**

**

Outros Blogs do meu grupo:

*

*

terça-feira, 31 de maio de 2011

Meu amor te peço, não chore!


Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por seres generosa,
uma pedra preciosa
a decorar o meu coração!

Quando penso
e penso em ti,
vem o sonho duma paixão,
sonhada, mas por viver!

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por ver
não estares ao pé de mim!

Apenas sonho
e vem a lágrima…

José Manuel Brazão




[....]

Amor não chore, são tão puras tuas lágrimas...
Teus lindos olhos que para mim não dormem;
transparentes janelas de tua alma.

Meu amor te peço não chore, daqui ouço teu pranto!
Sabes bem que o amor por ti não morre,
entreguei meu coração ao teu encanto...

Amor abre lindo teu sorriso, veste brilho em tua face!
Devolvo a ti aquela alegria, a paz que outrora perdia;
amo-te com toda verdade, além de nossa vida!

Anna Carvalho
Open in new window


Anna querida
O meu ano de 2011 está repleto de alegrias, emoções e um amor constante, sólido e muito convicto por te ter conhecido como Mulher e Poeta!
Não consigo separar uma de outra na minha Vida e na Poesia; ambas completam-me!

Esta dupla de poemas tem um significado especial , porque o meu poema “Lágrima” com vários anos de criação e sendo muito singelo é um símbolo da minha carreira; há dias com a tua determinação de Poeta – já criámos várias duplas assim - em resposta a ele criaste um poema lindíssimo, mesmo  encantador e de rara beleza “Amor não chore”  e assim nasceu este momento poético “Meu amor te peço, não chore!” , que ficará em nossos corações e esperemos no de quem nos leia!
Beijo grande

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Tu sabes como amar!

Ontem
quando te vi,
percebi
seres a mulher
com que sonho!

Hoje
nada te peço,
mas és carinhosa
quando preciso,
confortas-me
quando sentes
as minhas palavras,
mais frágeis.
Lembras-te de mim
e dizes-me:
era bom estares aqui
no ninho onde pouso
e aguardo...!

Amanhã
mais unidos seremos,
firmes caminharemos
e tu sabes como amar!

José Manuel Brazão





Open in new window

sábado, 28 de maio de 2011

Ser interessante



Desde sempre
te achei interessante.

A tua beleza
está na sedução,
na simpatia,
na serenidade,
no brilho do teu coração.

O meu
fica palpitante,
muito palpitante,
quando me dizes:
para me cuidar…

José Manuel Brazão


Zé,
Sabe o que fascina em teus poemas?
A naturalidade que com que o amor é "colocado" em cada linha, sem rimas forçadas, sem parecer uma coisa que não é sentida.
Aos que sabem ler e interpretar um poema de amor, ou de esperança, ou seja qual for a mensagem que queira passar, pode-se perceber que seus versos são o espelho da tua alma de poeta.
Te admiro tanto!
Beijos com amor,
Anna 

Não consigo calar!

Não,
não consigo calar,
a voz do coração
com as palavras
que devem ser ditas
ou escritas,
no monento certo,
para que vejas em mim,
que me dou a ti
de corpo e alma!

Não,
não consigo calar,
a voz do coração,
enquanto houver Vida em mim!

José Manuel Brazão

terça-feira, 24 de maio de 2011

Chama de amor

Cruzámos nossas vidas
gerámos o nosso amor
acendemos a chama,
a chama de amor,
sempre viva
na nossa autenticidade,
convicção e dedicação,
dum sonho lindo
que o destino tornou realidade!

Chama de amor
sempre viva,
que tu e eu
somos seus donos
e donos do tempo
que há-de vir
e irá para além da Vida!

José Manuel Brazão

A minha vida anoitece...




Sinto a nudez da noite,
que esfria a minha alma!

Sinto a noite perdida
entre sonhos
e imagens reais!

Sinto a noite esquecida
de outras noites belas,
de encanto, paixão,
amor,
muito amor!

Sinto a noite pervertida
causando dor
que mal aguento,
me entristece,
perdendo a alegria
que me fazia viver!

Sinto a noite
mais noite,
a minha vida anoitece…
… e não sei se amanhece!

José Manuel Brazão

sábado, 21 de maio de 2011

Uma Mulher encontrei!


Continuava o meu caminho
quando nossas vidas se cruzaram;
sorriste para mim
esboçaste um carinho
e logo os guardei
no cofre da minha alma.

Tu e eu encontrámos
o sinal de Vida
que ambos buscávamos;
um destino marcado
para uma vivência única!

