**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

sábado, 31 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO 2012



Vivo em esperança...

Vivo em esperança cada dia
não querendo apenas existir!
Busco forças neste caminhar
para superar as pedras
que encontro
e que noutros tempos as originei!
Não as deixo ali
para outro as apanhar.
Serei eu a enfrentrar
as dificuldades da estrada da Vida!
Vivo em esperança
até ao final deste caminho...


José Manuel Brazão

* Eu desejo a todos os Visitantes e mundo da Poesia um ano 2012 esperançoso!
Beijos e Abraços
José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?v=IVwsDhNNLtw



Sonhadora disse...
Poeta
Que o ano de 2012 seja pleno de amor e felicidade...paz e prosperidade...repleto de realizações e sonhos concretizados...que a vida seja uma suave e doce melodia.
Um beijinho com carinho
Sonhadora
Querida Amiga e Colega
Já nos conhecemos há muito tempo
e agradeço imenso a sua visita neste dia!
Beijo carinhoso do ZÉ

O meu desejo?



Mais um ano que parte
num suspiro leve,
prateado,
num grito verde,
murmurado.
... (soprei para longe
as manchas da vida)
Entre as folhagens
de um novo ano,
respiro a esperança
num aroma encorpado e doce.
(fechei os olhos
e esqueci o amargo dos dias)
Como esses lábios,
que me embriagam
pela crescente saudade
apetecida
nos sentidos de um poema.
(existem momentos
que nunca se esquecem)
O segredo,
para eternizar o teu sabor,
é beber-te a tempo inteiro,
consumindo as palavras
que se arrastam no olhar,
e perceber a tua voz
nos raios de sol de cada manhã.

O meu desejo?
Que me bebas também
entre versos voluptuosos
declamados no meu corpo,
entre silabas murmuradas
pelos teus lábios nos meus…

….e que sintas o sol, como eu.

Vanda Paz


FELIZ ANO DE 2012 PARA TODOS


Vanda querida Amiga
Que os teus desejos
se realizem e eu possa
testemunhar nesta nossa
caminhada na Vida e na Poesia.
Beijo grande
do ZÉ


http://www.youtube.com/watch?v=KGUoguBiNqo&feature=related


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Sabor de fim de ano

Sabor de fim de ano
aroma de família
à mesa, a partilha
incita a alegria
das luzes natalinas
a ornarem o momento que acontece.

E dentro da gente amanhece
despertos os sentidos da infância
à espera pelo início da festa ao fim da prece
do instante de presentes à bonança
de ver todo mundo ficar tão arrumado
de todos tão bem se preparar...

...para um encontro com a família.
Torna-se pequeno o espaço
mediante a beleza do quadro
que estes dias são capazes de pintar.

Jacqueline Collodo Gomes
em participação especial neste Blog



Jac
Que sejas feliz
são os meus desejos!
Beijoo do




Meu Anjo e meu Menino!

Em cada dia
da minha Vida
penso em ti
cada vez nais!

Pela noite
ao deitar
e meditando,
sinto-te em mim!

Peço sempre
para continuares “anjo”;
um anjo daqueles
que não esquecemos
a sua imagem,
a sua bondade
e o seu Amor!

Assim
te vejo em mim
e reza sempre
por tua Mãe,
essa
que que nunca
te abandona
e por ti dará Vida!

José Manuel Brazão


Um momento dedicado aos meus Netos e a todas as crianças que conheci ao longo da minha Vida. Que elas possam viver com a dignidade de cidadãos do Mundo!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=EspVuNuq-y4


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Almas gémeas pela Vida

O tempo passará
e no meu silêncio
amarei a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!

Viveremos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!

Seguiremos
nossos caminhos,
sempre unidos,
queridos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu 
como almas gémeas
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
da nossa Vida
hoje aqui... 
como Mulher e Homem
... amanhã
no além...
sempre almas gémeas!

José Manuel Brazão

A noite veste-se de desejo / Abriu a noite

A noite veste-se de desejo

Na delicadeza
com que a tarde
se despede,
o corpo ganha
a vontade
de se estender
no horizonte.
Fecho os olhos
e embalo-me
no teu sorriso.
Sei que me anseias
nos teus braços.
Sei que vais alterar
o tempo
antecipando o gesto
da tua boca na minha.
Sinto que sou o espaço
que liga o real ao sonho,
que sou o corpo
onde te deitas
e descansas a alma.
Serei o que quiseres,
enquanto matarmos a sede
da mesma fonte.

O sol põe-se,
a noite veste-se de desejo.

Vanda Paz



Abriu a noite

Abriu a noite
e tive um sinal!

Passou tempo
sem a tua voz,
as tuas palavras
que me alimentam
a Vida!

Saudades,
muitas saudades,
do teu encanto,
do teu carinho,
dos teus olhos
cheios de esperança,
do reencontro
do nosso amor,
que sentimos
fortalecido,
muito querido
e muito amado
em nossos corações!

