando-me que eles sejam também lição de vida para os outros e por isso apanho eu as pedras para que outros evitem as suas próprias. Sei que isto é um desejo e como eu gostaria que fosse uma realidade...
Beijokas do 

Relembrando: O nosso amanhecer!

Este amor inacabado,
sem limites e tempo,
vibra intensamente
em nossos corações,
vivem próximos:
não passam um sem o outro!

Um amor vestido de saudade,
por cada momento
que se afastam…

O nosso amanhecer é radioso,
nasceu dentro de ti
e passei a vivê-lo!

O anoitecer não o vejo,
esqueci-o!

Nosso amor está vivo,
com o amanhecer,
após outro amanhecer…
… e assim será…
até sempre!

José Manuel Brazão
05/03/2011

Querido Zé
Belíssimo poema, amoroso e verdadeiro!
Beijão
Anna



Perdoa-me!

Perdoa
este amor assim!

Um amor
arrebatador,
sem limites,
mas querendo
teu corpo e tua alma!

Um amor
que sinto
sem saber explicar,
mas apenas viver
com ele e para ti!

Um amor
que morrerá comigo,
porque só eu o entendo,
só eu o sinto
e quero sofrer assim…

sexta-feira, 30 de março de 2012

Flor do amor

Rosas,
sempre rosas!

Flor
que me acompanha:
branca,
vermelha ou amarela.
Flor da sedução:
vermelha
da paixão;
amarela
da saudade
e branca
da pureza!

Flor
que dou e recebo,
na doação de amor!

Flor dilecta
dos meus encantos,
flor predilecta
quando penso ti!

José Manuel Brazão


[....]


Na leveza de meus passos no solo de teu coração;
dispersando ao vento as sementes do sentimento
regadas com as mais sinceras lágrimas de saudade,
germinadas com o tempo, adubadas por meus beijos.
Nascerá na terra dentro de ti o verdadeiro sentir;
no silencio de teu coração brotará a mais bela flor;
da semente do sentimento nascerá o puro Amor.

Anna Carvalho


http://www.youtube.com/watch?v=2mmb15m2u2I 

Assim sem nós juntos, nada resta...

Vivemos um ontem
como se não houvesse tempo,
mas todos os instantes foram encanto,
e hoje distantes existe o espanto
da ausência com uma presença desejada,
em que ambos pensamos
que o amor viverá sempre em nós
como raízes profundas duma árvore especial
a Vida,
que assim sem nós juntos, nada resta...

José Manuel Brazão

quinta-feira, 29 de março de 2012

Vale sempre a pena!

Quando minha vida, parecia outonal
com a queda das folhas da esperança ansiada,
num sono sem fim, de novo acordei
e apareceste de braços abertos
para estares comigo neste amor florido
de encanto, muito encanto
em que tu és a rosa das rosas!

E por acreditar, que não haverá mais
Outono triste, de folha caída,
vale sempre a pena acordar para a Vida
com a Mulher dos nossos sonhos!

José Manuel Brazão

Vale sempre a pena acordar para beijar a mulher dos nossos sonhos!Luís R Santos (aquazulis)

Renascer

Se nessa lua que olho
Brilha para ti também
Como o mesmo céu que me cobre
Cobres à ti também...

Haverás de sentir o leve toque de meus beijos
soprados ao vento em direção ao infinito
As águas dos mares que banham meus pés
Ti chegarão fofocando de minha saudade...

Do pulsar meu coração ritmado junto ao teu,
O calor que aquece teus lábios a procurar os meus
Do emergir dos sentimentos,
Ao refluir doutros amores,

No vagar dos pensamentos,
Ao cavalgar nas emoções;
Faz renascer a esperança
De um parto de duas almas numa só vida!

Anna Carvalho

[.,...]

Num amanhecer diferente
com o Sol despontando
senti-me renascer em teus braços,
com o calor de teu corpo
e o perfume da tua alma!

Deste-me o alento,
a força interior que eu pedia
e tu deste-me sem nada pedires!

Vivendo estes momentos de paixão
em que nos entregamos à Vida,
não quero partir dos teus braços
e neles quero morrer!

José Manuel Brazão


Dueto de um amor absoluto!!!
Lindo e demais emocionante!!
Beijos aos dois
Bea


quarta-feira, 28 de março de 2012

Lembrando: Instantes (Vida)

Open in new window

Minha vida
correu veloz,
tão depressa
que o passado
saltou para o presente
quase não me deixando
reflectir o que se passou
e permitir
que erros fossem corrigidos!