Tu,  Mulher da minha vida,
repleta de sentimentos,
que sempre ambicionei
e teu coração me entregaste.

Esqueceste os sofrimentos
do teu passado
e eu, me libertei
de angústias,
pedras no caminho,
paixões vazias,
amores falhados
e ganhei
dedicação,
amor, muito amor,
lealdade
e entrega infinita.

A vida nos sorri,
momentos felizes
renasceram...
... florescem
e vamos abrir
a porta da Felicidade!

José Manuel Brazão



sexta-feira, 20 de maio de 2011

Nosso templo do Amor!


Pensar em ti
é voar por aí.
Libertar a tristeza
conquistar a alegria,
não me sentir só!

Pensar em ti
é sonhar
com a mulher cautelosa,
sensível, gentil,
generosa,
muito subtil!

Pensar em ti,
é amar
a mulher generosa,
por um amor crescente
em nosso templo de amor!

José Manuel Brazão




[....]

Amarei tua vida dentro da minha
Na união de dois seres em LUZ,
No amor, que sem limites, faz-nos um

Seremos palavras em silêncio
Quando nossos corpos amantes se fundem,
E que mares de desejos nos banhe a alma...

Haja flores nos lençóis, jardim de nosso prazer
Regadas do suor de nossos corpos famintos,
Sejam tatos, línguas, cheiros e instintos...

Façamos o amor em atos,Vivamos o amor em fatos
Sejamos luz em nosso quarto,
Do amor, o nosso templo imaginário!


Anna Carvalho



quarta-feira, 18 de maio de 2011

És um Homem feito poema!


Poesia,
fascínio e magia!

Como te adoro
e serás eterna,
no meu escrever
e no meu viver!

Poemas
que afastaram
os meus dilemas,
renovaram
a minha alma,
confirmaram
o meu amor
e já não passo
sem ti:
Poesia!

Neste amor
pelo mundo da Poesia,
sinto e dizem-me,
és um homem feito poema!

José Manuel Brazão

Dedicado aos Poetas e em especial a Maria Valadas
Que me chamou “És um homem feito poema”.



"..O Problema da Sinceridade do Poeta

O poeta superior diz o que efectivamente sente. O poeta médio diz o que decide sentir. O poeta inferior diz o que julga que deve sentir. Nada disto tem que ver com a sinceridade. Em primeiro lugar, ninguém sabe o que verdadeiramente sente: é possível sentirmos alívio com a morte de alguém querido, e julgar que estamos sentindo pena, porque é isso que se deve sentir nessas ocasiões. A maioria da gente sente convencionalmente, embora com a maior sinceridade humana; o que não sente é com qualquer espécie ou grau de sinceridade intelectual, e essa é que importa no poeta. Tanto assim é que não creio que haja, em toda a já longa história da Poesia, mais que uns quatro ou cinco poetas, que dissessem o que verdadeiramente, e não só efectivamente, sentiam. Há alguns, muito grandes, que nunca o disseram, que foram sempre incapazes de o dizer. Quando muito há, em certos poetas, momentos em que dizem o que sentem. .."

Fernando pessoa.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Asas rumo ao futuro!


Voamos
por esses céus sem fim,
passeando o nosso amor
sem destino...

Voamos
com a alegria que vivemos
por tu seres minha
e eu ser teu!

Voamos
com estas asas
feitas de amor,
que exalarão
o que vai em nosso coração!

Tu sorris
a felicidade conquistada
e eu
guardo em mim
mais um anjo do amor
que me deu
a LUZ necessária!

José Manuel Brazão



* Anna, por ti em ti, Mulher para quem vivo este nosso amor líndíssimo de entrega e dedicação *Open in new window


Open in new window



Asas rumo ao futuro! - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

domingo, 15 de maio de 2011

Com humildade a ti...


Com humildade
confesso a ti
o meu amor
que reflectindo
ainda não é amor,
o amor
que quero aprender
e tu a ensinares!

A vida
nos experimenta,
nos dá sinais
para um bom viver,
amando!

Nesta hora,
voltei a aprendiz iniciado
para recomeçar
o meu caminho,
o nosso caminho paralelo,
com toda a força interior!

Meu amor será assim:
humildade,
fraternidade,
dedicação,
tolerancia,
confiar,
doar,
Perdoar
e amar
com convicção,
acreditando
que amor não tem limites!

Eu me confesso
perante Deus, vós
e a ti
amor da minha Vida,
nesta VIDA!

José Manuel Brazão

Por ti, em ti sempre!