De mãos dadas
prosseguimos
o nosso caminho,
sem destino,
sem olhar para trás!

José Manuel Brazão

O Amor não precisa de traduções. Este dueto é seu sinónimo.
Parabéns aos dois.
bj
Eduarda

A tranquilidade renasce
e vive em cada palavra por vós deixada.
Um abraço aos dois
Vóny Ferreira


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Y6HWZ_wa_l4#!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Querer e não saber como!

Querer é poder,
mas não sabendo como,
tudo se vai,
tudo se perde!

Na Vida
não se pode:
magoar
e sentir-se magoado,
ofender
e sentir-se ofendido,
trair
e sentir-se traído,
querer amizade
e não saber
o que é ser amigo
de mão estendida!

Quem usar orgulho
e não quiser ver,
ouvir ou falar,
não quer ajuda
e então
não se ajuda!

José Manuel Brazão

Mistura comigo a alma...

Neste amor crescente
que a vida nos oferece,
vejo em ti
uma profunda convicção
em valores da Vida,
que me doaste
sem nada pedires!

Vês em mim
a Luz da tua Vida,
que procuraste,
sorrindo para o Sol
e com gratidão para a Lua!

E este Universo
de corpos e almas
deu-se o nosso encontro
para um futuro promissor,
sem tempo, nem limites!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=zraIiW1EcWE&feature=related 

Amor da minha vida!

O tempo passa
e no meu silêncio
amo a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!

Vivemos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!

Seguiremos
nossos caminhos,
sempre unidos,
queridos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
poema da nossa vida!

José Manuel Brazão


* Para a minha "Princesa da Poesia" desde o ano de 2002.

Amor na minha mão

Trago sempre comigo,
o amor;
meu velho companheiro,
para todos os momentos:
ilusões e desilusões,
encontros e desencontros,
aos desprotegidos e descriminados,
até para os que não me amam,
no meu silêncio dou amor!
Trago sempre comigo,
Amor na minha mão!

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?v=9wCDE8Lln50&feature=related

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Momentos com a Poesia

Enquanto escrevo:


Para o Homem um momento sagrado;


para o Poeta um ritual;


para Ambos um mensageiro de Amor!


José Manuel Brazão



Procuro-Te

Procuro-Te,
mas não Te Encontro.
Sinto-Te
junto a mim,
em cada instante,
mas não Te vejo!

Andas por aí,
ajudando
este e aquele.

Não me abandonas,
mas outros
precisarão mais que eu!

Aguardo a Tua Luz,
que me encaminhe
nesta encruzilhada da Vida!

Procuro-Te
e aguardo-Te…

José Manuel Brazão


* Muita LUZ para as Crianças, que são as sementes do Amanhã!


http://www.youtube.com/watch?v=_INvcDB_v-E&feature=related
* Por favor paremos e reflectamos com este vídeo!!!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ELE é tudo para mim...

Ele é tudo para mim,
o ar que respiro,
o amor que vive em mim,
a Vida, a minha vida!

sábado, 24 de dezembro de 2011

** FELIZ NATAL **





http://www.youtube.com/watch?v=oDaYIlz6Skk



Que lindo Zé!!
Obrigada por este lindo presente de Natal!
Deus abençõe teu Natal...que seja de muito amor e luz!
Beijo
Bea
Obrigado, Zé, pelas palavras e por compartilhar com todos seus sentimentos...Um lindo Natal a você e todos os seus.
Que 2012 seja um ano super para todos nós!
Abração*
regina ragazzi disse...
Saudade é assim, sempre presente em nós... Beijo grandão amigo
LUZ disse...
Boa noite Zé, Como está?
Há que tempos não falamos!
ENTÃO SAUDADE? QUEM AS NÃO TEM?
A SUA MÃE, A MULHER, QUE MAIS O AMOU, NÃO ESQUEÇA, FAZ PARTE DESSA SAUDADE, como é natural.
Temos de aprender a lidar e a viver com essas perdas.
Mas, a vida é uma caixa de surpresas e de vez em quando, traz-nos coisas boas, que compensam os maus momentos.
TENHA UM FELIZ NATAL, EM HARMONIA E EM COMUNHÃO E QUE O ANO DE 2012 SEJA DIFERENTE, PARA MELHOR.
Beijos carinhosos de luz.




* NATAL 2011 *


Recebam o senhor Natal

Preparem-se para receber o senhor magistral
da alegria, da fantasia, da festa única, sem igual!
Vem de repente, comove a gente, nos surpreende
Guardem-lhe seus caprichos, decorações, e muitos mimos

O que vocês tem de mais bonito?
Tirem do armário toda peça de decoração
bolas coloridas, ornamentos, e tirem também do coração
o sentimento para entalhar o carinho sentido

Neste momento resgatem em si o menino
que amava esta época mágica de fim de ano!
Não percam tempo, ele está chegando
de seu globo de vidro, com neve e cantoria ele vem vindo

Abram o sorriso e abram as portas para ele entrar
onde ele chegar a tristeza não vai ficar.
Ele nos ensinará o seu canto, digamos: - Sê bem-vindo!
O recebemos com palmas e sonhos lindos!