Mas sentindo a vida
como instantes,
parei...

... e vi que o caminho
era curto, tudo parecia fácil,
mas não...
Eu teria o meu rumo previsto
que não permitia desvios...
Aí a minha Vida não teria jeito,
mais se complicaria!

Apareceu uma luz, a Luz (tu)
que me estendeu a mão
e me levou pelo caminho
que ela em tempos buscava...
Vimos uma claridade,
que nos transportou
para caminhos
nunca antes vistos
ou sequer maginados!

Caminhos
que sabíamos o seu nome:
Caminhos de Luz!

E chegados aí,
aprendemos tudo
o que poderá
uma Mulher e um Homem
aprender da Vida!

O que somos,
quem somos
e para o que viémos!

José Manuel Brazão

Um poema de gratidão com o meu pensamento em Luciana Silveira, Mulher e Poeta, que marcou a minha Vida espiritualmente no Amor e na Poesia.

Não importa para onde vamos seguindo,
entre nós sempre haverá a lembrança
de um olhar, de um carinho,
e da integridade de momentos sinceros.
- Mario Quintana –




http://www.youtube.com/watch?v=Y1L8uRApYeQ



Mulher de fases

Tenho fases como a Lua;
tantas fases tenho em mim.
Hora estou cheia e vaidosa,
hora declino, perco o brilho,
desapareço, hora cresço...

Tantas fases quanto a Lua,
carrego esse mistério nos olhos,
a energia delicada nos poros
sou parte d'ela ou ela de mim

É de minha natureza ser assim;
Mulher cheia de fases, ares lunares...
E dentro dessa minha complexidade;
sou inteira dentro de mim!

Anna Carvalho
em participação especial

com um dos seus melhores Poemas!
Pela sua ausência o lamento da Poesia!
Beijo grande
do ZÉ


Não há vontade que se acabe!


Vivo em ti
mesmo que a Vida
nem sempre esteja próxima!

No teu corpo escondes
o que te vai na alma,
amor cúmplice
e um coração
que vive junto do meu!

Corpos que se consolam
nos momentos só nossos,
que sonham com o belo da Vida,
com o momento certo
e seus corações clamam:
não há vontade que se acabe!

 José Manuel Brazão

Tu és minha!

Sinto-te
a qualquer hora,
em todos os instantes,
neste lindo amor,
como nunca tive!

Amor com desejo,
e prazer…

Sentes
a confiança que precisas,
o conforto do meu olhar,
das minhas palavras!

Muito nos separa
o mar imenso,
muito nos une
o vento amigo,
mas tu és minha!

José Manuel Brazão
Vou amá-lo sempre, meu coração será sempre teu e sabes disso.
Beijão



http://www.youtube.com/watch?v=ZSq9Lt8wCgQ&feature=player_embedded 



terça-feira, 27 de março de 2012

Sem ti!

Nada há em mim se teus olhos se afastam;
resta uma saudade que molha meu peito,
uma dor que acolhe minha’alma

Nada reluz sem teu Sol em minha vida,
como é triste esse caminhar sozinha...
Jaz em mim uma tristeza infinda!

Sem ti; sou de mim pouco mais que a metade ,
sou o que resta quando os sonhos se vão,
sinto-me sozinha no silencio da escuridão

Minha pele sente a ausência de teus toques,
meus olhos a ausência de tua paz...
Assim sem ti; nada apetece, nada resta...

Anna Carvalho



[....]

A minha vida
sem ti
não faz sentido!

Amo-te
como nunca amei,
está em mim
como parte da minha vida!

Amas
e vives esta paixão
sofrendo,
cada hora, cada dia,
como se houvesse
apenas presente!

Nosso amor
é uma rosa viçosa,
Cuidada em cada dia,
e só morrerá,
quando nós também!

José Manuel Brazão



* Assim sem ti; nada apetece, nada resta...

Vens do mar!

Vens do mar,
desse mar imenso,
que nos distancia,
mas nos aproxima!

Quando nos vimos
em poucas palavras
nos sentimos
com carinho,
afecto,
e um doce amor!

Te vi como um anjo,
mas vieste do mar
e serás uma sereia,
sereia do amor!

José Manuel Brazão

És o meu sol!


Começo o dia
admirando a tua luz!
Vibro com a tua imagem,
que me ilumina e conforta,
para viver mais um dia
do resto da minha vida!
Aproximas-te,
sinto o teu calor
percorrer meu corpo!
Uma sensação agradável,
perturbante
e naquele instante
já não sei
se és o Sol,
se o meu amor!