Sonhei com um lugar
somente nosso,
onde vivessemos
olhos nos olhos
os silencios
dos nossos pensamentos.

Uma distância que nos separa,
uma vontade que nos aproxima,
um desejo que nos une!

Cada dia que passa
existe ansiedade neste viver
em que sabes
que o meu coração é teu.

E junto de ti
apenas desejo,
que o meu sorriso final
seja em teu braços ficar!

José Manuel Brazão

Por ti e em ti para o eterno.

Open in new window















TU e EU partimos com rumo certo!

É chegado o tempo,
seguiremos nas asas do vento
na bagagem levaremos amor
amor que nos transborda a alma.


Fica em nós uma certeza:
tudo em vida nos valeu a pena!


Unidos por sonhos infindos,
resgatados em cada amanhecer
seguiremos por caminho já escolhido
traçados dentro de nosso ser...


Nas mãos letras e versos de luz
no coração, o amor sem limites.


Partiremos juntos, pois somos um
seguiremos além, propagando LUZ
jogaremos palavras ao vento
levaremos saudades no peito...


Sim, partiremos...


Anna Carvalho




[....]


Partimos com rumo certo,
convictos, decididos,
que nada nos fará parar,
aqui ou por perto!


Este amor sem limites,
que fez Luz em nós
e se reflecte em poesia de amor
com palavras ao vento
e ficará nos céus do infinito
voando entre estrelas cintilantes,
nesta Vida por instantes!


Nós, estaremos iluminados
por essa vontade, esse destino,
que a Vida nos deu!


José Manuel Brazão

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Tu és a minha canção!

Open in new window


Como sabes
que gosto de música,
da tua canção
ecoada em palavras,
tensas e intensas
e louca paixão
e amor,
flauteada
pelo teu coração
com acordes
de mulher sofrida,
determinada na fé,
no destino
e com um final
entregue nas mãos d’Ele!
Open in new window

José Manuel Brazão

* À Mulher e amor da minha Vida,minha Poeta
e minha canção *





quarta-feira, 11 de maio de 2011

Sonhámos com este momento!

Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Conhecemo-nos
tão bem,
como se vivêssemos,
juntos
cada instante da vida!

Distante
vivo as tuas amarguras,
os teus dilemas,
o querer e não poder,
que por vezes
penso :
estamos tão próximos!

O meu coração
embriaga-se de paixão,
de amor;
visto-te rosas vermelhas.
Olho o teu corpo,
fascino-me 
com esse jardim,
delicio-me
com as pétalas de amor,
cheiro 
o aroma que vem do teu corpo!

São os meus pensamentos,
distante de ti!
Estou cansado de sonhar,
mas vivo para te amar!

Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

José Manuel Brazão




[...]



Há tanto tempo te preciso
te busquei em tantos sonhos
sonhos lindos que hoje vivo

Já sou parte de tua vida
Tu és parte de minha carne
Respiramos amor em verdade

Nos conhecemos tão profundo
Onde vivo nos teus sonhos
E habitas o meu mundo

Há tanto tempo te busquei
perdida noutros caminhos
Foi quando por arte o destino
uniu-nos em amor tão lindo

Já não sou rosa sozinha
Te entreguei dias em flor

Do jardim de meu corpo
sempre tratas com amor
aprecia a cor e cheiro
é por vezes beija-flor...

Anna Carvalho

Lindo sonho


Quando existe amor,

não tem barreiras,

limites ou distâncias!


Este amor existe

entre duas almas,

que vivem cada dia,

cada noite,

com esta chama

de amor vivo,

ardente e convicto!


Este amor continuará,

pela nossa força,

confiança

e esperança

de um amor,

de um grande amor,


em que ela diz:

serei sempre tua!

José Manuel Brazão

Caminhemos ... (dai-me forças!)

Tanto caminhei,
tanto amei
e amo,
tanto ajudei
e fui ajudado!

Tanto caminhei
procurando momentos felizes,
ver os outros nesses momentos
e ficar reconfortado!

E agora?

Caminho,
caminhemos (dai-me forças!),
com paz interior,
amor, sempre amor,
até ao sorriso final!

José Manuel Brazão 

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Amor eterno






Esta poesia de amor
que enche
meu corpo e alma
me leva a escrever o amor
que encante, acalente,
enfim, que crie
momentos felizes!

Um poeta que sonha,
Sonha muito,
que perfuma corações
abertos a paixões,
escrevendo amor eterno,
quando eterno para este homem,
apenas o de sua Mãe!


José Manuel Brazão