Marcaste nossa infância com sua presença especial
Fica sempre conosco a cada festa, Senhor Natal!

Jacqueline Collodo Gomes


* Pela primeira vez este Blog
tem uma convidada especial 
nesta quadra natalícia.
Fico feliz por seres uma 
Poeta de nova geração!
Que Deus te abençoe. *
Beijo do ZÉ


 * O meu abraço fraterno à Poesia e a todos os visitantes deste Blog *






sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

NATAL com saudades do colo de minha MÃE!

Acordei com uma manhã
de Sol resplandecente
um Sol diferente
de outros dias!

Olhei para dentro de mim
recuei no tempo,
muito tempo
onde segui imagens
duma infância com o meu irmão,
que muito amo e espera-me
para além do azul;
vi e senti minha Mãe
sempre atenta comigo,
usando todo o tempo
com mimos, carinhos
e mais afectos,
que hoje ainda recordo,
com esta nostalgia
de saudade e mais saudade
e desejando
o colo de minha Mãe!



José Manuel Brazão






Quem escreve, só deve pedir o BEM!



Quem escreve e deseja publicar torna-se logo responsável pelo uso da palavra. 


Como se sabe o uso da palavra é um poder conferido e terá de haver da nossa parte o bom senso, equilibrio e informação necessários à credibilidade do nosso nome e imagem!

Por isso defendo que as nossas mensagens escritas devem conter paz, harmonia e amor para o bem comum do nosso leitor!

Muita transparência  e sensibilidade em todas as circunstâncias e actos da Vida!

José Manuel Brazão



MÃE - Doce Lar


Nestes dias frios queria você aqui
Não preocupe-se não, minha mãe
É só essa necessidade de aconchego
No teu doce colo-ventre-pátria
Esse cheiro do alimento vindo de ti
Minha paz e conforto instaurados
Quando estou sob teus olhares
Plenos de luz, amor e doação
É só um fim que quero dar na solidão
Desses dias longos de inverno rígido
E uma vontade de dormir abraçada a ti
Por que mãe, um dia a gente tem que sair


De onde não devia ter deixado nunca?
Por que ter que abandonar o ninho
Deixar para de vez em quando o carinho?
A vida é assim, não é, mãe?
Ambas sabemos a importância de crescer
E aprender a se fazer o conforto de outro ser
Costurarmos essa colcha de retalhos em outras teias
Sem contudo perder o sangue de nossas veias
Mas quero dizer sem ter que chorar
E se for preciso que eu chore então
Que sempre estarei agarrada à tua mão
E dentro de ti, no coração, meu lar.


Luciana Silveira 


Desde que partiste,
minha Mãe,
Ivone, Mãe querida
raro é o dia:
que não te pressinta,
não te sinta,
que não te recorde,
que não te tenha presente.
Para outros
estás ausente!

Quanto mais tempo passa,
mais recorro a ti
meu anjo da guarda
de todos os dias
da minha Vida!

Deste muito amor
e pouco recebeste!

Serás recompensada,
muito iluminada,
minha Mãe,

Ivone, Mãe querida
de todos os dias…

José Manuel Brazão
A nossa SAUDADE por elas é um sentimento tão forte, que SENTIMOS o seu olhar uma Aqui (Mãe de Luciana) e outra no Além (minha Mãe)!
Querida LU
Por razões naturais criámos muitas duplas de poemas, mas esta dupla será sempre a nossa melhor com nossos corações e nuito Amor em cada palavra!





E como escreveu um poeta...porque mãe tem que morrer?.
sentido dueto que abraço deste lado.
bj Eduarda
Há uns dias que ando emocionado e ao ler o poema feito ontem pela Lu, fiquei sem jeito e nasceu este momento muito emocionante nos últimos tempos para mim!
30.Junho.2010
Beijo do 

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Quando te vejo!

Quando te vejo
fico triste
pela mulher que devias ser,
mas que não conhecia...

Todo o tempo
é tempo da descoberta
de uma alma irmã!

Por ti
tudo farei
como pelos outros
que me acarinham
e me entendem,
até eu partir.

Vivo e convivo
num amor de entrega
que alguns não entenderão,
mas a voz do meu coração
escolhe o melhor para o meu caminho!

Nas mãos da Vida
e dos outros
estarei sempre
por Amor!

José Manuel Brazão
http://www.youtube.com/watch?v=5Pze_mdbOK8&feature=player_embedded#!



quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Teu corpo e tua alma!

Brilha o Sol
e sorri a Lua,
quando ele parte
e ela chega,
entre um por-do-sol
e o nascer dum luar,
nossos corpos
se juntam e ficam
num só corpo
com almas gémeas!

Assim é o nosso amor,
com os momentos de prazer
e o prazer de vivermos
nesta Vida uma constante paixão
e um amor sem limites!

José Manuel Brazão