José Manuel Brazão

[....]

Admiras minha luz!
Admiro seu sonhar!
Sinta meu calor
Aproximando de ti
E nesse instante perturbador
Tenha uma sensação agradável
Como um soprar do vento
Feito canção em seu ouvido.
Quem sabe o sussurrar do seu amor.
Viver mais um dia...
Um dia a mais...
Do resto da sua vida
Iluminado pelo sol
Que traz essa cor quente.
Aquecendo seu corpo...
Ah! Sensação de conforto
Que invade a alma.
É o sinal de nossa aproximação.
E começo novo dia
Acreditando que sou sol
O seu sol!

Sueli Rodrigues

segunda-feira, 26 de março de 2012

Dor e sofrimento


Todo o amor
mesmo em harmonia
tem dor e sofrimento!

Um forte sentimento
que envolvendo paixão
deixa muita marca
na nossa alma!

Ele não sai
aloja-se no coração
e faz recordar
os momentos de amor,
de entrega e contemplação,
que não se repetem
mesmo com muito querer
nesta Vida por momentos
vividos e que só a ausência
permite ver o que perdemos!

Aproveitemos o resto
que a Vida nos consagra
para viver e não apenas existir!

José Manuel Brazão



Muitas palavras
sobre a menina do mar,
que amarei como uma sereia de Amor!
Beijo grande





domingo, 25 de março de 2012

Amanheci com lágrimas de conforto


Antes e há um ano
não pensava estar aqui na Terra!
Julgava entretanto ter partido
e já estar junto de outros entes queridos
e da Maria!

Amanheci hoje e meu pensamento
esteve logo em Maria e em ti Anna!

Emoção apareceu em meus olhos
com lágrimas de conforto
por ter a visão espiritual
dela estar bem, serena,
na sua ascensão
e tu Anna minha alma querida,
superaste bem este ano decorrido!
Eu sabia!

E por isso as lágrimas são de conforto,
pela nossa aceitação e resignação
da vontade de Deus!

Estamos aqui e Maria a zelar por nós,
deixando o nosso destino caminhar!

Por ela rezo pela sua ascensão,
por ti que nossas almas se misturem
num amor divino!

José Manuel Bazão

* Anna
 almas que se misturam. * 



MARIA, minha saudosa Amiga!

O tempo não pára
e já passou um ano!
Daí contemplas
a Vida, nós
os que te amamos.
que sentimos a saudade
da tua partida serena!

Como sorris
para a tua menina do mar,
para o anjo-menino
e para mim,
que li de ti palavras lindas,
que me enviaste
e ainda hoje guardo no meu coração.

Muitas palavras
sobre a menina do mar,
que amarei como uma sereia de Amor!


Para ela foste cedo demais,
mas para Deus em hora de Misericórdia!

Descansa na tua Paz
e ilumina as nossas Almas!

José Manuel Brazão

25.Março.2011 / 25.Março.2012
* Beijo solidário minha querida Anna por tua iluminada Mãe Maria *

sábado, 24 de março de 2012

Nunca digas "adeus"

Só vejo
o amanhecer na tua vida!


Nunca digas “adeus”
para mim!

Só penso
nos dias que virão
e o teu sorriso
iluminar
o nosso amor !

Pensa
como na Vida
Ele conduz até ti,
o homem
que te dá Paz,
confiança na Vida,
e força,
muita força
para não dizeres
“adeus”,
mas estarei aqui,
como sempre!

José Manuel Brazão



Reflexo


Não há luz senão refletida pelos olhos de quem a vê
Tantos são os que caminham tateando a escuridão
Caminho em direção contrária ao vento
Busco paz, busco alento
Dias difíceis mas entes dóceis a me consolar
O mistério da vida a sondar-me as portas da reflexão
Estrela longíqua a bailar no céu
Refletindo em meu rosto sua ofuscante luz
A ela me agarro como a um raio de sol
Sol penetrante a me amparar
Seus raios dourados a me embalar
Amor, muito amor é o que preciso
Amor, muito amor é o que tenho a oferecer
Para quem o merecer
E o reflexo naturalmente se fará


Luciana Silveira


[...]


Pressinto e sinto
que ainda existe
em mim
muito amor para eu dar!


Nunca desistirei,
nunca,
até ao sorriso final
de ser um reflexo de mim
perante os que me amam!


José Manuel Brazão

sexta-feira, 23 de março de 2012

Estive tão perto do teu abraço!

Estivemos tão perto
desse encontro, do teu abraço,
na entrega, na luta
dum amor sem igual!

O distante fez-se próximo
num querer e sentir,
o cheiro intenso e profundo,
o calor dos nossos corpos,
na delícia do prazer
sem limites ou tempo.
Fomos donos do nosso tempo!

José Manuel Brazão




quinta-feira, 22 de março de 2012

TU e EU nos sentimos... tão perto!

Pela janela olho a chuva,
os pingos parecem lágrimas!
Lágrimas da saudade
de não estar junto de ti!

Penso e repenso
a luz que sentiria
ao ver aproximar
o teu corpo do meu!

Abraçar-te, beijar-te,
dizer quanto te amo
e irmos
até ao lago da paixão!

Lago dos nossos desejos
e prazeres, dos nossos sonhos
que viraram realidades,
num tempo e momentos felizes!

Deixo de olhar a chuva;
continuo só,
apenas pensando…

… tu e eu nos sentimos…
tão perto!

José Manuel Brazão

Na verdade só alguém muito apaixonado
pode escrever com tanta eloquência.
Beijo, Zé
Vóny Ferreira



http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&hl=pt-PT&v=Mt3DgB-3ZHQ 

Triste... flor triste

Passeio pelo teu jardim,
quando preciso
de repensar
momentos da vida,
onde procuro a razão!

Olho todas as flores
e lá estás
num canto feito para ti!

Gostas de te fechar em ti!

Não aproveitas
o Sol que te ilumina
e assim te chamo:
Triste… flor triste!

Mas num destes dias,
venho com um carinho,
por este caminho,
paro, olhas para mim,
sorris e eu feliz,
não te chamarei:
triste… flor triste,
mas a rosa viçosa
do jardim do encanto,
jardim de todos os dias,
que me restam…

José Manuel Brazão


Dia cinzento

Amanheceu!
Vejo a casa escura,
dou passos,
vou à janela,
olho para o rio,
tudo escuro,
dia cinzento!

Sinto
meu corpo frio,
fraco,
sem força interior!

Estará minha alma,
da cor do dia?

Sinto-me triste,
cinzento
como o dia!

Ando pela casa,
recordo o passado;
filhos brincando,
movimento.

Olho para o hoje,
que vejo:
um homem amado
 por poucos amigos,
e pouco mais…

José Manuel Brazão

* Quem não tem dias cinzentos, dias assim?

quarta-feira, 21 de março de 2012

Os olhos que se acolhem


Olhos que se acolhem
palavras que se completam
na poesia de nossas vidas
na fusão dos nossos versos
vivem em nós
a Mulher e o Homem,
os Poetas com e de Amor!

José Manuel Brazão 


[....]

E nasce poesia mágica!
Trazendo lembranças sua,
levando saudades minha.
Um misto de sol e lua
fundindo nossos versos,
com palavras escolhidas
e poetas que se completam
na ciranda dos versos
aos olhos que se acolhem.

Sueli Rodrigues

Sinto a tua voz!


Sinto a tua voz
das palavras escritas,
com a nostalgia
da nossa saudade!


Cada dia
parece interminável,
ansiando por te ver,
por te sentir,
por te beijar!


Cada vez
o nosso amor
é mais forte
e mais sólido,
dando-nos
um amanhã
com momentos
de paz
e de harmonia!


José Manuel Brazão

Nosso templo de amor


EU e as minhas Poetas: Nosso templo de amor:


Anna Carvalho
José Manuel Brazão

terça-feira, 20 de março de 2012

Lembrando: Meu amor te peço, não chore! »» com ANNA e ZÉ

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por seres generosa,
uma pedra preciosa
a decorar o meu coração!

Quando penso
e penso em ti,
vem o sonho duma paixão,
sonhada, mas por viver!

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por ver
não estares ao pé de mim!

Apenas sonho
e vem a lágrima…

José Manuel Brazão

[....]

Amor não chore, são tão puras tuas lágrimas...
Teus lindos olhos que para mim não dormem;
transparentes janelas de tua alma.

Meu amor te peço não chore, daqui ouço teu pranto!
Sabes bem que o amor por ti não morre,
entreguei meu coração ao teu encanto...

Amor abre lindo teu sorriso, veste brilho em tua face!
Devolvo a ti aquela alegria, a paz que outrora perdia;
amo-te com toda verdade, além de nossa vida!

Anna Carvalho


criação em: 31/05/2011

Anna querida
Esta dupla de poemas tem um significado especial , porque o meu poema “Lágrima” com vários anos de criação e sendo muito singelo é um símbolo da minha carreira; há dias com a tua determinação de Poeta – já criámos várias duplas assim - em resposta a ele criaste um poema lindíssimo, mesmo encantador e de rara beleza “Amor não chore” e assim nasceu este momento poético “Meu amor te peço, não chore!” , que ficará em nossos corações e esperemos no de quem nos leia!
Beijo grande

Zé meu querido,
Fico muito feliz por saber que estás feliz, é bom conseguir fazer com que o outro sorria...
Sou grata sempre a tudo que aprendi e aprendo contigo, me completa na vida e na poesia, sem dúvida!
A dupla ficou muito bonita, a música é bela...bom fazer parte desses momentos poéticos...
Beijão,
Anna.



NÓS e o vento

Ao fechar meus olhos posso te encontrar
Na brisa suave do vento que agora está a me tocar
Vejo teu rosto amado meu
Sinto-o bem juntinho ao meu

Tocas-me como o vento trazendo alegria
Muita paz e calmaria
Teu amor é minha companhia

Que delicia é sentir o teu tocar
Tu és o próprio vento
Vento que toca minha alma
Vento que me faz amar.

Nanda Costa

[....]

Vejo a tua imagem
sempre em mim;
penso e escrevo
o amor que  envolve
as nossas vidas
e te envio
por esse vento amigo
minhas palavras
em poemas
que atravessam este mar imenso
e chegam a ti
pousando em teu colo.

Abraças e beijas
cada uma delas,
acaricias
como se fosse meu  corpo!

Olhas o horizonte,
fixas o mar,
esperas pelo vento
que me trará
teus pensamentos
de paixão e amor,
que guardavas em teu coração!
E este vento amigo
de mim tudo levou
e de ti trouxe a esperança
de sermos felizes
no resto dos nossos caminhos!

José Manuel Brazão


segunda-feira, 19 de março de 2012

Sereia do amor

Vejo o mar,
contemplo o horizonte,
penso na natureza,
como é bela a criação
de tudo o que vemos,
sentimos,
damos
e recebemos!

Vejo o mar
contemplo o seu vai-vem,
sinto o seu cheiro
que Inspira o poeta!

Vejo o mar
e penso na minha poesia;
encontro nesse mar
o motivo para um poema,
que me leva àquela mulher,
que será menina do mar
como sereia do amor!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=PaGKPM3g9Ts&feature=related 

Amor da minha vida!

O tempo passa
e no meu silêncio
amo a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!

Vivemos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!

Seguiremos
nossos caminhos,
sempre unidos,
queridos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
poema da nossa vida!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=QtqADo-D3mQ&feature=related 




Tens tudo para ser feliz!

Páras o olhar
nesse horizonte
em pôr do sol!

Meditas
nos teus sentires,
desejos, sonhos lindos
em tons de verde,
de desejada esperança!

Tens o Sol a sorrir,
a Lua contemplar,
um filho que te ama,
um companheiro
que é o teu véu
o teu abrigo,
porto dos teus sonhos
e das realidades,
que serenaram a tua Vida!

Tens tudo para ser feliz
e assim será!


José Manuel Brazão

* A minha dádiva de amor 

Meu querido Zé,
Um de teus poemas que sei o momento que foi criado,
admiro muito a doçura das tuas palavras.
Que são fortes e ternas..
Beijão,
Anna.

DIA DO PAI: Sou Pai e Avô


Aquilo que a Vida me deu…

Filhos do Universo

Meus filhos
vão partindo,
deixando Luz,
cheiro e amor!

Escolhem o seu caminho:
aqui com oportunidades,
ali com contrariedades!

Pai resignado,
continua vigilante
e expectante
no seu silêncio!

Pai cansado,
mas com vontade de viver,
continua a estrada da Vida!

Pára e olha;

vê os seus filhos,
serem filhos do Universo!

Um Avô!

Passa o tempo
sem dar por isso!

Os netos crescem,
procuram-me
e não me encontram!

Ando por aí,
olhando por este,
ajudando aquele.

Passa o tempo
e meus netos crescem!

Não os vejo,
mas imagino
o amor
que nos atravessa.

Não os vejo,
mas sinto-os
a todo o instante!

Não me encontram,
mas sabem
que estou vivo,
sempre com o amor
por mensagem…

José Manuel Brazão

Querido Zé,

 Em teus poemas a beleza de sempre que consegue colocar magnificamente em palavras...
Pelo seu dia, duplamente pai (Pai e Avô) felicidades...É benção de Deus ver os filhos de teus filhos...
Mereces sempre o melhor!

Beijão Anna.

PS- Alguém aqui em especial mandou um beijão!